outros
epico
Não
semestral

Como poupar dinheiro ganhando pouco? Veja 15 dicas para economizar todo mês!

Aprender como poupar dinheiro é essencial na estratégia de liberdade financeira. Mesmo ganhando pouco é possível guardar dinheiro todo mês. Confira as dicas!

Artigo escrito por Carlos Terceiro em 22 de Setembro de 2021

Você já se perguntou… Como poupar dinheiro todo mês mesmo ganhando pouco?

Saber como economizar dinheiro é mais importante do que ganhar muito dinheiro. Sabe por quê? Por que muitas pessoas que possuem altos níveis de ganhos e não poupam nada, terão problemas no futuro.

Já as que guardam todos os meses um pouco, podem alcançar a liberdade financeira muito mais rápido, mesmo ganhando menos.

Aqueles que constroem seus patrimônios aos poucos têm maiores chances de serem bem sucedidos na tarefa de constituir uma poupança sólida para uma aposentadoria confortável.

Isso porque, ao longo do tempo em que esta pessoa está economizando uma parte de sua renda todos os meses, ela pode ir desenvolvendo conhecimentos sobre investimentos, aplicando os valores poupados de forma inteligente, fazendo o dinheiro trabalhar sozinho através dos juros compostos.

Agora imagine um ganhador de loteria que, sem nenhuma educação financeira, ganha milhões de uma vez só.

Muito provavelmente, essa pessoa mesmo com muito dinheiro, cometerá erros terríveis, chegando inclusive a gastar toda a fortuna, o que já aconteceu várias vezes na história dos ganhadores da loteria.

Claro, que para aqueles que já exercitam o hábito de juntar dinheiro e buscam constantemente conhecimento na área de finanças o desfecho da história seria diferente.

No entanto, com os exemplos citados em mente, saiba que para ter sucesso financeiro mais vale ter conhecimento e constância do que muito dinheiro.

Então, vamos te ajudar a trilhar este caminho de obter mais conhecimento de como poupar dinheiro todo mês e quanto juntar.

Como poupar dinheiro mensalmente?

Cofre representando como poupar dinheiro

Por que poupar?

Dois são os motivos principais para se poupar dinheiro mensalmente: independência financeira e maior qualidade de vida.

Para atingir o primeiro ponto é preciso separar uma parte do seu orçamento mensal e investi-lo para não só multiplicá-lo, como também não permitir que o dinheiro perca poder de compra devido a inflação – aumento persistente e generalizado dos preços.

Poupar dinheiro te dará maior liberdade financeira face a situações de emergência, já que suas reservas poderão te socorrer nestes momentos.

Além de garantir maior realização pessoal, já que planejando seus objetivos financeiros é possível alcançá-los de forma ordenada e progressiva.

Quanto juntar por mês?

Esclarecida a importância de poupar parte da sua renda todos os meses, vamos partir para um valor ou percentual tangível para esta meta.

A quantia ideal para se economizar a cada mês recomendada é a que represente, pelo menos, 10% da sua renda líquida mensal – renda descontada de tributos, impostos e taxas.

No entanto, isso vai depender muito da sua realidade e objetivos financeiros. Por exemplo, no modelo de orçamento 50-30-20, o valor para poupar por mês seria o percentual de 20%.

Depende também da sua possibilidade em poupar valores mensais maiores, quem mora com os pais, têm maiores chances de economizar até 50% de seus ganhos. Situação quase impossível para quem mora sozinho.

Outro ponto importante a se destacar é a ordem que esta economia deve acontecer. Já que é comum que se pague as contas primeiro e só então, com o que sobra, seja feita uma poupança.

Essa prática está errada. Assim que receber o salário, deve-se tirar primeiramente a quantia a ser economizada, só então, proceder aos demais pagamentos e gastos.

Esta prática respeita a uma regra de educação financeira muito importante: pague-se primeiro!

O mais importante é buscar juntar mensalmente pelo menos os 10%. Conforme o hábito for se instaurando, você pode aumentar aos poucos os valores poupados.

Como economizar dinheiro ganhando pouco?

São muitas as formas de poupar dinheiro, mas algumas regras gerais podem ser aplicadas quase que universalmente, como:

  • Crie o hábito de poupar dinheiro. Para ajudar neste objetivo, imagine que seu objetivo mensal é uma mensalidade ou parcela de algo que não pode ser atrasado e o honre com pontualidade;
  • Faça um levantamento de gastos e veja onde é possível cortar despesas, sem comprometer o lazer e a qualidade de vida;
  • Para colocar a dica anterior em prática é importante ter o controle de todas as receitas e despesas do mês;
  • Rendas extras e ganhos inesperados devem ser poupados integralmente, se possível. 

Como economizar dinheiro todo mês?

O povo brasileiro não é culturalmente educado a guardar dinheiro, isso é um fator importante para entendermos, por que a maior parte dos brasileiros não possuem reservas financeiras.

Para conseguir superar essa barreira é preciso que transforme o ato de poupar em um hábito. E, para isso, é preciso que ele seja exercitado constantemente.

Inicialmente, para quem não tem a prática de economizar todos os meses é recomendado que se faça algum tipo de desafio ou aposta com pessoas próximas, uma espécie de brincadeira de quem consegue guardar mais por mais tempo, ou algo do tipo.

Uma competição legal e engraçada, com um prêmio no final isso ajudará seu cérebro a se comprometer mais com o objetivo.

Outra dica é começar com um percentual pequeno da renda e incrementá-lo 1% ou 2% a cada mês até alcançar a porcentagem de poupança desejada por mês.

Se seu orçamento é familiar é importante que todos os envolvidos estejam em sintonia com os objetivos financeiros traçados e ajudem na tarefa de guardar dinheiro todos os meses.

Usando a tecnologia para poupar

Ilustração do app Mobills nas várias plataformas para simbolizar o tema Como cadastrar objetivos no Mobills
Mobills: plataforma de controle financeiro

Guardar dinheiro hoje está bem mais fácil com as carteiras e bancos digitais que, em alguns casos, rentabilizam os valores guardados a 100% do CDI.

Bem melhor que guardar no porquinho ou debaixo do colchão não é mesmo?

No entanto, para poupar é preciso controlar suas contas e para isso existem aplicativos como o Mobills, app de gestão das finanças pessoais, que permite que você gerencie suas receitas e despesas de modo simples.

A função de teto de gastos, por exemplo, ajuda o usuário a saber quanto ainda pode gastar em determinada categoria e o ajuda a manter as despesas em ordem para não se endividar.

Assim, é possível controlar o orçamento e poupar dinheiro todos os meses mesmo ganhando pouco.

Como começar a poupar hoje?

Esperar “o dinheiro sobrar” para começar a poupar é o maior erro financeiro que se pode cometer.

Sempre existirão coisas que você deseja fazer e comprar, se guardar dinheiro for sua última prioridade você acabará sem um centavo sequer.

Saiba que tudo é questão de prioridade, por isso é preciso tirar a parcela a ser economizada primeiro. Entenda esse processo como o seu pagamento!

Sim, pois se você trabalha o mês inteiro para pagar contas e não reserva nenhum valor para realizar seus sonhos, no médio ou longo prazo, isso lhe trará somente frustração.

Por isso, para te ajudar a poupar todos os meses crie seus objetivos e metas, deixando-as bem claras em termos de tempo de conclusão e valores mensais.

Seria parecido com comprar um bem a prazo, mas neste caso, você guarda as parcelas e na hora da compra pode negociar um valor melhor por estar com dinheiro em mãos ou, ainda, se livrar dos juros do parcelamento.

Se quiser começar a poupar aos poucos, baixe o desafio 52 semanas (Android / iOS) e veja como economizar pode ser fácil quando se tem um propósito.

É possível poupar sem se privar

Muitos dos que não possuem o hábito de poupar usam a desculpa de que para guardar dinheiro é preciso se privar de muitas coisas. Ou têm a ideia de que a pessoa que economiza é sempre aquela chata que não topa nada para não gastar.

Mas não é bem assim, na verdade, as reservas financeiras visam justamente manter um bom padrão durante toda a vida do indivíduo.

Pois do que adianta viver uma vida dos sonhos gastando todos os meses cada centavo que se ganha e, muitas vezes, até se endividando, e chegar na fase menos produtiva da vida e ficar dependendo de parentes e conhecidos até para suprir as necessidades mais básicas?

A poupança é, antes de mais nada, uma forma de garantir dignidade e uma experiência de vida completa durante todas as suas fases.

Com planejamento e controle financeiro pessoal é possível fazer boa parte do que se deseja e, ainda, garantir os benefícios citados no longo prazo.

A maior virtude a ser desenvolvida para quem deseja criar o hábito de poupar é a paciência, pois sendo paciente se consegue tudo que se deseja no tempo certo e, na maior parte das vezes, a valores bem mais atrativos.

Dicas de como economizar dinheiro ganhando pouco

Assista o vídeo e confira as 7 melhores dicas para poupar todos os meses

1. Defina seus objetivos financeiros

Conhece o ditado popular que diz que se você não sabe para onde quer ir qualquer caminho serve? Isso se aplica também às nossas finanças pessoais.

Na nossa vida financeira, quando não sabemos o que queremos conquistar com nossas atitudes diárias nos contentamos com tudo que chega até nós.

Na prática, isso pode ser algo bom ou ruim, e depende primordialmente dos hábitos que preservamos no nosso dia a dia.

Sendo assim, conservar esse tipo de atitude pode ser um dos maiores vilões para os seus sonhos. Por isso, é de suma importância conhecer a si mesmo e o que almeja conquistar.

Sabendo disso, transformar os seus sonhos em objetivos financeiros é o primeiro passo a ser dado para mudar sua vida financeira.

Para facilitar ainda mais o processo você pode transformar seus objetivos financeiros em metas, mais simples de serem alcançadas no curto prazo.

Por meio dessa atitude com certeza você se sentirá a cada dia mais próximo(a) do que deseja. Não é o máximo?

Ademais, quando colocada em prática, essa dica pode te fazer economizar dinheiro tanto no curto quanto no longo prazo.

Como definir objetivos financeiros

De maneira simples, um objetivo financeiro pode ser visto como aquilo que dá forma aos nossos sonhos.

Ou seja, se eu sonho com a independência financeira, devo ter como principais objetivos financeiros o aumento da minha renda, a formação de uma reserva de emergência e de uma fonte de renda passiva.

No entanto, além de dar forma dos meus objetivos eu preciso ter consciência do que eu preciso fazer para alcançá-los.

Por exemplo, para montar minha reserva de emergência, eu preciso ter disponível em um momento de crise financeira o equivalente a, no mínimo, 6 vezes os meus gastos mensais.

Logo, se eu gasto R$1 mil por mês, eu preciso ter, no mínimo, R$6 mil guardados em minha reserva financeira.

Agora, para eu conquistar esse objetivo, com base na minha capacidade de poupar dinheiro mensalmente, eu descobri que devo poupar R$250 durante 2 anos para concluir o meu objetivo. Como na imagem abaixo:

objetivos-financeiros-para-economizar-dinheiro-mobills
Tela de objetivos do Mobills

Viu como é simples e importante definir objetivos e metas financeiras para alcançarmos nossos sonhos?

Para me ajudar no acompanhamento dos meus objetivos financeiros eu utilizo o Mobills, uma plataforma completa para controle financeiro.

Por meio da função de Objetivos no Mobills eu consigo registrar a evolução da formação do meu fundo de emergência e quaisquer que sejam meus outros objetivos.

2. Controle o seu fluxo de caixa por mês

Bastante utilizado na área financeira e administrativa, o conceito de fluxo de caixa se aplica muito bem ao assunto desse nosso artigo.

Quando falamos do fluxo de caixa das nossas finanças pessoais nos referimos à entrada e saída do nosso dinheiro.

balanco-financeiro-para-economizar-dinheiro-mobills
Balanço mensal no Mobills

Logo, por meio dessa técnica conhecemos qual nossa capacidade de gastar dinheiro, quais são nossas principais despesas fixas e variáveis e, consequentemente, onde podemos economizar dinheiro.

Para fazer o controle do seu dinheiro você pode utilizar a ferramenta que preferir para o gerenciamento das suas finanças.

Por muito tempo o clássico papel e caneta e as planilhas foram utilizadas com esse intuito. No entanto, nos últimos anos surgiram outras plataformas para facilitar esse controle.

3. Classifique suas despesas em fixas e variáveis

Em síntese, as despesas fixas diferenciam-se das despesas variáveis por não possuírem o seu custo atrelado ao nosso consumo.

Por exemplo, o plano de celular pré-pago é um tipo de despesa fixa, pois o cliente sabe quanto irá pagar mensalmente desde o fechamento do acordo ou contrato.

Já o plano de celular pós-pago varia de acordo com o consumo do cliente, sendo classificado como um tipo de despesa variável.

Sendo assim, para um bom planejamento financeiro, classificar suas despesas em fixas e variáveis, além de dividi-las em categorias, te permite analisar bem quais os seus gastos mensais.

Dessa forma, é possível descobrir quais são as despesas para cortar e otimizar o seu orçamento.

4. Utilize um bom gerenciador financeiro

Ao conhecer as três dicas anteriores, acredito que você percebeu a importância de utilizar um gerenciador financeiro, não é mesmo?

Mesmo não sendo uma ferramenta obrigatória, o uso de um gerenciador financeiro é de extrema importância para o controle do nosso dinheiro.

A exemplo, antes de conhecer o Mobills, eu sempre fiz o controle das minhas finanças em uma agenda onde eu escrevia os meus objetivos, receitas e gastos.

À medida que minha rotina se tornou mais corrida, ficou cada vez mais difícil eu lembrar de cada transação que eu fazia, visto que nem sempre eu estava com um papel na mão para anotar.

Em contrapartida, o celular e o computador tornaram-se o meu principal meio de comunicação e ferramenta de trabalho.

Então, quando conheci o Mobills, gerenciar minhas finanças de qualquer lugar que eu estou transformou a forma como lido com o meu dinheiro.

Agora estou sempre a poucos cliques para registrar e acompanhar a evolução da minha vida financeira.

Sem falar que eu pude analisar de forma mais interativa minhas despesas e cortar aquelas que eu avaliei como desnecessárias.

Por isso, eu não poderia deixar de te dar essa dica essencial: Utilize um bom gerenciador financeiro!

5. Faça um planejamento mensal

Dentre todas essas dicas para economizar mesmo ganhando pouco, fazer um planejamento mensal é, sem dúvidas, uma das mais importantes.

Planejamento financeiro nada mais é do que a organização das suas finanças pessoais com base em sua realidade financeira.

Essa organização permite com que você conheça e tenha controle sobre o seu fluxo de caixa, uma vez que você estabeleceu limites para as suas despesas mensais.

planejamento-financeiro-para-economizar-dinheiro-mobills
Tela de planejamento mensal do Mobills

Existem diversos métodos de orçamento, um dos mais comuns é o método 50-30-20.

Com esse método, você deve destinar 50% da sua renda líquida mensal para gastos essenciais, 30% para desejos pessoais e 20% para investimentos e aposentadoria.

Além deste método existem vários outros. O importante é que você tenha em mente qual a sua capacidade de gastar e o que você de fato precisa para definir o seu orçamento.

6. Elimine gastos desnecessários

Eliminar gastos desnecessários pode ser considerada uma atitude obrigatória para você que quer economizar.

Isso mesmo! Se você quer manter o seu balanço financeiro sempre positivo, você precisa cortar tudo aquilo que não precisa e que somente subtrai no seu orçamento.

Aqui podemos incluir gastos com roupas caras, supérfluos e até pedidos por delivery, por exemplo.

Tenho certeza que você pode esperar um momento de maior estabilidade financeira para comprar uma roupa ou calçado que esteja na moda e que você queira muito.

Além disso, essa é uma ótima oportunidade de você aprender a fazer você mesmo o seu lanche ou refeição favorita em casa para poupar mais, entre outros.

7. Limite o uso do cartão de crédito

cartão de crédito é uma das principais formas de pagamento utilizadas pelos brasileiros.

No entanto, esta ferramenta comum no nosso dia a dia para transações financeiras é também uma das que possui as maiores taxas de juros do mundo.

Dessa forma, o problema está em sua má utilização. Ou seja, o cartão de crédito pode ser o nosso maior aliado ou vilão das nossas finanças, e tudo isso depende das nossas escolhas.

Sendo assim, tome cuidado e limite o uso do cartão de crédito e nunca o utilize como extensão da sua renda.

Busque pagar sempre sua fatura completa e em dia para não perder dinheiro pagando altas taxas de juros.

Aproveite os melhores benefícios dessa ferramenta e faça dela uma aliada no controle do seu dinheiro e facilidade de pagamento em seu cotidiano.

8. Não compre por impulso

Você se considera uma pessoa muito consumista?

Comprar é a ‘válvula de escape’ de milhares pessoas no mundo todo que, tomadas por suas emoções acabam enxergando nas compras o “equilíbrio” que precisam.

Quando o assunto é compras por impulso, considerando que você seja capaz de contornar seus impulsos compulsivos, esse pode ser letal para sua saúde financeira.

Por isso, se você é uma pessoa muito consumista, o recomendado é que evite lugares que incentivem o consumo, como os shoppings centers.

Outra dica super válida é ter sempre o orçamento das suas compras em mãos para que você compre apenas o que foi definido previamente.

9. Renegocie suas dívidas

Se você possui dívidas, o ideal é que se organize para pagá-las imediatamente, dando prioridade àquelas que possuem os juros mais altos.

Isso é explicado quando lembramos que o dinheiro tem valor no tempo e que quanto maior a taxa de juros sobre a dívida, maior será o valor pago de juros no longo prazo.

Dessa forma, uma boa alternativa para economizar dinheiro em suas dívidas consiste em organizá-las para efetuar o pagamento em ordem decrescente de juros.

Antes disso, você pode também buscar renegociar as dívidas com o credor, diminuindo assim a quantia total a ser paga.

Vale destacar nesse ponto a importância de conhecer o valor real de cada dívida e de conversar pessoalmente com o credor.

Você possui dívidas? Quer saber como se livrar delas? Leia o nosso artigo: 5 dicas infalíveis para sair das dívidas e acumular dinheiro!

10. Use cupons de desconto

Quem é que não ama um desconto, não é mesmo?

Eu particularmente adoro e faço questão de receber descontos em compras à vista.

O melhor de tudo é que atualmente é muito fácil encontrar cupons de desconto, principalmente em compras pela internet.

Sem falar da possibilidade de receber cashback – dinheiro de volta, em diversas lojas parceiras de plataformas como o Méliuz.

Se você ainda não conhece, o Méliuz é um dos maiores portais de cashback do Brasil que disponibiliza também cupons de descontos de diversas lojas online do país.

Então, quando o objetivo é economizar dinheiro, usar cupons de descontos e garantir parte do dinheiro de volta em suas compras sempre será uma boa.

11. Faça pesquisas de preço

O preço de cada mercadoria pode variar conforme o estabelecimento em que procuramos.

Desse modo, outra dica essencial para economizar dinheiro é fazer pesquisas de preço antes de comprar qualquer bem ou serviço.

No entanto, em suas pesquisas busque avaliar não somente o preço, mas sim o custo-benefício de cada produto.

Cuidado com o famoso barato que sai caro, tá bem?

Existem muitos produtos com preços diferentes e qualidade semelhantes, bem como alguns com qualidade bastante inferior.

Sendo assim, opte por aqueles que suprem suas necessidades e não extrapolam o seu orçamento.

12. Aprenda a dizer não

Além de libertador, o não é um aliado das nossas finanças pessoais.

Se eu não quero, não preciso nem posso comprar algo, não faz sentido eu comprar. Entende?

Por isso, antes de fazer qualquer compra se pergunte: Eu quero? Eu posso? Eu consigo? O preço está realmente bom?

Se a resposta para uma dessas perguntas for ‘Não’, então não compre.

Aprenda a dizer não àquilo que não lhe agrega e que pode ser prejudicial para os seus objetivos com a certeza de que o seu retorno futuro será bem maior.

13. Busque alternativas para ganhar mais dinheiro

Nem sempre economizar dinheiro é suficiente para alcançar os seus objetivos. Às vezes o que você precisa é de uma nova ou de uma maior fonte de renda.

Portanto, busque alternativas para ganhar mais dinheiro.

Acredito realmente em suas habilidades e em sua capacidade de colocar em prática tudo o que você sabe para aumentar a sua renda.

Eu não te conheço, mas talvez você adore cozinhar para os seus amigos. Em caso positivo, já pensou em monetizar esse seu hobbie?

Ou talvez você goste muito e saiba gerenciar redes sociais. Então, você pode oferecer o seu trabalho para uma empresa interessada no trabalho de um social media.

Não sei se você canta, dança ou joga. Não sei o que você gosta de fazer e faz bem, o que eu sei é que sempre é hora de inovar e utilizar o que você já sabe a seu favor.

Que tal parar um pouco para refletir sobre suas habilidades e descobrir qual o seu potencial para ganhar mais dinheiro?

14. Nunca gaste mais do que ganha

Ao contrário do que você possa imaginar, o quanto você gasta é mais importante do que o quanto você ganha.

Sendo assim, nunca gaste mais do que ganha, tá bem?

Para manter o seu balanço financeiro sempre positivo e economizar dinheiro, você precisa ter suas receitas sempre superiores às suas despesas.

Além disso, monte um planejamento financeiro, corte despesas desnecessárias e evite comprar por impulso para ter uma quantia para investir em seus objetivos todos os meses.

15. Invista o seu dinheiro

Graças ao amplo acesso à informação, investir nunca foi tão simples e acessível.

Portanto, se você sonha com a independência financeira, você precisa buscar fontes de renda passiva.

Renda passiva nada mais é do que um tipo de fonte de renda que não depende da nossa energia para multiplicar o nosso patrimônio.

Por meio de diversos canais, como os melhores canais do Telegram sobre finanças pessoais, recebemos atualizações diárias sobre o mercado que nos auxiliam em nossas escolhas de investimentos.

Além de tudo, ainda possuímos um enorme leque com opções de ativos financeiros que devem ser escolhidos de forma bastante individual, conforme os nossos objetivos.

Enfim, é possível poupar ganhando pouco?

Poupar dinheiro pode não ser algo tão simples quando pensamos no tempo para colhermos os resultados. No entanto, esse ato é fundamental quando temos objetivos e propósitos maiores.

Como foi frisado ao longo do texto é algo que no futuro você vai agradecer por ter feito ou lamentar por ter deixado para depois.

Não espere as condições ideais para começar. Organize seu orçamento com o Mobills e faça os cortes necessários para destinar uma parte do seu orçamento para suas reservas financeiras.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

O que achou do artigo?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no YouTube.


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


2 comentários publicados nesse artigo
    26/02/2021 às 20:39

    Sim…verei se na prática, é tão convincente como na teoria!

      03/03/2021 às 14:01

      Combinado! Depois conta pra gente o que achou, qual dica foi a melhor para você XD

🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


Escrito por Carlos Terceiro CEO da Mobills

Apaixonado por finanças e investimentos, em 2014 Carlos Terceiro decidiu unir sua paixão com seu conhecimento em tecnologia para fundar o Mobills.

  • Pós graduação em finanças na PUCRS;
  • Graduado em desenvolvimento de sistemas na Estácio;
  • Investidor a mais de 10 anos.
.