Pesquisar Fechar Menu
Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills

Simulador de Financiamento de Veículos

Faça uma simulação online e sem compromisso das parcelas do seu financiamento de veículo. Calcule agora!

Simulador de Financiamento de Veículo
R$
R$
%
Resultado
Dados da simulação
Valor das Parcelas
Valor do Financiamento
Valor Total do Financiamento (com juros)
Valor Total de Juros
Valor Total do Veículo
Compartilhar resultado
Clique no botão para copiar o link abaixo:
Ou compartilhe direto nas redes sociais:
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.

Como utilizar o simulador de financiamento de veículos

Para utilizar o simulador de financiamento de veículos, basta seguir os seguintes passos:

  1. Inserir o valor total do veículo a ser financiado;
  2. Informar o valor que você dará como entrada;
  3. Preencher com a taxa de juros do financiamento; e
  4. Colocar o número de parcelas em que você quer pagar o veículo.

Dessa forma, o simulador vai te retornar as seguintes informações:

  • Valor de cada parcela;
  • Valor efetivamente financiado;
  • Total do financiamento (considerando os juros);
  • Total de juros da operação; e
  • Valor final do veículo.

Essas são as informações essenciais para te ajudar na sua avaliação da viabilidade do financiamento em questão.

Como funciona um financiamento de veículos

Um financiamento nada mais é do que uma operação de empréstimo, em que a parte financiadora empresta recursos para que o tomador possa fazer algum investimento.

Geralmente, se faz financiamento de imóveis ou veículos, mas atualmente estão surgindo outras modalidades, como de placas solares, estudantis, entre outros.

No caso do financiamento de veículos, o cliente vai captar recursos que serão usados na aquisição de um automóvel e que será pago ao longo dos anos.

Nesse processo, a instituição financeira verifica o score de crédito do cliente e o informa qual é o limite a ser emprestado, considerando a entrada a ser dada por este.

Principais tipos de financiamento de veículos

Existem três tipos principais de financiamento de veículos:

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

Nessa modalidade, o comprador fica com a posse do veículo, mas sem poder negociar, pois está alienado ao banco.

Portanto, o comprador não precisa da intermediação do vendedor, basta entrar em contato diretamente com a instituição financeira.

As condições desse tipo de financiamento variam de acordo com cada instituição, e, depois que as taxas são fixadas, elas não sofrem alteração durante todo o período.

Leasing

Nessa modalidade, o veículo não fica em posse do comprador, mas da empresa de leasing que o “aluga” o veículo até que todas as prestações sejam pagas.

Por isso, o automóvel fica no nome da empresa de leasing até o fim da operação.

Nesse caso, também não há a necessidade de intermediação do vendedor e as condições fixadas no contrato não sofrem alteração.

Consórcio

No consórcio, diferente das outras modalidades, o comprador não recebe o veículo imediatamente, somente quando for sorteado.

Nesse sentido, o cliente ficará pagando as parcelas até ser sorteado em um processo em que vários outros clientes estão concorrendo.

Além disso, não há cobrança de juros, apenas taxas administrativas, e o valor da parcela pode variar durante o período.

Contudo, o comprador pode comprar uma “carta” sorteada ou fazer um lance sobre o saldo devedor para conseguir adiantar o recebimento do veículo.

Taxas envolvidas em um financiamento

As principais taxas que podem ser cobradas em um financiamento são:

As duas primeiras estão presentes em todos os financiamentos, mas as outras são opcionais e/ou necessitam que sejam cumpridos alguns critérios.

Por outro lado, existem algumas taxas que não podem ser cobradas:

  • Taxa de Abertura de Crédito (TAC);
  • Taxa de Emissão de Boleto ou Carnê (TEB e TEC, respectivamente);
  • Taxa de serviços de terceiros; e
  • Taxa de registro de contrato.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Financiamento de veículos basicamente é uma operação de empréstimo em que o contratante capta recursos para investir em um automóvel.

Nesse sentido, o financiamento pode ser de três tipos:

  • Crédito Direto ao Consumidor (CDC);
  • Leasing; ou
  • Consórcio,

Carro próprio não é investimento, pois ele não coloca dinheiro no seu bolso nem tem perspectiva de valorizar, pelo contrário, ao longo do tempo, o valor do carro deprecia.

Contudo, se você utilizar o carro como um instrumento de trabalho, ele passa a ser considerado investimento, como é o caso de quem trabalha como Uber.

Para fazer a portabilidade, ou transferência, de financiamento para outra instituição, é preciso solicitar ao banco atual o saldo restante da dívida e o número do contrato.

Dessa forma, o novo banco poderá quitar a dívida e transferir o financiamento.

Lembre-se: o antigo banco é obrigado a aceitar a portabilidade.

Sim, é possível financiar um veículo sem dar nenhuma entrada, pois cada instituição tem sua própria política de financiamento.

Contudo, é importante ficar atento, pois provavelmente você pagará juros e parcelas maiores e comprovar uma renda maior.

De todo modo, seu score de crédito será consultado pela instituição financeira para a avaliação do financiamento.

Amortizar não é nada mais do que diminuir sua dívida por meio de pagamentos periódicos (que já são acrescidos de juros).

Atualmente, existem dois tipos mais comuns de amortização:

  • Tabela price; e
  • Tabela SAC.

Quando você for pagando as parcelas do seu financiamento, você estará amortizando sua dívida.

Por fim, o ato de pagar a dívida por completo é chamado de quitação.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.


.