Você pode começar a investir mesmo com pouco dinheiro! E este processo pode ser muito mais simples do que você imagina. Confira o nosso passo a passo!

Bolsa de valores: Como investir com pouco dinheiro

Conheça o Mobills: O melhor gerenciador financeiro do Brasil!

Muitas pessoas se questionam se é possível começar a investir na Bolsa de Valores com pouco dinheiro.

A ideia geral é de que é necessário ter muito dinheiro para realizar os primeiros aportes. O que veremos que é um equívoco!

Portanto, você pode começar a investir na B3 – Bolsa de valores do Brasil – mesmo com pouco dinheiro! E este processo pode ser muito mais simples do que você imagina.

Além disso, investir em ações é fundamental para que, no longo prazo, você consiga construir patrimônio, realizar seus sonhos e ter uma aposentadoria tranquila.

No entanto, mesmo tendo consciência de que começar a investir, mesmo que seja com pouco dinheiro, é importante para atingir seus objetivos e metas, dar os primeiros passos são sempre os mais difíceis, pois envolvem maiores riscos e exigem mais conhecimento.

Neste texto, vamos falar sobre como investir com pouco dinheiro.

Você verá que é possível ganhar dinheiro com investimentos em renda variável mesmo com poucos recursos, e que a Bolsa de Valores não é só para quem tem muito dinheiro.

Vamos lá?

Investir na B3 com pouco dinheiro é possível!

Ao contrário do que muitos pensam, não existe um valor mínimo  para começar a investir dinheiro.

Assim, basta que você tenha no seu banco ou corretora o valor da ação que você deseja comprar e o valor referente às eventuais taxas que possam ser cobradas para poder operar.

Porém, antes de comprar as ações que você deseja, você precisará se cadastrar em um banco ou corretora de investimentos para ter acesso às negociações online.

Dessa maneira, para começar a investir com pouco dinheiro, indicamos que escolha uma instituição confiável e que não cobre taxas de operação ou manutenção da conta.

Pois como você fará pequenos aportes, qualquer taxa cobrada na operação vai ser uma fricção considerável que vai impactar nos seus resultados de longo prazo.

Além disso, vale ressaltar que investimentos em renda variável são mais arriscados.

Por isso, é importante que  você possua uma reserva de emergência, conheça seu perfil de investidor e seu apetite a riscos.

O que é a Bolsa de Valores

Primeiramente, para ter bons resultados com os seus investimentos, é fundamental entender o que é a bolsa de valores e como ela funciona.

A bolsa de valores nada mais é do que o ambiente utilizando para realizar as negociações de ações de empresas de capital aberto.

Desse modo, o termo mais correto a se usar seria investir em ações através da bolsa de valores.

Inclusive, a bolsa de valores brasileira é uma empresa privada de capital aberto chamada B3.

Além disso, alguns países possuem mais de uma Bolsa de Valores com milhares de ações listadas em cada uma delas!

Como investir com pouco dinheiro

Antes de começar a investir em renda variável, é importante que você construa a sua reserva de emergência.

Desse modo, você pode investir em diversas opções de ativos de renda fixa com alta liquidez, como, por exemplo, o Tesouro Selic, CDB ou outros investimentos que possuam alta liquidez e baixo risco.

Se você quer fazer investimentos financeiros com pouco dinheiro com foco no médio e longo prazo, a bolsa de valores é uma excelente opção a ser considerada.

Agora que você entendeu um pouco sobre investimentos na bolsa, vamos para o passo a passo:

1. Abra uma conta em uma corretora de valores

O primeiro passo para você começar a investir com pouco dinheiro com certeza é abrir uma conta em uma corretora de valores.

Uma corretora de valores nada mais é do que uma instituição financeira que faz a intermediação entre você e o investimento. Pois você, como pessoa física, não tem acesso direto aos ativos financeiros.

Ilustração de como funciona uma corretora para saber como investir em ações

Além disso, é muito importante verificar se a corretora de investimentos é autorizada pela B3 – Bolsa de Valores brasileira.

Vale ressaltar que, se você está começando a investir agora, pagar taxas de corretagem para investir dinheiro, por exemplo, não é interessante. Afinal, será apenas um gasto a mais para você.

Sendo assim, certifique-se também se a corretora possui:

  • Taxa zero para abertura e manutenção da conta;
  • Taxa zero para investir em ações;
  • Qualidade da plataforma e atendimento.

Um exemplo de corretora que cumpre com esses quesitos é a Toro Investimentos.

Ela é uma das melhores corretoras para quem está começando, pois tem suas taxas zeradas para o investidor iniciante.

Não esqueça, como você vai fazer pequenos aportes, é importante evitar fricções para não comprometer o seu resultado de longo prazo.

Indicação de corretora para começar a investir em ações
Conheça a Toro Investimentos!

2. Conheça o seu perfil de investidor

Posteriormente à abertura da sua conta em uma corretora, você deve conhecer o seu perfil de risco aos investimentos, ou seja, seu perfil de investidor.

Dando continuidade a este processo de autoconhecimento, tenha bem claro em sua mente os seus objetivos financeiros. Pois, com base neles será possível escolher as melhores opções de investimentos para você.

Se achou esse passo muito complexo, não se assuste! As corretoras são orientadas a realizarem um questionário para avaliar justamente o seu perfil de risco.

Então, antes de começar a investir com pouco dinheiro, a sua corretora de valores escolhida vai te ajudar a entender o seu perfil.

Esses perfis de riscos estão divididos geralmente em 3 categorias: Conservador, moderado ou agressivo/arrojado.

Ao entender seu perfil de risco, a próxima etapa é definir uma estratégia de investimento.

3. Monte uma estratégia de investimento

Como diz um dos maiores investidores do mundo chamado, Warren Buffett: “Risco vem de você não saber o que está fazendo”.

Sendo assim, defina um planejamento com estratégias de investimento bem definidas com base em seu perfil de investidor e objetivos financeiros.

Dessa forma, será possível minimizar os riscos dos seus investimentos na bolsa de valores. Afinal, diferentemente dos investimentos em renda fixa, a renda variável é mais arriscada.

Logo, é muito importante se dedicar a entender o mercado e investir em algo que você conhece.

Toro, nossa corretora parceira pode lhe ajudar nessa missão de montar uma carteira ideal para seu perfil.

4. Compre sua primeira ação

Agora que você já tem conta em uma corretora de valores, conhece seu perfil de risco e objetivos financeiros, além de possuir uma estratégia de investimentos bem definida, é hora de comprar sua primeira ação!

À princípio pode parecer complicado, mas aos poucos você vai conhecendo a aprendendo a lidar com a plataforma de investimentos da sua corretora.

Além disso, você vai ver que existem diversas frações de ações de ótimas empresas custando até mesmo menos de R$10,00.

Vale ressaltar que para ter o dinheiro disponível para investir, você precisa fazer um TED – Transferência Eletrônica Disponível – para a sua corretora.

Logo após, com o dinheiro na conta, é hora de escolher as primeiras ações para você comprar.

Algumas corretoras possuem uma carteira recomendada para investidores constituída de indicações mensais de ações por especialistas.

Mas, é muito importante que não se deixe levar apenas por essas recomendações. Busque de fato conhecer a empresa a qual deseja se tornar sócio.

Faça uma análise fundamentalista da empresa, busque entender seu ramo, histórico, gerência e muito mais, para fazer um investimento consciente com foco no longo prazo.

Abaixo temos o exemplo do home broker da XP, após preencher os dados da empresa, basta colocar em enviar ordem e esperar a compra ser efetuada.

Home Broker da XP

Logo após ser efetuada a compra, normalmente aparece na sua corretora a mensagem “ordem executada”. Apareceu? Parabéns, você acabou de comprar sua primeira ação.

Atenção: Este é apenas um exemplo do Home Broker da XP e não uma indicação de compra.

5. Vá devagar, direção é mais importante que a velocidade

Se você chegou até aqui neste artigo, mostra que você está realmente interessado em começar a investir com pouco dinheiro.

No entanto, saiba que investir envolve bastante estudo, disciplina e foco no longo prazo.

Portanto, comece aos poucos, conhecendo a si mesmo e sua aversão ao risco. Conheça também o portfólio de ativos da sua corretora, os seus objetivos, e claro, tenha sua reserva de emergência investida em ativos de baixo risco e alta liquidez.

Assim, você está mais seguro contra imprevistos financeiros.

É possível investir pouco e ganhar muito dinheiro?

Mas afinal, qual é o segredo para ganhar dinheiro na bolsa de valores? Existe uma estratégia infalível?

Acredite, não existe fórmula mágica no mundo dos investimentos em renda variável.

Se alguém aparece prometendo uma determinada lucratividade, cuidado, certamente é um golpe.

A única pessoa que ganhará dinheiro com isso é quem tem a ‘fórmula do sucesso’ ao vendê-la aos interessados.

Existem muitas histórias sobre pessoas que construíram grandes fortunas na bolsa, como Warren Buffett, Peter Lynch e Luis Barsi, por exemplo.

Mas qual é o segredo desses investidores? Como eles ganharam dinheiro investindo na bolsa?

Os segredos dos grandes investidores são: tempo, escolher bons ativos e investir continuamente.

Perceba que se você investir em bons ativos, a tendência é que ele se valorize com o passar dos anos.

Parece simples, não é? Então porque as pessoas não seguem esse método?

As pessoas normalmente não seguem esse método porque ele precisa de tempo, ou seja, é uma construção demorada e as pessoas querem enriquecer rapidamente.

Como diz Gustavo Cerbasi: enriquecer é uma questão de escolha. Isso significa que você deve agir para construir patrimônio e atingir a sua independência financeira.

Assim, você não precisa começar com muito, basta começar e deixar os juros compostos fazerem o trabalho deles.

Conclusão

Como vimos, é simples fazer investimentos financeiros na bolsa de valores mesmo com pouco dinheiro.

Assim, não se esqueça de que construir patrimônio na Bolsa de Valores é um objetivo realizável. Porém, exige conhecimento, disciplina, esforço, experiência e muito controle emocional.

Lembre-se de que uma das boas práticas ao iniciar os seus investimentos na bolsa de valores é ter sempre o foco no longo prazo e se ver como sócio do negócio.

Afinal de contas, uma ação é uma fração de uma empresa.

Ao ter esse tipo de pensamento, a tendência é que você escolha os melhores ativos para a sua carteira ao invés de ficar tentando acertar qual ação vai ‘decolar’ no curto prazo.

Espero que com essa leitura, você tenha percebido que é possível trilhar o caminho rumo à independência financeira.

Além disso, vale ressaltar que os 3 pilares dos investimentos são os aportes, a rentabilidade e o tempo.

E para que você consiga poupar mais a cada mês é essencial ter o controle das suas finanças, sendo o Mobills a solução ideal para organizar toda sua vida financeira.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

Gostou do artigo “Bolsa de valores: Como investir com pouco dinheiro”?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Investimentos


Escrito por Hudson Maia

Engenheiro de Pesca. Doutorando da Universidade Federal do Ceará. Apaixonado pelos temas relacionados a finanças, economia e empreendedorismo.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    Logo Mobills
    Mobills Google Play
    Mobills Apple Store
    Mobills Web