Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
outros
epico
Não
semestral

Metas para 2022: Passo a passo para definir as suas com o método SMART

Estabelecer metas é importante na hora de traçar qual caminho seguir e realizar planos e sonhos. Conheça um pouco mais sobre o método SMART.

Artigo escrito por Larissa Brioso em 10 de Março de 2022

Tão importante quanto saber onde está, é saber onde você quer chegar. Nesse sentido, definir metas SMART é fundamental para a conquista dos seus sonhos. Aprenda como definir as suas!

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre Educação Financeira: Conceito, livros, cursos e dicas práticas || Melhores apps de controle financeiro gratuitos

Em síntese, metas são tarefas que contribuem para a conquista de objetivos, sejam eles financeiros ou não. Por exemplo, perder peso, comprar um apartamento, passar em uma faculdade, são objetivos bem comuns.

Com base nisso, seguir um plano alimentar adequado, juntar dinheiro mensalmente e estudar todos os dias são algumas metas eficazes para que você possa conquistar esses objetivos.

No entanto, quando falamos de metas financeiras, é fundamental estabelecer um planejamento financeiro eficaz.

Mas como é possível definir metas, quais os tipos de metas e como o método SMART pode ajudar nesse processo?

Confira nosso artigo até o fim, pois vamos te ensinar isso tudo e muito mais. Afinal, para ter sucesso em qualquer área da vida é importante conhecer o caminho passo a passo.

O que são metas?

Para entendermos o que são metas, além de como definir boas metas, é interessante conhecermos o significado de objetivos.

De maneira simples, um objetivo é um alvo definido em metas.

Ou seja, a resposta para a pergunta “Onde eu quero estar daqui a 10 anos?” é o objetivo, já a pergunta “O que eu posso fazer para chegar onde desejo daqui a 10 anos?” estabelece uma meta.

Que tal um exemplo prático? Considere nossa personagem fictícia, Maria. Ela mora com os pais, trabalha em uma empresa de tecnologia e sonha em ter a casa própria.

Então, podemos dizer que Maria possui o objetivo financeiro de ter a casa própria. Mas, como ela vai conseguir conquistar esse objetivo?

Para conquistar esse sonho transformado em objetivo, Maria definiu algumas tarefas eficazes para conquistar o que deseja. Vamos chamar essas tarefas de metas:

  • Fazer uma pesquisa de mercado;
  • Escolher o local do imóvel;
  • Definir uma faixa de preço;
  • Analisar opções de empréstimo;
  • Entender sua realidade financeira;
  • Estipular um prazo de conclusão;
  • Reduzir gastos não essenciais;
  • Definir uma meta de poupança mensal;
  • Pensar em alternativas para otimizar a renda.

Todas essas metas, mesmo aquelas que não são financeiras, contribuem para que Maria conquiste seus objetivos.

Sendo assim, as metas são pequenas tarefas que juntas se tornam capazes de realizar o que desejamos.

Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir.

Sêneca

Como funciona o método das metas SMART

Antes de aprender como criar metas, é interessante conhecer um método bastante eficaz que facilita essa construção. Já ouviu falar das metas SMART?

Além de ser muito útil para entendermos como definir planos e metas, esse sistema nada mais é do que o conjunto das características de uma boa meta.

Por isso, confira a seguir o significado da sigla do método SMART.

S – Specific, ou específica

Para que possamos alcançar o que foi idealizado para uma meta, ela precisa ser clara e objetiva para que todos entendam do que se trata e o que é pretendido através dela.

Sendo assim, para checar se sua meta está sendo específica, reflita sobre o assunto e responda as seguintes perguntas:

  • O que eu pretendo alcançar com essa meta?
  • Somente eu serei o responsável por ela?
  • Como eu posso fazer para conquistá-la?
  • Qual o meu objetivo ao seguir essa meta?

Se todas essas perguntas obtiverem resposta, e essas respostas fizerem sentido para você, saiba que sua missão de entender como definir metas específicas foi um sucesso.

M – Measurable, ou mensurável

É importante estabelecer metas mensuráveis, uma vez que precisamos medir os processos de cada objetivo. Se não for possível acompanhar o desempenho de cada meta estabelecida, não será possível saber se há evolução.

A maneira ideal é acompanhar os números levando em conta o período de tempo que você definiu para que suas metas fossem concluídas.

Considere, dessa forma, as seguintes perguntas para conformar se sua meta é mensurável:

  • Quanto tempo eu preciso para alcançar essa meta?
  • Qual resultado eu espero nesse período de tempo?

Por exemplo, se falta metade do tempo que você estipulou para que o objetivo fosse alcançado, é necessário que você esteja com 50% das metas concluídas.

A – Achievable, ou alcançável

Uma boa meta precisa ser alcançável. No entanto, isso não significa que ela deve ser fácil.

Mas, muito pelo contrário, o interessante é que as metas sejam desafiadoras para que você saia da zona de conforto e conquiste grandes coisas.

Sendo assim, para que o sistema funcione de forma adequada, é importante conseguir enxergar o que pode ser feito para realizar o que almeja.

Além disso, você precisa entender como o sucesso ou fracasso dessa meta pode afetar a sua vida.

Considere que você precisa saber do seguinte:

O que é preciso abdicar para conquistar minhas metas? Qual será meu maior ganho? Está de acordo ou contra os meus valores pessoais?

R – Realistic, ou realistas

Para não desmotivar, você precisa saber como criar metas que condizem com a sua realidade. Ou seja, metas que estejam dentro do possível para você.

O que não impede, é claro, de serem metas desafiadoras como citado anteriormente, no entanto, sempre dentro dos limites que você, melhor do que ninguém, deve saber quais são.

Por isso, fique atento ao nível de dificuldade certo para que o avanço da sua meta seja progressivo e você são se acomode. Essa é, inclusive, uma das importâncias de utilizar o método SMART: fazer com que suas metas sejam realistas.

T – Timely, ou temporal

Para conquistarmos nossas metas, em geral, é importante que estipulemos prazos de conclusão, além de não procrastinar para começar. Então, saiba quando deve começar e concluir sua meta.

Quem vai saber se a meta é muito grande ou muito pequena é você, visto que conhece suas habilidades e recursos. Em todo caso, é necessário que pondere o tamanho da meta para concluí-la no prazo previsto.

No entanto, nem sempre é possível cumprir com o planejado, pois imprevistos acontecem. Portanto, busque alternativas viáveis que possam te ajudar a superar obstáculos durante essa jornada.

Dicas para definir boas metas

Perseguir, sem cessar, uma meta: este é o segredo do sucesso.

Anna Pavlova

Agora que já conhece o sistemas das metas SMART, você já sabe como definir metas eficazes com base em suas características.

Entretanto, de forma prática, existem algumas perguntas super úteis na hora de definir as metas:

  1. Quanto?
  2. Para?
  3. Por quê?
  4. Quando?
  5. Como?

Com ajuda dessas perguntas, você vai saber quanto sua meta pesa no seu bolso, além de entender sua utilidade e o que pode ser feito para ser conquistada.

Vamos para um exemplo prático?

Voltando para o exemplo de Maria que sonha em ter a casa própria, ao invés de ter como objetivo “Comprar um casa”, devemos ter como objetivo e meta, com base no sistema das metas SMART:

Comprar uma casa de 150 m² com dois quartos, dois banheiros, sala, cozinha ampla e área de lazer, no valor de R$250.000 no bairro Dionísio Torres na cidade de Fortaleza (CE) em 5 anos.

Assim, sabemos quanto custa, já o para quê e por quê são motivações pessoais, temos o quando e vamos descobrir o como.

Com base nessa definição, fica mais fácil definir uma meta de poupança mensal, ativar alertas de preço dos imóveis na região e até mesmo pensar em como aumentar a renda para otimizar o processo, por exemplo.

A fórmula da meta perfeita

Quando pensamos em metas, é comum que, enquanto algumas pessoas se frustram no processo, outras conseguem buscar motivação nos próprios erros e acertos.

Sendo assim, por mais que não possamos dizer que existe a “fórmula da meta perfeita”, algumas características das metas diferenciam o sucesso do fracasso.

É claro que a garantia de conquista só depende de você e de fatores pessoais da sua vida, mas, buscar conhecer boas práticas é importante.

Reflita sobre o que deseja

O primeiro momento deve ser uma espécie de “chuva de ideias”.

Sempre temos vários sonhos, desejos e planos, mas é importante deixá-los devidamente registrados para que seja possível distinguir aqueles factíveis dos que podem ser deixados para depois.

Nesse primeiro momento, não precisa ser muito exigente em relação às boas práticas. Registre tudo aquilo que você gostaria de alcançar ao longo de um ou dois anos, por exemplo.

  • Mudar de emprego;
  • Juntar dinheiro;
  • Emagrecer;
  • Viajar para o exterior;
  • Primeiro milhão;
  • Independência financeira; etc.

Alguns sonhos podem parecer impossíveis, mas com o tempo e estratégias você pode conseguir!

Seja o mais específico possível

Agora que você já listou seus desejos, é hora de transformá-los em metas. E, como sabemos, uma meta SMART deve ser específica.

Isso acontece por um motivo muito simples: quanto mais detalhes recebermos, mais o nosso cérebro pode trabalhar as maneiras práticas para conquistar aquele objetivo.

Uma meta tem variáveis importantes que vão definir seu sucesso ou fracasso, além de possibilitar o desenvolvimento de planos de ação específicos.

Pense na meta “viajar para o exterior”. Então, entendemos que o seu sonho é ir para o exterior, mas existem alguns fatores que vão transformá-lo por completo:

  • Para qual país você deseja ir?
  • Quando pretende viajar?

Essas duas simples perguntas já são capazes de mudar o título da meta para algo como “viajar para os Estados Unidos em julho de 2022”.

Você vai perceber, a seguir, o motivo de uma simples mudança de posicionamento ser tão importante.

Defina meios de alcançá-la, ou metas menores

Assim como fazemos na vida profissional, metas também precisam contar com aquelas “métricas de sucesso”. Dessa maneira você será capaz de entender se está avançando ou se é preciso repensar aquele objetivo.

Falando sobre a meta de viajar para os Estados Unidos em julho de 2022, você provavelmente vai precisar:

  • Tirar o seu visto e passaporte, caso não tenha;
  • Estar com o cartão de vacinação em dia;
  • Juntar uma determinada quantia em dinheiro até a data da viagem;
  • Fazer a reserva do hotel;
  • Comprar as passagens;
  • Além de todas as questões que envolvem uma viagem.

Para cada “mini meta” existem outras menores ainda e, quanto melhor for esse hábito de “destrinchar”, mais fácil vai ser alcançá-la.

Se a meta for muito abrangente, por exemplo, com certeza você se sentiria muito menos motivado para alcançá-la. Isso porque, quando estamos no escuro é mais fácil jogar tudo para o alto ou desanimar.

São os resultados alcançados, ainda que pequenos, que nos motivam a seguir em frente e continuar seguindo os planos e metas.

Trabalhe com metas realistas

Antes de se colocar à disposição para realizar algo, tenha em mente que aquela meta deve ser objetiva. Afinal, qual é o motivo de propor coisas que são impossíveis ou difíceis demais?

Por exemplo: se você acabou de ficar desempregado e não tem uma reserva financeira, o ideal é deixar uma meta grande, como a viagem para os Estados Unidos, em segundo plano.

Assim, poderá focar em objetivos que podem te permitir alcançá-la em um outro momento. Dessa maneira, eles podem ser:

  • Fazer trabalho freelance;
  • Enviar currículos para empresas do seu interesse;
  • Fazer cursos de aperfeiçoamento da sua carreira.

Afinal, para conseguir dinheiro de forma factível precisará trabalhar.

Por isso, além de ser realista no que deseja, trabalhe com uma boa priorização.

Veja Também: Workana: como ganhar dinheiro sendo freelancer?

Sempre temos vários sonhos e é difícil hierarquizá-los, mas você não precisa abandonar nenhum deles! Saiba, apenas, que às vezes é preciso focar em algo específico para apenas depois colher frutos.

Estabeleça metas para áreas diferentes da vida

Falamos sobre a priorização acima, mas isso não significa que você deverá trabalhar com apenas uma meta por vez.

Todavia, para conseguir controlar mais de uma meta, é preciso diversificar as áreas de aplicação na sua vida. Afinal, de nada adianta ter a meta de viajar, se você não consegue tirar férias, por exemplo.

Sempre que for possível priorizar uma meta e deixar a outra em segundo plano, você saberá fazer isso com maestria, já que se antecipou e entendeu que às vezes é preciso estabelecer prioridades.

Faça um acompanhamento periódico

Já falamos anteriormente, mas vamos ressaltar: suas metas devem ser mensuráveis.

Somente assim será possível entender como vão as coisas, traçar planos de ação e se antecipar. Nada de se assustar com as metas quando o ano está terminando ou o prazo acabando.

Por isso, estabeleça um período: pode ser semanal, quinzenal ou mensal, tudo depende da complexidade da sua meta e das prioridades estabelecidas, para acompanhar os resultados que já conseguiu.

Dessa maneira é possível repensar ideias que não estejam mais indo conforme planejado e reestabelecer uma rota para conquistar a meta.

Principais tipos de metas

Agora que você já entendeu a fórmula para criar boas metas, selecionamos algumas áreas da vida que são comuns nesse sentido.

1. Metas relacionadas à saúde

Aquelas metas como “ter o corpo do verão”, “conquistar a barriga trincada” ou o simples “emagrecer” já passaram pela cabeça de muita gente.

Todavia, não somente metas estéticas, mas qualquer coisa relacionada à saúde, deve contar com um acompanhamento médico prévio.

O seu médico acredita que é possível alcançar o que você deseja? Essa meta é saudável? Dentro da sua realidade atual, existem empecilhos que poderiam prejudicar a conquista?

Em síntese, sempre que pensar em saúde, consulte um profissional e crie a meta junto com ele. Tenha certeza que com o devido acompanhamento, será muito mais fácil conquistar esse sonho.

2. Metas profissionais

Imagem representando as metas SMART
Grupo de profissionais comemorando metas

Assim como todas as metas, sua conquista está diretamente condicionada com o quanto de esforço você está disposto a colocar em cima dela.

E, ao pensar na nossa carreira, podemos nos encontrar frente a frente com alguns momentos de acomodação e dificuldade de “sair do lugar”.

Por isso, ao traçar metas profissionais, entenda que será preciso investir tempo e dedicação em mecanismos capazes de te ajudar a crescer, também, de forma pessoal.

Fazer cursos, criar um bom networking, enviar uma quantidade determinada de currículos por dia e treinar habilidades pessoais são algumas práticas que vão além da meta e devem se tornar parte de você.

3. Metas relacionadas aos sonhos

Por mais que eles possam se complementar é importante dizer que metas são diferentes de sonhos.

Nesse sentido, saiba ponderar aquilo que pode ser transformado em algo possível e mensurável, para assim aumentar as chances de sucesso.

Conforme já mencionamos, deve existir uma análise do que é possível realizar e dos desejos que deverão ficar em espera.

Entenda que está tudo bem em não conseguir “abraçar o mundo” de uma vez só e que frustrações fazem parte do processo.

A ideia é começar com metas menores e mais realizáveis e ir escalando, ou seja, à medida que você conquistou uma, ela será importante para alcançar a próxima.

4. Metas financeiras

As metas financeiras são muito comuns, principalmente aquelas que envolvem “ficar rico”, “sair das dívidas”, “quitar um financiamento” ou qualquer outra coisa do tipo.

Um erro considerável, mas que frequentemente passa despercebido, é a colocação dos anseios acima do que é factível.

Beleza, entendemos que ficar rico é um desejo de muita gente. Mas quanto você, na sua realidade atual, consegue juntar? Quais são os meios disponíveis para que você conquiste essa meta?

Por isso, quando falamos sobre o tópico em específico, é importante ser “pé no chão” e, inicialmente, fazer um bom planejamento financeiro.

Aliado ao controle das finanças, é possível entender a sua situação atual, ter um diagnóstico sobre hábitos que podem ser melhorados e entender também aqueles que vão muito bem e devem continuar assim.

Mobills: Finanças e Cartões

Avaliação Mobills
4.5 300
Avaliação Mobills
URL verificada
Plataforma Android, iOS e Web.
Funcionalidades Controle de contas, cartões planejamentos e objetivos.
Preço Menos de R$8,40 por mês para ter suas contas em dia.
Benefícios App com ótima usabilidade e Design.
URL verificada
  • Mais detalhes do Mobills
    • Conecte suas contas e cartões: Saiba para onde o seu dinheiro está indo com nossas integrações automáticas. Gerencie todos os seus gastos e evite o cheque especial, o empréstimo com maior taxa de juros do mercado;
    • Monte um planejamento financeiro: Faça orçamentos mensais e mantenha seus gastos sob controle. Defina alertas para evitar passar do seu limite de despesas;
    • Crie objetivos: Determine metas para alcançar os seus sonhos. Quer comprar uma casa, fazer uma viagem? Crie objetivos no app e realize os seus desejos.

Exemplos de metas financeiras

Se você parar para refletir um pouquinho, vai perceber que a maioria dos nossos sonhos, quando transformamos em objetivos, dependem de dinheiro.

E não é para menos, pois lidamos com o dinheiro constantemente e, em uma sociedade capitalista, o dinheiro nos garante também qualidade de vida e bem-estar.

Nesse sentido, é bastante comum termos objetivos e metas financeiras. Veja, a seguir, alguns exemplos:

  • Comprar um apartamento;
  • Pagar um curso importante;
  • Comprar um carro;
  • Conseguir uma fonte de renda extra;
  • Ganhar um prêmio importante em dinheiro;
  • Conseguir uma promoção no trabalho;
  • Montar uma reserva de emergência;
  • Fazer uma festa de aniversário ou formatura; e
  • Independência financeira.

Todos esses exemplos dependem da forma como lida com suas finanças e capacidade de economizar dinheiro.

Para que servem as metas SMART?

As metas SMART nos auxiliam na definição de boas metas.

Sendo assim, utilizando esse método fica muito mais fácil conquistar o que deseja, tendo em vista que não somente entendeu onde quer chegar e como, mas também traçou estratégias para otimizar suas metas.

Ou seja, se você quer realizar seus sonhos de maneira eficaz, defina agora metas de acordo com o método SMART.

Diferença entre metas pessoais e profissionais

A principal diferença entre metas pessoais e profissionais está relaciona à sua motivação.

Enquanto uma meta pessoal pode te ajudar a ter bons hábitos, melhorar sua saúde e bem-estar, uma meta profissional é bastante focada na sua carreira e não somente prosperidade.

Por exemplo, podemos ter como metas pessoais:

  • Ler 10 páginas de um livro todos os dias;
  • Fazer um curso por mês;
  • Seguir o plano alimentar;
  • Fazer exercícios físicos diariamente;
  • Conhecer novas culturas;
  • Fazer uma festa de casamento.

Como pode perceber, as metas pessoais estão bastante ligadas ao nosso desenvolvimento pessoal e um pouco mais distantes das metas profissionais:

  • Aprender sobre empreendedorismo;
  • Desenvolver habilidades de liderança;
  • Aprender um novo idioma para subir de cargo;
  • Melhorar o currículo;
  • Fazer uma pós-graduação; e
  • Sucesso na carreira.

De todo modo, ambas são essenciais para sua prosperidade.

Importância de definir metas financeiras

Sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Sonhe, trace metas, estabeleça prioridades e corra riscos para executar seus sonhos. Melhor é errar por tentar do que errar por se omitir!

Augusto Cury

Augusto Cury descreveu muito bem a importância de definir metas! As metas são a chave para a conquista dos nossos sonhos.

Ao longo deste artigo, você aprendeu o que são as metas, principais características e como definir as suas.

Porém, esse conteúdo só vai fazer real diferença na sua vida se você colocar em prática o que aprendeu para realizar o que almeja.

Sendo assim, transforme seus sonhos em objetivos e seus objetivos em metas. Ao fazer isso, temos certeza de que, com este guia completo, você vai ter sucesso em tudo o que se dedicar a fazer.


Compartilhe este conteúdo


Escrito por Larissa Brioso Educadora Financeira

Educadora Financeira na Mobills; formada em Economia pela Universidade Federal do Ceará; e estudante de Gestão de Negócios e Marketing. Possui experiência na área de marketing e criação de conteúdo com ênfase em educação financeira, comunicação de marketing, indicadores de marketing, mídias sociais, SEO e CRM.

  • Editora-chefe do site da Mobills;
  • Formada em Economia;
  • Especializada em Gestão de Negócios e Marketing.

Assine a Newsletter Mobills
Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Você também vai gostar