Como comprar ações na bolsa de valores: Guia prático completo

Investir em ações é essencial para que, no longo prazo, você consiga aumentar seu patrimônio. Aprenda como começar agora mesmo!

Artigo escrito por Carlos Terceiro em 27 de Março de 2021

Gráfico simbolizando como investir em ações

Você tem dúvidas de como comprar ações na bolsa? Se sim, este artigo é para você.

Investir em ações é essencial para que, no longo prazo, você consiga multiplicar seu dinheiro, além de garantir uma aposentadoria tranquila.

No entanto, mesmo tendo consciência de que começar a investir é importante para atingir seus objetivos e metas, os primeiros passos são sempre os mais difíceis, pois envolvem maiores riscos e exigem mais conhecimento.

Sabendo disso, talvez você tenha dúvidas e dificuldades de saber como investir nas melhores ações, por exemplo.

Outra dúvida comum é: quais as melhores ações para investir hoje?

Ou até mesmo você se pergunte: é possível comprar ações com pouco dinheiro?

Se você tem essas dificuldades ou questionamentos similares, este guia completo de como começar a investir e comprar as melhores ações foi feito para você!

Portanto, fique até o final, que garanto que irá valer a pena. Vamos lá?

Quando começar a investir em ações?

Existe um provérbio que diz:

“A melhor época para plantar uma árvore foi 20 anos atrás; o segundo melhor tempo é agora”

Seguindo o ensinamento contido no provérbio acima, ao substituir o verbo plantar por investir, vemos que, o melhor momento para você começar a investir no mercado de ações é HOJE.

E mesmo com pouco dinheiro é possível dar os seus primeiros passos e comprar suas primeiras ações.

Sendo assim, se você chegou até este artigo, meus parabéns, mostra que está no caminho certo.

Porém, mesmo sabendo que deve começar a investir de imediato, é preciso tomar alguns cuidados.

Por isso, este guia com o passo a passo para investir em ações irá lhe ajudar a começar de forma segura e promissora, mesmo sem muito dinheiro.

Saiba que este artigo tem o intuito de ser um mapa, lhe orientando a como começar a investir e comprar as melhores ações hoje!

Vamos dividir este artigo em alguns pontos:

Comprando ações na bolsa de valores: Passo a passo

Se você já se sente pronto para começar a investir em ações, esse passo a passo vai mostrar como comprar suas primeira ações na prática.

Vamos lá?

Antes de ir abrindo o computador ou o celular, é importante entender alguns conceitos para que você saiba exatamente o que estar fazendo, são eles:

  • Corretora: Instituição financeira regulamentada a negociar ativos como ações e outros;
  • Home Broker: É o nome do software ou sistema utilizado para negociar ações;
  • Ticker: Código de 4 letras e um número que representa a empresa na bolsa (Ex: PETR4 – Petrobras);
  • Lote: Valor de 100 unidades de ações a serem negociadas;
  • Fracionado: Maneira de negociar unidades de 0 a 99 no mercado de ações;
  • Quantidade: O número de ações que você deseja comprar;
  • Preço: O valor monetário que você deseja pagar por ação;
  • Ordem: Pode ser de compra ou venda de ações preenchendo valor, quantidade e ticker;
  • Validade: O prazo de duração da ordem até ser executada ou não;
  • Status da ordem: Pode ser executada, parcialmente executada, cancelada ou expirada;
  • Prazo de liquidação: Tempo de 2 dias para liquidar a transação;
  • Boleta: Tela onde executa uma ordem no home broker.

Parece muita coisa? Não se preocupe, pois você consegue começar a investir em ações com até menos de 10 reais, muitos desses detalhes você irá aprendendo na prática.

O primeiro passo é abrir uma conta numa corretora, pois é a partir dela que você vai consegui investir em ações. Se você tem dúvidas em qual abrir vale a pena conferir nosso artigo:

Agora que você já tem uma conta e a noção básica de alguns conceitos, vamos ver como comprar ação na bolsa de fato:

Comprando ações pela Internet na XP

  1. Acesse o site da XP e se faça login na sua conta;
  2. Acesse no menu superior o link em amarelo “Home Broker”;
  3. Irá abrir uma nova aba onde você pode comprar ações;
  4. Clique no botão amarelo “comprar” (Fica na parte superior);
  5. Digite o ticker da ação que deseja comprar – para comprar menos de 100 ações lembre de colocar o F no final, exemplo “PETR4F” (Se não sabe, pesquise no Google Ticker “nome da empresa”);
  6. Preencha a quantidade (Se for lote padrão um valor múltiplo de 100, como 100, 200, 300. Se for fracionado de 1 a 99);
  7. Preencha o valor da ação (O ideal para a ordem ser executada é colocar o valor igual ou acima do valor das últimas negociações);
  8. Preencha a validade da ordem (Vem como default hoje);
  9. Coloque sua assinatura eletrônica e clique em Enviar Ordem;
  10. Veja se sua ordem foi executada.
Tela de ordem do Home broker da XP
Exemplo de compra de 1 ação da Petrobras no mercado fracionário

Pronto, se sua ordem foi executada, meus parabéns. Você acabou de se tornar sócio de uma empresa por meio da bolsa de valores.

Comprando ações pela Internet na Easynvest

  1. Acesse sua conta através do site da Easynvest;
  2. Clique no menu “investir” na parte superior;
  3. Clique em “Renda variável” no menu esquerdo;
  4. Digite o nome da ação no campo “Busque ações…”;
  5. Clique no item da ação desejada;
  6. Clique no botão comprar;
  7. Utilize a função comprar pelo melhor preço;
  8. Preencha a quantidade de ação que deseja comprar;
  9. Clique em “Comprar” e pronto.
Exemplo de compra de ações da Petrobrás na Easynvest
Exemplo de compra de ações da Petrobras na Easynvest

Note que na maioria das plataformas existem telas bem simples e fáceis para ajudar você a comprar suas ações, nesse caso da Easynvest a compra foi executada fora do ambiente do Home Broker.

Investindo com uma estratégia vencedora

Primeiramente, entender o que é a bolsa de valores e como ela funciona é o primeiro passo para ter sucesso e bons resultados.

A bolsa de valores nada mais é do que ambiente utilizando para realizar as negociações de ações de empresas de capital aberto.

De maneira simples, imagine um shopping center com as mais variadas lojas e setores.

A bolsa de valores tem um papel similar, onde as lojas são as ações e a bolsa é o ambiente seguro para negociações, semelhante ao papel do shopping.

Sendo assim, o termo mais correto a se usar seria investir em ações através da bolsa de valores.

Inclusive, a bolsa de valores brasileira é uma empresa privada de capital aberta chamada B3.

Agora que você entendeu um pouco sobre a diferença entre investir na bolsa e em ações, vamos para o passo a passo:

1. Abra uma conta numa corretora de investimentos

O primeiro passo para você iniciar no mundo da renda variável é abrir conta em uma corretora de valores. Mas afinal, o que é uma corretora de valores e qual o seu papel?

Uma Corretora de valores é uma instituição atuante no mercado financeiro que intermedia a compra e venda de títulos financeiros a seus clientes.

Elas atuam principalmente na bolsa de valores. Funcionam como um meio para que você tenha acesso aos produtos financeiros.

Ilustração de como funciona uma corretora

Nesse sentido, é importante que saiba escolher bem a corretora na qual você vai investir seu dinheiro.

Todavia, o fato de qual corretora utilizar vai impactar pouco na rentabilidade do investimento, pois a corretora é apenas um meio para acessar o mercado acionário.

Assim sendo, há alguns pontos que você precisa se certificar para escolher uma boa corretora:

  • Ser autorizada pelos órgãos reguladores (Banco central, B3 e outros);
  • Taxa zero para abertura e manutenção da conta;
  • Preferencialmente, taxa zero para investir em ações;
  • Qualidade da plataforma e atendimento.

Um exemplo de corretora que cumpre esses quesitos, sendo então uma ótima opção para começar, é a Toro Investimentos.

Ela é uma das que eu mais indico para quem está começando, justamente por conta de ter taxas zeradas para o investidor iniciante.

Além disso, é possível, através da sua plataforma, investir em ações mesmo com pouco dinheiro. E ainda ter orientação de especialistas no assunto.

Corretora Toro

2. Entenda seu perfil de risco e seus objetivos financeiros

Posteriormente à abertura da sua conta em uma corretora, você deve começar um trabalho de autoconhecimento, entendendo qual é o seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros.

Ao abrir uma conta em uma corretora, essas são orientadas a realizarem um questionário para avaliar justamente o seu perfil de risco.

Esse perfil te ajuda a entender o quanto você é sensível a possíveis perdas financeiras em busca de rentabilidades melhores, alinhado aos prazos desejados.

Esses perfis de riscos normalmente se dividem em 3 categorias: Conservador, moderado ou arrojado.

Ao entender seu perfil de risco, a próxima etapa é colocar suas metas e objetivos no papel.

Separar os seus objetivos em curto prazo (até 2 anos), médio prazo (de 2 a 5 anos) e longo prazo (acima de 5 anos) é essencial para saber em quais investimentos aplicar o seu dinheiro.

3. Defina uma estratégia de investimento

Um dos maiores investidores do mundo chamado Warren Buffett disse: “Risco vem de você não saber o que está fazendo”.

Por isso, definir um planejamento para seus investimentos é tão ou mais importante do que simplesmente aplicar seu dinheiro.

É fortemente aconselhável então montar uma estratégia alinhada a seu perfil de risco e objetivos.

Parte dessa estratégia consiste em montar o que chamamos de uma carteira de investimentos ideal para você.

Por exemplo, imaginemos o João. Ele tem 32 anos, é casado, sem filhos, e possui uma renda mensal de 5 mil reais.

Ele consegue juntar mensalmente 1 mil reais e já possui 30 mil reais para investir, fora uma reserva de emergência que se encontra no Tesouro Selic.

João tem um perfil moderado e tem o sonho de viajar para o Chile e trocar de carro em 3 anos, mas também quer começar hoje a investir para aposentadoria.

Uma estratégia alinhada para João seria: Ter 70% em renda fixa e 30% em renda variável, tanto para os 30 mil iniciais como para seus aportes mensais, investindo 700 reais em ativos de renda fixa e 300 reais em ações, por exemplo.

Em contrapartida, algo que João deve sempre ficar atento é em rebalancear a carteira com os novos aportes.

Ou seja, na prática significa fazer com que as porcentagens dos investimentos dele sempre estejam alinhadas com os 70% em renda fixa e 30% em variável.

Esse é um exemplo de como você pode definir uma estratégia de investimento que irá guiar suas decisões de como aplicar o seu dinheiro.

A Toro, nossa corretora parceira pode lhe ajudar nessa missão de montar uma carteira ideal para seu perfil.

4. Compre sua primeira ação

Agora sabendo o seu perfil, tendo uma conta numa corretora e com uma estratégia de investimentos inicial, você está pronto para comprar a sua primeira ação.

Assista ao vídeo e descubra se é seguro investir em ações

Comprar ação muitas vezes é visto como algo complicado, mas a verdade é que a partir de 1 real você já consegue fazer seu primeiro investimento no mercado acionário.

Para ter o dinheiro disponível, primeiramente, você precisa fazer uma Transferência Eletrônica Disponível (TED) para a sua corretora.

Logo após, com o dinheiro na conta, é hora de escolher as primeiras ações para você comprar.

Mas afinal, quais as melhores ações? Como comprar e começar de fato a investir?

Algumas corretoras mantêm indicações mensais de ações por especialistas, chamada de carteira recomendada. Essa é uma boa maneira para você escolher suas primeiras ações.

Só para exemplificar (Não é recomendação de compra), vamos mostrar como executar uma compra de ações da empresa Magazine Luiza.

Em primeiro lugar, você precisa acessar a plataforma da sua corretora, normalmente chamada de home broker.

Toda ação possui um código de negociação chamado ticker, no caso da Magazine Luiza, esse código é MGLU3.

É possível comprar a partir de uma única ação, mas para realizar a compra entre 1 e 99 ações você precisa acessar o mercado fracionário colocando um “F” no final do ticker, já para múltiplos de 100 ações basta utilizar o ticker padrão.

Assim sendo, para investir em ações você deve abrir o home broker da corretora, procurar a opção de comprar, incluir o número de ações e o valor a ser pago por ações.

Home Broker da XP
Exemplo de compra de ações na XP

Acima é o exemplo do home broker da XP, após preencher os dados, basta colocar em enviar ordem e esperar a compra ser efetuada.

Logo após ser efetuada a compra, normalmente aparece na sua corretora a mensagem “ordem executada”.

Apareceu? Parabéns, você acabou de comprar sua primeira ação e virou sócio de uma das maiores empresas do Brasil!

5. Vá devagar, direção é mais importante que a velocidade

Se chegou até aqui neste artigo, mostra que você realmente está animado e comprometido a se tornar um investidor de sucesso.

Contudo, saiba que o caminho é longo e o tempo é sempre o melhor amigo do investidor, por isso, é importante ter paciência e dar um passo de cada vez, sem queimar etapas.

Afinal, investir requer cuidado, estudo e disciplina. Quando falamos especificamente do mercado de ações, existem várias armadilhas e erros que podem lhe custar caro.

Portanto, é importante, principalmente para quem tá começando, investir aos poucos. Um exemplo de como fazer isso é:

Imagine que você separou 5 mil reais para investir em ações e que seguiu todos os passos acima e está pronto para realizar seus primeiros investimentos.

O ideal é você separar estes 5 mil reais em 3, 5 ou até 10 partes e ir investindo semanalmente pouco a pouco até aplicar todo o dinheiro.

Utilizando essa metodologia, a cada semana você irá entender cada vez mais como funciona a bolsa de valores e irá minimizar bastante os erros que provavelmente cometeria caso investisse tudo de uma vez.

6. Aprenda com seus erros e invista regularmente

Evitar erros catastróficos é mais importante do que construir uma carteira de investimentos perfeita.

Sabendo disso, entenda que erros fazem parte da trajetória de todo investidor, e tem um ditado que diz:

“O investidor é um eterno arrependido. Se as ações sobem muito se arrepende de não ter comprado mais, se elas caem se arrepende de ter comprado”.

Então, o mais importante durante sua trajetória de construção de patrimônio é aprender com os erros e corrigi-los rapidamente durante sua jornada.

Fazer seu planejamento financeiro, economizar dinheiro, poupar todos os meses e investir regularmente seguindo sua estratégia com paciência é um dos ingredientes para se tornar um investidor bem-sucedido.

Alguns erros comuns que investidores iniciantes cometem e que posso compartilhar para que você possa aprender com eles são:

  • Investir em ações sem possuir uma reserva de emergência;
  • Comprar ações por indicações de amigos sem analisar a empresa;
  • Investir em ações de um único setor;
  • Investir em ações ainda possuindo dívidas;
  • Vender ações sem um real motivo só porque caíram no curto prazo;
  • Investir em renda variável mais do que é adequado a seu perfil de risco.

Confira nosso artigo: Onde Investir 5 mil reais: 6 boas opções para ter uma boa rentabilidade.

7. Procure boas fontes de conhecimento

Buscar educação financeira faz parte da rotina de todo investidor bem-sucedido. Buffet uma vez disse “Nunca invista em um negócio que você não entende”.

E para você entender, precisa estudar e procurar aprender de boas fontes. Inclua em sua rotina um tempo para aprender cada vez sobre o mercado financeiro.

Por isso, cuidado para não cair na ilusão de que é possível ter altas rentabilidades sem estudo, disciplina e, principalmente, sem risco.

Boas fontes para estudo são sempre livros, sites de corretoras, casas de análises e claro, o Blog Mobills. Segue abaixo uma lista que pode lhe ajudar a ter um direcionamento de estudo.

Livros de investimentos

Sites de investimento e de corretoras

Casas de análises

  • Suno research;
  • Eleven Financial;
  • Nord Research.

8. Diversifique seus investimentos

Quem nunca ouviu a frase “Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta”?!

Pois é, quando falamos em investir na bolsa de valores essa frase tem que ser colocada em prática e você consegue fazer isso através o que chamamos de diversificar seus investimentos.

É importante ter uma carteira de investimentos diversificada entre renda fixa, renda variável, moedas e classes de investimentos.

Quando falamos especificamente de ações também temos que diversificar entre empresas de setores, tamanhos e mercados distintos para assim conseguirmos diminuir os riscos e otimizar os possíveis retornos.

Só para exemplificar o poder da diversificação de forma prática, imagine dois investidores, a Larissa e o João.

Imagine também que Larissa investiu em ações como Magazine Luiza, Weg, Azul e Itaú. Enquanto isso, João, por gostar muito de viajar, investiu somente em Azul, Latam e CVC.

Com a crise recente do Coronavírus, a rentabilidade dos investimentos da Larissa foi muito menos negativamente afetada se compararmos com a de João, justamente porque ela utilizou a diversificação a seu favor.

Assim sendo, diversificar seus investimentos na bolsa de valores tem a capacidade de diminuir substancialmente seus riscos sem comprometer, e em muitos casos, até otimizando o seu retorno.

Esse fato pode ser observado e comprovado cientificamente por meio do artigo ‘Efeitos da diversificação no mercado de capitais’ – escrito por Paulo Sérgio Ceretta.

A partir deste trabalho pode-se concluir que com 12 ações na carteira, o investidor consegue obter a maior parte dos benefícios da diversificação e a partir de 18 ações são praticamente insignificante os benefícios de se incluir um maior número de ações na carteira.

9. Foco no longo prazo

Finalmente, o último passo para você investir com sucesso na bolsa é ter foco no longo prazo.

Nesse sentido, algo que ajuda a manter esse foco é desenvolver o que chamamos de ter “sentimento de dono” ou “investir com a visão de sócio”, que na prática é a mais pura verdade.

Pois quando você compra uma ação, de fato, está comprando um pedacinho da empresa e se tornando um sócio daquele negócio.

Sendo assim, quando se investe com esse pensamento, é mais provável não se importar com as variações de preço no curto prazo e ter confiança que boas empresas tendem a se valorizar em prazos mais longos.

A saber, boas empresas tendem a se valorizar e dar ótimos retornos no longo prazo. Porém, ter paciência e conseguir lidar com variações no curto prazo é importante.

Gráfico com o valor das ações ITUB4 no curto prazo
Valor das ações do ITAÚ (ITUB4)

O gráfico acima mostra o valor das ações do ITAÚ (ITUB4) no período que compreende o terceiro trimestre de 2020.

Nele, você pode rapidamente tirar a conclusão de que quem investiu pode ter até perdido dinheiro nesse horizonte de tempo.

Gráfico com o valor das ações ITUB4 no longo prazo
Valor das ações do ITAÚ (ITUB4) no longo prazo

Contudo, analisando a mesma ação em um horizonte de vários anos, notamos a capacidade de valorizar seu investimento em múltiplas vezes.

Todavia, esse é só um exemplo de que investir na bolsa focando no longo prazo pode lhe render os melhores resultados e ajudar a atingir seus objetivos.

Como escolher as melhores ações para 2021

Agora que você já sabe o passo a passo para começar sua vida de investidor na bolsa de valores, fica a pergunta: como selecionar as melhores ações para investir em 2021?

A resposta está em utilizar algumas técnicas e pesquisar carteiras recomendadas de algumas corretoras e depois estudar um pouco sobre cada empresa para que assim decida algumas que valem a pena comprar.

Algo importante é que toda empresa listada na bolsa, obrigatoriamente, deve ter um site de relacionamento com investidores que é super fácil de encontrar no Google, basta você pesquisar o nome da empresa seguido de “RI”.

Exemplos: “Magazine Luiza RI”, “Banco Inter RI” ou até “Vale RI”.

Nesses portais você vai encontrar material institucional, resultados financeiros e outros materiais completos que serão a fonte mais rica de estudo das empresas, já que são materiais oficiais direto da fonte.

Ao ler esses materiais irá conseguir ter mais conhecimento que o ajudarão a saber se vale a pena ou não se tornar sócio de uma dessas empresas.

Outro mecanismo válido para que você consiga ter uma melhor orientação de como começar a comprar ação é acessar casas de análises que podem recomendar a compra e venda de ativos – essas empresas normalmente cobram assinaturas para você ter acesso a essas informações.

Vale destacar que muitas delas disponibilizam algumas análises gratuitas e, por isso, é super aconselhado ler algumas matérias para escolher a melhor para você.

Seguindo esses passos, buscando sempre mais conhecimento e aprendendo com os erros, você com certeza se tornará um investidor bem-sucedido.

Como conquistar a independência financeira?

A democratização ao acesso ao mercado de capitais com certeza é algo revolucionário e sem precedentes.

Hoje, através do seu celular, com alguns toques na tela, é possível se tornar sócio das maiores empresas do brasil e até do mundo.

A transformação digital e as plataformas estão mudando a forma como vivemos e facilitando o acesso a todas as pessoas.

Possibilitado, assim, que esteja ao alcance de qualquer pessoa comprar ações e ver seu dinheiro bem investido.

Espero que neste momento, no final deste artigo, você consiga ter mais claro o caminho para trilhar, de um investidor iniciante rumo à independência financeira.

Além disso, vale ressaltar que os 3 pilares dos investimentos são os aportes, a rentabilidade e o tempo.

E para que você consiga poupar mais a cada mês é essencial ter o controle das suas finanças, sendo o Mobills a solução ideal para organizar toda sua vida financeira.

Espero que tenha gostado. Então, deixa seu comentário e fique à vontade para compartilhar este artigo com amigos e familiares, pois conhecimento é sempre o principal ativo.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

Gostou de aprender como comprar ações bolsa de valores e aumentar seu patrimônio?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Newsletter para receber as novidades em primeira mão.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


Escrito por Carlos Terceiro CEO da Mobills

Apaixonado por finanças e investimentos, em 2014 Carlos Terceiro decidiu unir sua paixão com seu conhecimento em tecnologia para fundar o Mobills.

  • Pós graduação em finanças na PUCRS;
  • Graduado em desenvolvimento de sistemas na Estácio;
  • Investidor a mais de 10 anos.
.