Mobills
Menu Mobills
Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
emprestimos-e-dividas
isca
Sim
anual

Tipos de empréstimo: Qual o melhor e quais as modalidades mais comuns?

Um empréstimo pode ser útil em diversas situações. Então, se você precisa contratar uma linha de crédito e não sabe qual a que mais se encaixa para você, confira este conteúdo!

Artigo escrito por Ranielle Oliveira em 12 de Dezembro de 2021

Atualmente, é muito comum existirem dúvidas no momento da contratação de um empréstimo, uma vez que existem diversos tipos disponíveis no mercado.

Dito isso, é certo que existem tipos de empréstimos para diversas necessidades, como um empréstimo consignado, que é mais comum para aposentados e pensionistas do INSS.

Sendo assim, se você quer saber mais sobre as modalidades de empréstimo, a fim de entender qual a melhor linha para você, confira este artigo até o fim.

Boa leitura!

O que é um empréstimo?

Um empréstimo é um contrato entre o cliente e sua instituição financeira, em que ele vai receber um valor da instituição financeira para pagar em um prazo determinado no momento do acordo.

No entanto, haverá a devolução do dinheiro à instituição financeira, com a taxa de juros acordada e, na maioria dos casos, em parcelas definidas no momento do contrato. 

Além disso, essa contratação pode ser feita para atender a vários objetivos, sejam eles emergenciais ou não, como o pagamento da fatura de um cartão de crédito, dívidas com bancos ou até financiar a compra de uma casa ou carro.

Principais tipos de empréstimo

O empréstimo é uma linha que, atualmente, tem se tornado frequente para o consumidor, porém, antes de tomar a decisão de contratar um, é importante conhecê-lo bem, assim como para todo tipo de serviço financeiro.

Por isso, confira a seguir quais são os principais tipos de empréstimo e qual se encaixa melhor para você!

1. Empréstimo pessoal

Um empréstimo pessoal é o tipo mais comum e está disponível para todos os consumidores que têm conta corrente no banco.

Para fazer a solicitação, é necessário preencher uma ficha de avaliação para verificar o limite de crédito disponível.

Além disso, o cliente não precisa oferecer uma garantia para o pagamento, porém, está sujeito à análise de crédito. É importante destacar, também, que os juros dessa modalidade de empréstimo não são baixos.

Caso você tenha interesse em um empréstimo pessoal, uma excelente opção de instituição é a NoVerde, pois ela oferece excelente condições a um baixo custo e em uma processo bastante simplificado.

2. Empréstimo consignado

O empréstimo consignado (ou crédito consignado) é uma modalidade de crédito em que o valor da parcela vai ser descontado diretamente do salário, aposentadoria ou pensão do contratante.

Por esse motivo, as taxas de juros são menores ao comparar com outro tipo de empréstimo, pois o risco que a instituição corre por falta de pagamento é menor.

No entanto, essa modalidade de empréstimo está disponível apenas para:

  • Servidores públicos (ativos, aposentados ou dependentes);
  • Aposentados e pensionistas do INSS; e
  • Empregados do setor privado.

3. Empréstimo com garantia

Um empréstimo com garantia funciona como um empréstimo pessoal, no entanto, ao contrário do pessoal, a instituição que disponibiliza o crédito precisa de uma garantia.

Por exemplo, para fazer a contratação, a instituição utiliza algum bem que você possua, como um automóvel, como é o caso dos empréstimos com garantia de veículo, ou um imóvel.

Sendo assim, caso não haja pagamento das parcelas, esse bem que foi dado como garantia pode ser tomado.

Portanto, os juros desse tipo de empréstimo são menores, uma vez que o banco não sai totalmente no prejuízo caso você não consiga arcar com as parcelas.

4. Crédito rotativo

O crédito rotativo é um tipo de crédito que a instituição financeira pode oferecer, uma vez por mês, aos clientes de cartão de crédito que não conseguem arcar com o valor total de uma fatura.

Por exemplo, se o usuário do cartão conseguir pagar somente o valor mínimo da fatura, o valor em aberto virá na fatura seguinte, com juros.

Essa é, no entanto, uma das taxas de juros mais elevadas segundo o Banco Central.

5. Cheque especial

O cheque especial se trata de um empréstimo pré-aprovado, disponível para uso desde a abertura da conta.

Além disso, essa é uma modalidade de empréstimo conhecida por ser mais prática que os outros, além de não precisar de uma comprovação de renda.

Pela facilidade do uso, a taxa de juros do cheque especial, assim como as do crédito rotativo, é uma das mais altas do mercado.

6. Crédito estudantil

Essa é uma modalidade de crédito concedida a estudantes universitários que não podem arcar com a mensalidade dos estudos.

O FIES, por exemplo, é uma opção de crédito estudantil pública e concedida pelo governo. No entanto, esse crédito pode ser também privado, adquirido através de instituições financeiras especializadas em financiamentos estudantis.

Por isso, se você deseja fazer um curso de nível superior e não tem como arcar com as parcelas, pesquise bem as opções de crédito estudantil disponíveis e esteja, também, bem informado dos juros.

7. Crédito consolidado

A consolidação de crédito é um tipo de serviço que permite acumular várias prestações em uma só.

Por exemplo, pode servir para o caso de você estar com dificuldades financeiras e deseja englobar parte ou todos os seus créditos em um único.

Nesse caso, estará disponível apena uma prestação com valor inferior à soma de todas as prestações individuais, e pode ser um bom negócio.

No entanto, há a necessidade de um fiador para aderir ao empréstimo para os casos de prestação atrasada e, além disso, há menos juros para pagar.

Por outro lado, a dívida pode levar mais tempo para ser quitada, pois o valor total a ser abatido é maior.

8. Crédito auto

O crédito auto é, de maneira simples, um crédito oferecido pelas instituições financeiras para a compra de veículos, sejam esses para uso pessoal ou uso comercial, novos ou usados.

Além disso, sua taxa de juros é prefixada, ou seja, os juros permanecem os mesmos até o fim das parcelas.

9. Crédito habitacional

O crédito habitacional é uma modalidade usada por muitas pessoas que têm o mesmo sonho: adquirir a casa própria.

Além da aquisição, esse crédito também pode ser concedido para pessoas que desejam, também, construir ou reformar suas habitações.

Em caso de atraso das parcelas, é necessário ao consumidor ficar cauteloso em relação à multa e aos juros cobrados, pois a multa não pode ser maior que 2% em relação ao valor total da dívida.

10. Antecipação de 13º salário

Apesar de muitas pessoas confundirem, a antecipação do 13º se trata de um tipo de empréstimo.

Nessa modalidade, o banco oferece um valor que, mais na frente, será debitado durante o período de pagamento do 13º salário do solicitante.

Essa antecipação é feita pelo banco em que o consumidor tem uma conta ativa. Porém, é importante contratar esse crédito quando realmente houver necessidade, uma vez que não é possível saber a situação financeira futura.

11. Antecipação da restituição do Imposto de Renda

É possível solicitar a antecipação da restituição do Imposto de Renda, mas é importante saber que essa solicitação se trata de um empréstimo.

Antes de fazer o requerimento, no entanto, é importante pesquisar bem qual a taxa de juros que pode ser cobrada. Há bancos que cobram, por exemplo, que cobram 1,43% ao mês.

Qual o melhor tipo de empréstimo?

Agora que você conhece os principais tipos de empréstimo, chegou a hora de refletir e entender quais as suas necessidades para que haja uma escolha eficiente.

Se você quer, por exemplo, comprar uma casa, um carro ou quitar uma dívida, é importante fazer um planejamento financeiro para ter objetivos bem definidos para o dinheiro.

Afinal, é fácil não ter controle financeiro com uma quantia em dinheiro disponível sem uma finalidade específica. Portanto, tenha em mente que é para algo importante para você.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão, deixe nos comentários. Nosso time de especialistas está pronto para te responder. Confira, também, os conteúdos sobre educação financeira no canal do Mobills no YouTube!



Escrito por Ranielle Oliveira Analista de conteúdo

Experiente na área de revisão de textos, criadora de conteúdo de finanças pessoais para o Instagram @mobillsedu e apaixonada por escrever textos com uma linguagem clara e de fácil entendimento para os leitores.

  • Graduanda em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.

Assine a Newsletter Mobills
Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.


.