emprestimos-e-dividas

Qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo? Entenda e conheça as melhores opções!

Na hora de contratar um empréstimo é importante conhecer qual banco tem a menor taxa de juros, dessa forma você garante o melhor negócio. Saiba mais!

Artigo escrito por Claudia Borges em 31 de Maio de 2021

Imagem representando qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo

Está querendo sair das dívidas? Muitas pessoas procuram empréstimo para deixar as contas em dia. Mas, você sabe qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo?

Conhecer essa informação é fundamental para garantir o melhor negócio, por isso, antes de assinar um contrato, compare as condições do empréstimo em todas as suas possibilidades.

Isso porque, os juros podem variar muito de uma instituição para outra, encarecendo bastante seu contrato e dificultando a contratação.

Portanto, leia com atenção nosso artigo até o fim e tire todas suas dúvidas sobre o assunto antes de fazer seu contrato!

6 Melhores bancos para fazer um empréstimo

Antes de falarmos sobre os banco em si, vamos esclarecer que não existe um banco ideal, mas sim, o que oferece o melhor negócio para você, com as melhores condições para o seu perfil.

Por esse motivo é fundamental pesquisar as taxas de juros, Custo Efetivo Total, prazos e condições antes de fechar negócio com um banco ou financeira.

Uma opção aos bancos tradicionais são as fintechs e cooperativas de crédito, que, em muitos casos oferecem, inclusive, melhores condições.

Veja, a seguir, as opções de empréstimo nos principais bancos do país!

Empréstimo Pessoal Santander

4.5 50
Site seguro
Taxa de Juros 5,23% a.m. / 84,33% a.a.
Vantagens Parcelamento em até 72 vezes / Pagamento da primeira parcela em 59 dias.
Condições de contratação Ser correntista / Passar pela análise de crédito.
Observações Caso você tenha pré-aprovado, o crédito é depositado na hora em sua conta corrente Santander.
Site seguro

Empréstimo Pessoal Itaú

4.4 50
Site seguro
Taxa de Juros 3,68% a.m. / 54,30% a.a.
Vantagens Até 90 dias para pagar a 1ª parcela / Parcelamento em até 60 meses.
Condição de contratação Ser correntista / Passar pela análise de crédito.
Observações Essa opção é exclusiva para quem tem conta corrente no Itaú.
Site seguro

Empréstimo Pessoal Nubank

4.3 50
Site seguro
Taxa de Juros 3,89% a.m. / 58,03% a.a.
Vantagens Contratação simples / Até 90 dias para pagar a 1ª parcela.
Condições para contratação Ser correntista / Ter a opção de crédito liberada no aplicativo.
Observações Você pode escolher antecipar suas parcelas para receber o desconto proporcional.
Site seguro

Crédito Pessoal Bradesco

4.2 50
Site seguro
Taxa de Juros 5,28% a.m. / 85,33% a.a.
Vantagens Parcelas de até R$20 / Até 6 anos para pagar.
Condições de contratação Ser correntista / Passar pela análise de crédito.
Observações Na sua agência, você conhece as condições, simula, contrata e libera o Crédito Pessoal.
Site seguro

BB Crédito Automático

4 50
Site seguro
Taxa de Juros 3,52% a.m / 51,45% a.a.
Vantagens Carência de até 60 dias para pagar a 1ª parcela.
Condições de contratação Ser correntista / Passar pela análise de crédito.
Observações A carência de até 180 dias para pagamento da 1ª parcela está disponível para alguns convênios.
Site seguro

Crédito Pessoal Caixa

3.9 50
Site seguro
Taxa de Juros 1,61% a.m. / 21,18% a.a.
Vantagens Parcelamento em até 60 vezes / Quatro opções de crédito.
Condição de contratação Ser correntista / Passar pela análise de crédito.
Observações As parcelas podem ser pagas de uma só vez ou em prestações mensais com taxa pré ou pós-fixada.
Site seguro

Comparando taxas

InstituiçãoTaxas de Juros % Ao mês% Ao ano
Caixa Econômica Federal1,6121,18
Banco do Brasil3,5251,45
Itaú3,6854,30
Nubank3,8958,03
Santander5,2384,33
Bradesco5,2885,33
Fonte: Banco central do Brasil, modalidade crédito pessoal não consignado

Qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo?

Essa é uma pergunta sem resposta, na maioria das vezes, pois as instituições financeiras levam em conta diversas variantes na hora de calcular a taxa de juros.

Por isso, antes de contratar um empréstimo é essencial fazer uma pesquisa apurada nos bancos e financeiras, afim de encontrar as melhores condições para contratação.

Outro ponto que deve ser observado são as modalidades de crédito oferecidas, pois as taxas exercidas não são sempre as mesmas para todas elas.

Os bancos levam em consideração a modalidade escolhida, suas informações de crédito e outras variantes. No entanto, algumas dessas modalidades possuem taxas de juros bem altas, e acabam não sendo recomendadas.

Principais modalidades de empréstimo

Como falamos acima, existem diversas modalidades de empréstimos, algumas com taxas maiores que as outras. Sendo assim, você deve prestar bastante atenção na hora de escolher a sua.

Pessoa calculando qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo
Pessoa conferindo as taxas de juros do empréstimo

Mesmo que na hora do aperto financeiro a opção mais rápida pareça atrativa, ela pode trazer consequências depois que te darão muita dor de cabeça.

Então, conheça as principais modalidades de empréstimo!

Empréstimo consignado

Talvez essa seja a modalidade que tenha a melhor taxa de juros, isso porque o banco usa seu salário como garantia de pagamento, e as parcelas são descontadas diretamente em folha.

Mas existe uma restrição para esse tipo de empréstimo: ter uma renda fixa. Desse modo, não são todas as pessoas que podem solicitar um empréstimo consignado.

Contudo, se você está procurando qual banco tem a menor taxa de juros, certamente essa é uma opção a ser analisada.

Além disso, podem solicitar empréstimo consignado:

  • Aposentados;
  • Pensionistas;
  • Trabalhadores com carteira assinada;
  • Funcionários Públicos.

Empréstimo com garantia

Se você possui um bem quitado, como carro ou casa, em seu nome, então está apto a solicitar essa modalidade de empréstimo.

No empréstimo com garantia, como o próprio nome diz, a empresa usa seu bem como garantia de pagamento. Dessa forma sua casa ou carro fica alienado ao banco até o fim do pagamento.

É como se você tivesse financiando seu bem novamente, e o empréstimo seria a parcela desse financiamento, mas nesse caso, você não está comprando nada real, e sim emprestando dinheiro.

Os juros nessa modalidade tendem a ser baixos também, pois os bancos tem a garantia de que, caso você não pague, a dívida será quitada usando o bem alienado.

Cheque especial

Essa modalidade de empréstimo é muito comum na vida financeira dos brasileiros, porém, é um dos maiores responsáveis pela inadimplência da população.

Isso porque, possui uma das taxas de juros mais altas do mercado, cerca de 279% ao ano, segundo dados do Banco Central.

O cheque especial funciona como um empréstimo rápido, onde o valor é acionado quando acaba seu saldo na conta. Nessa modalidade não existe contratação formal.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal normalmente é contratado diretamente com o gerente e nesse tipo de acordo o banco não tem garantias de pagamento, portanto os juros podem ser altos.

A dica então é pesquisar. Pois, apesar dos juros altos, é possível encontrar boas condições para empréstimo, principalmente em bancos digitais e financeiras.

Calculadora de empréstimo pessoal

Você sabia que é possível simular um empréstimo pessoal de forma rápida e prática? Com a calculadora de empréstimo pessoal você é capaz de verificar se a operação vale ou não a pena.

Dicas para organizar as finanças pessoais

Seja qual for seu motivo para procurar qual banco tem a menor taxa de juros, manter a organização das finanças pessoais em dia é fundamental.

A saber, cuidar da saúde da sua vida financeira pode até parecer difícil, mas sem dúvidas traz benefícios imensuráveis.

Nesse sentido, o ponto de partida é conhecer sua realidade financeira e fazer um bom planejamento, mesmo ganhando pouco.

Para que você consiga deixar suas contas em dia e organizar o orçamento, é importante seguir as dicas abaixo.

  • Conheça sua realidade financeira;
  • Faça um planejamento mensal;
  • Registre e acompanhe ganhos e gastos;
  • Corte gastos desnecessários;
  • Estabeleça metas alcançáveis;
  • Evite compras fora do planejamento;
  • Estude sobre educação financeira;
  • Aprenda a investir;
  • Se mantenha no plano!

Dúvidas frequentes sobre o assunto

É normal ter dúvidas sobre juros de empréstimo, mas é importante tirá-las antes de fechar contrato com algum banco.

Nesse sentido, selecionamos as dúvidas mais frequentes sobre qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo, veja só!

Como é calculado o valor de juros de empréstimo?

Antes de tudo, você deve saber que a mesma instituição pode oferecer condições de crédito completamente diferentes para duas pessoas.

Isso porque, na hora de calcular o valor do contrato, diversos fatores são levados em conta, como histórico financeiro, garantia de pagamento e em alguns casos até idade do solicitante.

Mas, uma das maiores dúvidas quando falamos neste assunto é sobre taxa de juros para empréstimo. Então, hoje existem duas possibilidades de juros: simples e composto.

Juros simples

Nessa modalidade os juros são cobrados apenas sobre o valor inicial emprestado. Então, o montante inicial, é dividido pelo número de parcelas, mais o valor dos juros

Vamos supor que você tenha feito um empréstimo de R$ 1.000 com uma taxa de 10% a.m., para pagar em 10 meses. Então, no sistema juros simples, ficaria assim:

  • Calculando as prestações: 1000 / 10 = R$ 100;
  • Calculando os juros: 1000 x 0,10 = R$ 100 por mês;
  • O total da mensalidade para essa simulação seria de R$ 200;
  • Valor total final da dívida: R$ 2.000.

Para facilitar nós criamos uma calculadora de juros simples, onde você pode obter os valores de forma rápida e simples.

Juros compostos

Aqui nessa modalidade as coisas ficam um pouco mais complicadas, pois os juros são aplicados não só sobre o valor emprestado, mas também sobre o juros que incidiu durante o período.

Vamos supor que você tenha pego os mesmo R$ 1.000 emprestados, com a mesma taxa de 10% a.m e o mesmo prazo para pagamento, 10 meses, porém na modalidade de juros compostos.

1º mês

Valor da prestação: R$ 100 (saldo da dívida)+ R$ 100 (juros) = R$200.

2º mês

Juros: R$ 1.100 (valor da dívida + juros do 1º mês) x 0,10 = R$ 110.

Valor da prestação: R$ 100 + R$ 110 (juros do mês) = R$ 210.

3º mês

Juros: R$ 1.210 (valor da dívida + juros do 1º e 2º mês) x 0,10 = R$ 121,00

Valor da prestação: R$ 100 + R$ 121 (juros do mês) = R$ 221,00

Parece complicado, não é? Para não errar os cálculos, utilize a calculadora de juros compostos da Mobills, e simule as condições do seu empréstimo.

O que define as taxas de juros de um empréstimo?

As taxas de juros funcionam como uma garantia para o banco que emprestou o dinheiro. Além disso, é uma compensação para a instituição, pelo período que o dinheiro ficou com você.

Diversos fatores podem influenciar na hora de conseguir um empréstimo com a melhor taxa, mas 3 deles são fundamentais:

  • A taxa de retorno do investidor;
  • Custo da aquisição do cliente;
  • Custo da venda.

Existem ainda os custos financeiros variáveis, que são aplicados em todas as operações financeiras, que podem estar inclusos no CET (Custo Efetivo Total), veja:

  • IOF;
  • Tarifa de cadastro;
  • Taxas administrativas.

Qual o tipo de empréstimo mais barato?

Se você pesquisar bastante sobre qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo, vai perceber que nos empréstimos com garantia os juros tendem a ser mais baixos. Isso acontece em empréstimos consignados ou com garantia.

Como já pontuamos, os consignados usam como garantia a remuneração mensal, enquanto os com garantia atrelam ao empréstimo um bem quitado.

O que considerar antes de fazer um empréstimo?

Mesmo em empréstimos onde os juros são mais baixos, você deve ter em mente que precisa pesquisar bastante.

Além disso, um empréstimo, normalmente, é uma dívida de médio a longo prazo, então, leve isso em consideração. Afinal, você deverá pagar as parcelas por anos.

O seu orçamento familiar também deve ser levado em consideração. Sendo assim, analise bem o motivo pelo qual está buscando empréstimo e não faça dívidas com as quais não pode arcar.

Por último, pesquise também sobre a empresa com a qual fará negócio, para não cair em golpes. Empresas sérias e confiáveis não costumam pedir um adiantamento para liberar empréstimo, por exemplo.

Afinal, vale a pena fazer um empréstimo?

Para essa pergunta não temos uma resposta definitiva. Pois, você deve analisar todos os pontos citados neste artigo, conhecer bem seu orçamento e disponibilidade para assumir essa dívida antes de decidir.

Em alguns casos, como financiamentos com juros altos, fazer um empréstimo com juros menores pode ser uma boa ideia. Ou quando possui muitas dívidas, você pode fazer um empréstimo para quita-las e manter uma conta única.

De qualquer forma, cada situação merece uma análise particular. A principal dica que podemos dar é: pense bem! Analise todos os pontos e condições do empréstimo e não faça dívidas por impulso.

Restou alguma dúvida? Deixe nos comentários que os nossos especialistas irão te ajudar.!


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


2 comentários publicados nesse artigo
    16/07/2021 às 13:46

    Seu artigo foi muito esclarecedor, tá de parabéns.

      16/07/2021 às 14:44

      Olá Michele! Muito obrigada, que bom que gostou.

🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


Escrito por Claudia Borges Jornalista

Jornalista em formação, apaixonada por boas histórias e por transformar a vida das pessoas através da educação financeira.

  • Jornalista;
  • Redatora Mobills.
.