Escolher uma boa corretora de valores é fundamental para quem quer começar a investir seus recursos. Portanto, nós vamos te auxiliar nesse processo.

Imagem de uma pessoa mexendo no home broker de uma corretora de valores

A decisão de começar a investir é muito importante e deveria ser considerada por todos os brasileiros.

Contudo, para que possamos fazer isso da melhor maneira possível, precisamos saber quais ativos escolher, qual é o nosso perfil de investidor, quais são nossos objetivos etc.

Nesse processo, escolher uma boa corretora de valores é essencial.

Essa escolha não vai determinar nosso sucesso ou nosso fracasso, mas, sem dúvida, facilitará bastante a conquista de nossas metas e a construção do nosso patrimônio.

Por isso, você precisa saber quais são os critérios a serem levados em consideração na seleção de uma boa corretora.

Neste artigo, você vai aprender:

  • O que é uma corretora de valores;
  • Quais serviços as corretoras de investimentos prestam;
  • Diferentes tipos de investidor e a melhor corretora para cada um deles;
  • Como escolher a melhor corretora;
  • As 10 corretoras mais bem avaliadas de 2020;
  • Como abrir conta em uma corretora de valores mobiliários.

Então, vamos começar entendendo alguns conceitos.

Boa leitura!

O que é uma corretora de valores

Uma corretora de valores é uma instituição do sistema financeiro fiscalizada pelo Banco Central.

Sua função é intermediar a relação entre o investidor e o mercado de capitais.

Essa intermediação é necessária porque o investidor Pessoa Física não consegue acessar diretamente os ativos financeiros.

Contudo, há muitos anos as corretoras de investimentos deixaram de servir apenas como intermediadoras.

Hoje, elas oferecem diversos outros serviços que auxiliam o investidor no processo de aplicação dos seus recursos.

Apesar de toda a evolução dessas instituições nos últimos anos, ainda é necessário fazer uma escolha criteriosa da(s) corretora(s) que iremos usar.

Essa criteriosidade se deve ao fato de que existem corretoras para diferentes tipos de perfil e que se adequam às mais diferentes estratégias.

Portanto, devemos escolher aquela que mais se adequa aos nossos objetivos.

Para isso, precisamos conhecer alguns serviços que as corretoras prestam.

Serviços prestados por uma corretora financeira

Perfil do investidor

Normalmente, ao criar uma conta em uma corretora, esta disponibiliza um formulário com uma série de perguntas sobre a situação financeira, os objetivos e o conhecimento do investidor.

Esse questionário ajudará a identificar o perfil de risco do investidor para que a instituição possa direcioná-lo aos ativos mais adequados.

Recomendações

Em muitas instituições, existe uma equipe de analistas e consultores financeiros que trabalham fazendo relatórios e estudando empresas para poderem indicar ativos e informar o investidor.

Nesse sentido, um serviço muito comum oferecido pelas corretoras de valores é a recomendação de aplicações financeiras específicas.

O objetivo é facilitar a tomada de decisão do investidor iniciante que não tem muito conhecimento sobre ativos financeiros.

Contudo, essas recomendações não são úteis apenas para quem não sabe construir um portfólio, mas até para o investidor avançado que já tem uma estratégia particular.

Por isso, podemos dividir essas recomendações em duas classes:

Específicas

Após analisar o perfil do investidor, a corretora poderá recomendar ativos específicos que se adequam aos objetivos deste.

Por exemplo, se alguém tem um perfil mais conservador, a corretora vai indicar ativos de baixo risco.

Caso alguém queira aplicar em um ativo que não seja adequado ao seu perfil, o investidor terá que assinar um termo de responsabilidade.

Gerais

As recomendações gerais combinam com aqueles investidores que já têm uma estratégia, então buscam aplicações que estejam de acordo com esta.

Por exemplo, se alguém tem uma estratégia de investir em empresas de crescimento, a corretora financeira pode disponibilizar uma série de companhias que tenham essa característica.

Portanto, existem carteiras recomendadas de dividendos, fundos imobiliários, empresas no exterior etc.

Essa diversidade vai variar de acordo com cada corretora.

Relatórios

Além das recomendações, algumas corretoras oferecem relatórios sobre companhias individuais, sobre setores específicos e/ou sobre a economia.

O objetivo desse serviço é capacitar o investidor a tomar as melhores decisões de investimento.

Esses relatórios são muito úteis também porque ajudam o investidor a ter uma criticidade para fazer suas próprias análises.

Além disso, o investidor pode tirar mais proveito desse serviço ao abrir contas em diferentes corretoras.

Assim, terá acesso a mais relatórios com diferentes perspectivas.

Conteúdo

Algumas instituições disponibilizam lives, ebooks, vídeos, artigos etc. para que o investidor se capacite e aprenda mais sobre mercado financeiro, economia, finanças, contabilidade ou qualquer outro assunto correlato.

É muito benéfico para a formação do investidor que ele se utilize dessas ferramentas.

Simuladores

Esse serviço é muito útil porque permite que o cliente faça simulações dos seus investimentos e, assim, avalie e compare as aplicações financeiras.

Normalmente, essas simulações são possíveis somente nos ativos de renda fixa, pois neles é possível determinar o fator de rentabilidade no momento da aplicação.

Plataforma de investimentos

Todas as corretoras de valores disponibilizam uma plataforma de investimentos para que possamos ter acesso aos ativos do mercado financeiro.

Contudo, essas plataformas não são iguais, pois algumas instituições que são voltadas ao investidor experiente podem disponibilizar ferramentas mais complexas e menos didáticas.

Por outro lado, as corretoras voltadas para o investidor iniciante disponibilizam uma plataforma mais simples e compreensível.

Ferramentas de análise

De acordo com a evolução do investidor em conhecimento e experiência, ele vai se tornando capaz de fazer as análises dos ativos por conta própria.

Portanto, algumas corretoras disponibilizam ferramentas que mostram indicadores que permitirão ao investidor avaliar a viabilidade uma aplicação.

Fóruns de discussão

Por fim e não menos importante, algumas corretoras oferecem aos investidores um canal de comunicação e discussão com outros investidores.

Essas comunidades são muitos proveitosas à medida que as pessoas podem discutir teses de investimentos e aprender uns com os outros.

Diante do que foi dito, podemos ver que existem várias funcionalidades que poderão ser usufruídas pelo investidor.

Agora, precisamos conhecer os diferentes tipos de corretoras.

Corretora de valores para cada investidor

Sabemos que, no mercado financeiro, existem inúmeros investidores com as mais diferentes estratégias.

Portanto, cada um deles tem necessidades distintas que serão atendidas por diferentes tipos de instituições.

Nesse sentido, é essencial que conheçamos essas necessidades que cada tipo de investidor tem para que saibamos o que procurar quando formos escolher uma corretora.

Investidor iniciante

Aquele que está começando aplicar os seus recursos e não tem muita experiência necessita de uma plataforma simples e didática.

Caso o investidor iniciante se depare com ferramentas muito complexas, ele pode se desestimular e acabar desistindo da jornada.

Por isso, é importante que aquele que está começando escolha uma corretora muito usual.

De preferência, que disponibilize conteúdos de educação financeira e recomendações de investimento.

Investidor experiente

Aquele que já tem mais conhecimento e experiência no mercado financeiro necessita de uma plataforma mais completa, com ferramentas de análise e relatórios.

Investidor técnico

Esse tipo de investidor se utiliza de gráficos e indicadores para tomar suas decisões de investimento.

Além disso, ele realiza operações de curto prazo, ou seja, compra e vende ativos em um curto intervalo de tempo.

Portanto, ele necessidade de uma plataforma que seja ágil, pois precisa de uma atualização constante dos preços dos ativos, e completa.

Investidor fundamentalista

Aquele que investe para o longo prazo.

Para isso, ele analisa os múltiplos de uma empresa.

Portanto, necessita de ferramentas de análise para que seja capaz de avaliar a qualidade de uma empresa e de um setor.

Essas são algumas prioridades de cada tipo de investidor, mas não significa que um investidor iniciante não queira também receber relatórios por parte da corretora, por exemplo.

Além disso, você pode ser iniciante e ao mesmo tempo desejar investir baseado em fundamentos.

Ou então, você pode separar parte dos seus recursos para operar no curto prazo e parte para investir no longo prazo.

Logo, essas classificações servem para nortear o investidor, não para o limitar.

Sabendo disso, podemos analisar os critérios para escolher a melhor corretora.

Como escolher a melhor corretora de valores

Quando falamos em melhor corretora financeira, não significa que existe uma melhor corretora absolutamente, mas sim uma que se adequa melhor às nossas necessidades.

De qualquer forma, precisamos analisar alguns critérios para que possamos escolher a corretora ideal:

Confiabilidade

É necessário que o investidor verifique se a corretora é regulada e certificada pelos órgãos competentes.

Certificada pela B3

A B3 é a nossa bolsa de valores. Portanto, é fundamental verificar se a corretora está habilita pela operar no ambiente de bolsa.

É possível verificar as instituições credenciadas pelo site da própria B3.

Banco Central

O Banco Central é o órgão responsável pela regulação das corretoras.

Também é possível verificar quais corretoras estão autorizadas a atuar através do próprio site do Banco Central.

Tesouro Direto

Se você quiser comprar títulos públicos, também precisa verificar se a corretora é autorizada a operar no Tesouro Direto.

Para isso, é só verificar quais são as corretoras habilitadas a negociar títulos públicos no site do próprio Tesouro.

Preço

Esse, talvez, seja o critério mais observado pelos investidores, pois ninguém gosta de pagar taxas.

Contudo, precisamos entender também que essas taxas são a remuneração de um serviço melhor, ou seja, se quisermos uma corretora mais completa, as taxas são a consequência inevitável.

As principais taxas cobras pelas corretoras são:

Taxa de corretagem

Basicamente, é o valor a pagar por cada operação que você fizer na bolsa de valores.

Taxas de custódia

Toda corretora de valores é responsável por armazenar os ativos do investidor, então ela pode cobrar um valor por esse serviço.

Taxas de abertura e manutenção de conta:

O mais comum é a cobrança de uma taxa de manutenção, ou seja, um valor a pagar por ter a conta.

Com a evolução do sistema financeiro e com a crescente concorrência no setor, foi possível observar nos últimos anos uma guerra de preços entre as corretoras.

Então, é cada vez mais comum vermos instituições com taxas baixíssimas ou taxa nenhuma.

A seguir, vamos apresentar uma tabela com as principais corretoras do país com as suas respectivas taxas.

Taxas cobradas pelas corretoras

Corretora\Taxa*CorretagemCustódia
ClearNão cobraNão cobra
RicoNão cobraNão cobra
ToroNão cobraNão cobra
XPR$ 18,90 para swing trade e entre R$ 8 e R$ 12 para day trade e opções3,9% sobre o valor da taxa de corretagem
InterNão cobraNão cobra
EasynvestR$ 4,99 lote integral / R$ 2,49 lote fracionárioNão cobra
ModalmaisR$ 1,99Não cobra
BTG PactualTarifa regressiva: de 7,90 a R$ 0,50 por ordem, dependendo do número de operações no mêsNão cobra
* Dados recolhidos no dia 08/02/2021 e sujeitos a mudanças. Para mais detalhes, verificar sites das corretoras correspondentes.

Serviços

Ao abrir uma conta em uma corretora, é indispensável que você compare os serviços prestados pela instituição com as suas necessidades.

Portanto, veja a opiniões de clientes sobre a plataforma, verifique se a corretora tem carteira recomendada ou relatórios, analise o conteúdo educacional ou qualquer outra funcionalidade que te seja útil.

Produtos

O ideal é que a corretora ofereça uma grande quantidade de produtos, pois, assim, você terá mais opções de ativos para construir uma carteira de investimentos.

Por isso, verifique, prioritariamente, a variedade de títulos de renda fixa e de fundos de investimentos que a corretora oferece.

Atendimento

Uma parte fundamental da experiência do investidor com a corretora é o atendimento.

Como qualquer empresa, a corretora pode apresentar problemas técnicos e operacionais que podem ser prejudiciais àquele que quer aplicar seus recursos.

Portanto, um atendimento rápido e eficiente é essencial para que os problemas sejam solucionados.

Se você levar em consideração todos esses critérios e ponderá-los de acordo com as suas necessidades, com certeza você será bem sucedido.

Ademais, considere ter mais de uma corretora, pois muitas delas se complementam.

Levando em consideração alguns desses critérios, quais são as melhores corretoras?

As 10 corretoras mais bem avaliadas de 2020

Considerando as avaliações dos clientes e o número de reclamações, podemos fazer uma lista com as 10 melhores corretoras do Brasil em 2020.

10. Guide Investimentos

9. Toro Investimentos

8. Órama

7. Genial Investimentos

6. Clear

5. Easynvest

4. XP Investimentos

3. Nova Futura

2. Rico

1. BTG Pactual

Além disso, segundo o prêmio iBest de 2020, a melhor corretora do Brasil escolhida pelos clientes foi a Easynvest e a escolhida pelo júri da academia do prêmio foi a XP Investimentos.

Como abrir conta em uma corretora

O processo de abertura de conta é padronizado entre a maioria das corretoras.

Normalmente, os documentos solicitados são:

  • RG/CPF;
  • Comprovante de endereço

Além disso, você precisará preencher todos os dados referentes a informações pessoais, profissionais e financeiras.

Apesar dessa padronização, algumas corretoras são mais burocráticas que outras e o tempo de confirmação do cadastro também difere dentre as instituições.

Entretanto, fique atento! Quando você estiver criando sua, seus dados bancários serão solicitados.

Nessa etapa, é importante que você cadastre a conta bancária que será usada para fazer as transferências para a corretora.

Caso você cadastre uma conta diferente, suas transferências não serão reconhecidas pela instituição.

Pronto, você criou sua conta.

Após isso, a corretora vai disponibilizar para você uns dados bancários para os quais você vai transferir o dinheiro.

Então, quando você quiser depositar dinheiro na corretora, você precisa preencher com esses dados fornecidos pela corretora.

Ao fazer esse processo corretamente, em poucos minutos, os recursos aparecerão como saldo na corretora.

Agora, é só escolher os ativos e começar a investir.

Não esqueça dessas dicas!

Como foi dito, escolher uma boa corretora de investimentos facilitará bastante nosso processo de aplicação financeira.

Portanto, é essencial que sigamos essas dicas e tenhamos a criticidade para escolher aquela que mais se adequa ao nosso perfil.

Sem dúvida, se seguirmos esses passos, seremos muito bem sucedidos como investidores.

Ainda com dúvidas?

Caso tenha restado alguma dúvida, deixe nos comentários para que possamos saná-las.

Se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.

Postado em: Corretoras


1 comentário publicado nesse artigo

    Avatar
    12/02/2021 às 19:02

    Vai ter alguma restrição ou bloqueio do recurso financeiro pra quem não faz declaração do imposto de renda?

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário

Escrito por Marcos Vitor

Experiência como vendedor, pesquisador, líder, palestrante, professor, analista e consultor. Sou um amante dos investimentos e quero ajudar muitas pessoas através do conhecimento nessa área.


    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    Logo Mobills
    Mobills Google Play
    Mobills Apple Store
    Mobills Web