Pesquisar Fechar Menu
Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills

Cálculo de Décimo Terceiro Salário

Tem dúvidas sobre o valor do seu décimo terceiro salário? Descubra o valor exato que você deverá receber com a calculadora de 13º salário!

Cálculo de 13° Salário
R$
Resultado
EventoRef.ProventosDescontos
Valor Parcela Bruto--
Abono pecuniário--
1/3 Abono pecuniário--
Adiantamento 1ª Parcela 13º--
INSS-
IRRF0,00%-R$0,00
Totais
Conheça os melhores bancos digitais para guardar o seu 13º
Compartilhar resultado
Clique no botão para copiar o link abaixo:
Ou compartilhe direto nas redes sociais:
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.

Um dos benefícios mais esperados pelos trabalhadores quando chega o fim de ano, seja para quitar dívidas ou comprar o tão esperado presente de Natal. Sendo assim, importante aprender a fazer o cálculo do décimo terceiro.

Assinada pelo presidente João Goulart a Lei 4.090 está em vigor desde 1962, beneficiando todos os trabalhadores que possuem registro em carteira.

É muito comum surgir a dúvida de como é calculado o 13º terceiro. Você sabe que vai recebê-lo, mas não sabe qual a quantia correta. Então continue lendo e aprenda a realizar o cálculo.

Cálculo de 13º (Décimo Terceiro) Salário

Como utilizar a calculadora de décimo terceiro

  1. Adicione o valor bruto do seu salário;
  2. Em seguida, informe número de dependentes;
  3. Coloque também, o número de dias trabalhados;
  4. Por fim, escolha entre primeira, segunda ou parcela única e clique em “Calcular”.

O que é o 13º salário?

O décimo terceiro salário é uma gratificação de fim de ano que foi instituída no Brasil pela Lei 4.090, e garante que o trabalhador (que possui carteira assinada) receba o correspondente a 1/12 da remuneração por mês trabalhado.

Ou seja, é como se fosse o pagamento de um salário extra ao funcionário no fim de ano.

A partir de quinze dias de serviço, o trabalhador já passa ter direito a receber o seu 13º salário. Aposentados e pensionistas do INSS também estão aptos para receber a gratificação.

Como calcular o décimo terceiro salário?

O cálculo é bem simples, você divide o seu salário integral por 12 e depois multiplica o resultado pelo número de meses trabalhados (durante o ano).

As horas extras, adicionais de insalubridade e noturno e as comissões também entram no cálculo da gratificação.

Por exemplo: o seu salário integral é de R$ 3.200 e você trabalha a apenas 5 meses na empresa, então será 3.200 dividido por 12, cujo resultado você multiplica por cinco. O resultado final, ou seja, o seu 13º salário será R$ 1.333,33.

Quem tem direito ao 13º salário?

Todos os trabalhadores com carteira assinada, trabalhadores rurais, temporários, funcionários públicos e empregados domésticos.

Além disso, aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) também têm direito, mas recebem antes.

No entanto, se o trabalhador tiver mais de 15 faltas não justificadas em um mês de trabalho, ele deixa de ter direito a receber o benefício.

Dessa maneira, o trabalhador também terá direito a receber a gratificação quando seu contrato de trabalho por encerrado em qualquer modalidade, exceto dispensa por justa causa.

Quando o 13º deve ser pago?

O décimo terceiro salário deve ser pago pelo empregador em duas parcelas. Segundo a legislação, a primeira parcela deve ser paga entre o dia 1º de fevereiro e o dia 30 de novembro.

No entanto, a segunda parcela, deve ser paga até o dia 20 de dezembro, tendo como base de cálculo o salário de dezembro menos o valor adiantado da primeira parcela.

Contudo, se a data máxima de pagamento da gratificação cair em um domingo ou feriado, o empregador deve antecipar o pagamento para o último dia útil anterior.

Atenção: o pagamento em uma única parcela é ilegal, estando o empregador sujeito à multa. Muitas pessoas não sabem disso e geralmente querem pagar os funcionários em uma única parcela em dezembro.

O que acontece se a empresa não pagar no prazo?

Se não depositar a primeira parcela até 30 de novembro, a empresa pode ser multada. A multa é de R$ 170,00 por empregado, e o valor dobra em caso de reincidência.

Sendo assim, esse dinheiro é pago ao Ministério do Trabalho e não aos trabalhadores. É preciso que o trabalhador denuncie a empresa ao Ministério do Trabalho para que seja feita uma fiscalização.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Para te ajudar e esclarecer todas suas dúvidas, separamos mais algumas questões sobre o assunto, veja:

O valor recebido pelo trabalhador de décimo terceiro é a somo do salário dividido pelos meses trabalhados. Parece complicado não é? Mas veja como é simples:

  1. Divida o salário recebido por 12;
  2. Então, multiplique o resultado pelo número de meses trabalhados;
  3. Esse é o valor que você pegará de 13º.

A empresa pode optar por antecipar a 1ª parcela do décimo terceiro entre os meses fevereiro e novembro. No entanto a 2ª parcela do pagamento, deve obrigatoriamente ser depositada até dia 20 de dezembro.

Contudo, o trabalhador tem ainda, a opção de solicitar o adiantamento em bancos e financeiras, pagando uma taxa de juros. Para isso, procure seu banco e consulte a disponibilidade.

Tem direito ao 13º trabalhadores assalariados, rurais ou urbanos, trabalhadores avulsos, domésticos, aposentados e pensionistas do INSS.

Têm direito ainda, quem tenha recebido durante o ano vigente, algum benefício do INSS, como auxílio doença, reclusão ou acidente.

Por lei, ele deve ser pago em 2 parcelas. Sendo a primeira e entre os dias 1º de fevereiro e 30 de novembro. Sendo assim, a 2ª parcela deve ser paga até dia 20 de dezembro.

No entanto, a maioria das empresas tem como regra realizar os pagamentos nos dias:

  • 1ª parcela: 30 de novembro;
  • 2ª parcela: 20 de dezembro.

Para aposentados e pensionistas o pagamento também é feito em duas parcelas. No entanto, as datas para pagamento são divulgadas em um calendário no começo de cada ano.

Além disso, o INSS diferencia os pagamentos de beneficiários que recebem até 1 salário mínimo dos que tem um valor maior de benefício.

É possível consultar as datas corretas pelo site Meu INSS ou aplicativos do órgão, disponíveis para Android e iOS.

Caso o 13º não cai nas datas previstas, é preciso procurar o departamento pessoal ou RH da sua empresa e notificar o atraso.

Por outro lado, empresas que atrasam o pagamento devem pagar uma multa de R$170,00 por cada trabalhador que deixou de receber o benefício.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.


4 comentários publicados nesse artigo
    25/11/2021 às 09:27

    Hoje ja é 25 de novembro, e ainda nao recebi o decimo terceiro. se eles nao pagarem esse mes, gera algum acrescimo nas parcelas tbm ?

      25/11/2021 às 10:17

      Olá, Joaquim. É importante verificar se a sua empresa não paga o 13º em somente uma parcela em dezembro. De todo modo, se ela não tiver pago em novembro, pode pagar em dezembro normalmente, sem multa ou juros.

    20/10/2021 às 12:10

    Estou desempregado e trabalho como porteiro para não ficar parado, e ganho as vezes R$ 800,00 às vezes R$ 600,00 e já mandei muitos currículos e até hoje não consegui emprego.

      21/10/2021 às 11:33

      Olá, Laurindo. Você pode assistir nosso vídeo sobre como montar um currículo que aumente suas chances de ser chamado para uma entrevista. Além disso, você pode buscar capacitação para melhorar suas competências.

.