Melhores Melhores Melhores Ferramentas Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills

Calculadora de Custo de Funcionário

Utilize a calculadora de custos de funcionário e saiba quais são os custos básicos de um profissional para a empresa!

Cálculo do custo de funcionário

Como utilizar a calculadora custo de funcionário

  1. Na calculadora de Custo de Funcionário, adicione o valor de salário mensal;
  2. Em seguida, adicione o valor do vale-refeição;
  3. Informe o valor pago pelo plano de saúde;
  4. Adicione o valor do vale-transporte;
  5. Por fim, informe a soma dos valores de outros benefícios (como ajuda de custo, etc.).

Quais os principais custos de um funcionário para a empresa?

Além do salário, que é a remuneração base de um colaborador, existem outros custos de um funcionário para a empresa da qual ele faz parte.

Afinal, existem encargos e tributos, além de benefícios previstos por lei, na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). A seguir, confira alguns deles.

  • Salário: como dito, o salário é a remuneração base que, por lei, em um regime CLT, não deve ser menor que R$1.412; 
  • Benefícios: vantagens adicionais que a empresa oferece aos funcionários, como plano de saúde, vale-alimentação, vale-transporte, seguro de vida, etc;
  • Impostos e taxas: tributos que a empresa deve pagar para se manter regular, como o Imposto de Renda, ICMS, entre outros; 
  • Encargos sociais: os encargos são impostos e contribuições obrigatórias que a empresa precisa pagar sobre o salário do funcionário, como FGTS, PIS/PASEP, INSS, etc;
  • Capacitações e treinamentos: algumas empresas fazem investimentos de qualificação do quadro de funcionários, com objetivo de desenvolver ainda mais suas habilidades e competências;
  • Equipamentos de trabalho e infraestrutura: esses custos são relacionados à compra de material para que o funcionário possa, plenamente, realizar as atividades de trabalho, como computador, demais itens de informática – caso necessário – ajuda de custo para internet, energia, etc.

Como calcular o custo de um funcionário para a empresa?

Existem especulações acerca do valor de um funcionário para a empresa, como as que afirmam que pode chegar a ser o dobro ou o triplo do próprio salário.

Porém, para chegar até o valor exato, é necessário saber qual o regime tributário que a empresa utiliza: Simples Nacional ou Lucro Real.

A seguir, saiba como calcular cada um desses regimes.

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário simplificado, comum para micro e pequenas empresas, que unifica o recolhimento de impostos e contribuições.

Ou seja, ao optar por esse regime, micro e pequenas empresas do Brasil pagam os impostos – sejam os municipais, estaduais ou federais – por meio de uma guia única, com alíquotas melhores.

O valor da guia, por sua vez, é calculado com base na receita bruta da empresa, que varia de acordo com o serviço prestado.

Confira os custos obrigatórios, os quais são necessários para calcular o custo de um funcionário para a empresa:

  • FGTS (8% do salário bruto mensalmente);
  • adicional de férias;
  • 13º salário.

Além desses custos, é possível somar, ainda, outros benefícios oferecidos pela empresa, como o vale-transporte, alimentação ou refeição, ajuda de custo, plano de saúde e outros mais.

Lucro Real ou Lucro Presumido

Nesse regime, além dos custos citados anteriormente, como FGTS, adicional de férias e 13º salário, deve-se levar, para o cálculo, em consideração também:

  • contribuição patronal – 20% ao INSS;
  • SAT (Seguro Acidente de Trabalho) – 1 a 3%;
  • salário educação – 2,5%;
  • sistema S – 3,3% para o SEBRAI, SESI E SENAI;
  • alíquota de terceiros (SENAI, Incra, SEBRAE ou SESI).

Assim, é possível ver que utilizar uma Calculadora de Custo de Funcionário é mais simples, uma vez que a ferramenta é automatizada e oferece o resultado em menos tempo, com menos trabalho.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Qual é o custo mensal de um funcionário para a empresa?

Quais são os descontos no salário de um trabalhador?

Como calcular o custo de um funcionário para a empresa?

VEJA TAMBÉM: Calculadora de Contribuição do INSS

Compartilhe este conteúdo


.