Melhores Melhores Melhores Ferramentas Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
investimentos
isca
Não
semestral

Qual deve ser meu primeiro investimento? Descubra agora! 

Quer aplicar seu dinheiro, mas não sabe por começar? Leia esse artigo e aprenda como fazer seu primeiro investimento.

Artigo escrito por Marcos Vitor em 09 de Outubro de 2023

Quem quer começar a rentabilizar o dinheiro poupado pode se perguntar: qual deve ser meu primeiro investimento? 

É sabido que no mercado financeiro existem uma infinidade de produtos, que se adequam aos mais diferentes perfis e objetivos. 

Contudo, diante de tantas opções, quais são os produtos mais adequados para a nossa necessidade? Nesse artigo, conheceremos os principais ativos para investir e como escolher o melhor para nós. 

Então, vamos nessa? 

Melhores opções para primeiro investimento 

Antes de aprendermos a avaliar as alternativas de ativos para que possamos fazer nosso primeiro investimento, vamos conhecer esses ativos. 

Por isso, confira agora os principais ativos escolhidos por quem quer começar a investir e multiplicar seu dinheiro. 

Títulos públicos 

Os títulos públicos são títulos de renda fixa emitidos pelo governo com o objetivo de captar recursos e financiar seus gastos. 

Por conta do fato do governo ter grande capacidade de honrar seus compromissos, o risco desse investimento é muito baixo. 

CDBs 

Os Certificados de Depósito Bancário são títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras para financiarem suas atividades. 

Além de existir uma grande diversidade de CDBs, com diferentes prazos e rentabilidades, o investidor ainda terá a garantia do FGC

Letras de crédito 

As Letras de Crédito Imobiliárias e Agrícolas são títulos utilizados para captar recursos para o setor de construção civil e do agronegócio, respectivamente. 

Como o governo quer incentivar esses setores, o investidor tem a isenção do Imposto de Renda que incidiria sobre a rentabilidade da operação. 

Fundos de renda fixa 

Os fundos de renda fixa são fundos de investimento que devem investir no mínimo 80% do seu patrimônio em títulos atrelados à taxa de juros e/ou a índices de preço. 

Além da própria característica dos títulos de renda fixa de uma previsibilidade maior dos retornos, os fundos contam com uma diversificação que diminui o risco total do investimento. 

Fundos imobiliários 

Os fundos imobiliários são um dos investimentos preferidos dos investidores que estão fazendo seu primeiro investimento na renda variável. 

Apesar de o risco ser maior que na renda fixa, grande parte dos FIIs contam com uma boa diversificação e com imóveis de qualidade no seu portfólio. 

ETFs 

Os fundos de índice, ou ETFs, são uma excelente alternativa para quem quer se expor aos principais setores da economia sem correr o risco de performar abaixo do mercado. 

Isso porque, o objetivo do fundo é acompanhar o retorno de determinado índice, não superar, fazendo, assim, com que o investidor corra um risco ainda menor que outros fundos. 

Primeiro Investimento: como começar 

Pronto, conhecido os principais ativos para quem quer fazer o primeiro investimento, podemos conhecer algumas dicas que otimizarão nosso processo de multiplicar nosso dinheiro. 

Tenha controle do orçamento 

Você não pode fazer seu primeiro investimento sem ter controle das suas finanças e de ter definido um orçamento pessoal

Caso contrário, será difícil investir com disciplina todos os meses, tendo em vista que você pode acabar usando o dinheiro do aporte. 

Além disso, você estará correndo o risco de gastar mais do que ganha, fazendo, assim, com que você tenha que resgatar seus investimentos para tapar o buraco. 

Diante disso, é indispensável que você tenha um planejamento financeiro e quite todas as suas dívidas, pois os juros destas provavelmente serão maiores que os dos seus investimentos. 

Abra conta em corretora 

O próximo passo é criar uma conta em uma corretora de valores para que você tenha acesso aos ativos do mercado financeiro. 

Contudo, é preciso ficar atento para escolher uma instituição de qualidade, pois isso pode facilitar seu processo de fazer o primeiro investimento. 

Por isso, escolha uma corretora que cumpra os seguintes critérios: 

  • Grande variedade de produtos e serviços; 
  • Plataforma de operações completa; 
  • Taxas competitivas; e 
  • Excelente atendimento. 

Uma corretora que se encaixa muito bem nesses critérios, além de ser taxa zero, é a Toro Investimentos.

Toro Investimentos

Avaliação Mobills
4.5 500
Avaliação Mobills
URL verificada
Serviços oferecidos Conteúdo educacional, recomendações, home broker e plataformas.
Principais produtos Bolsa de valores, títulos públicos e privados e fundos de investimento.
Taxas Isenção em todas as operações (a depender do plano escolhido).
Reputação Nota 8.2 no Reclame Aqui
URL verificada
  • Como abrir conta na corretora
    • Acessar o site clicando em “ABRIR CONTA”;
    • Clicar em “Cadastre-se”;
    • Preencher com as informações e enviar os documentos necessários;
    • Aguardar a aprovação; e
    • Começar a investir.
  • Mais informações
    • Corretagem zero;
    • Conteúdo educacional;
    • Recomendações e cursos gratuitos;
    • Assessoria Premiada e atendimento WhatsApp;
    • Acesso à carteira mensal de ações;
    • Assessoria de investimentos personalizada; e
    • Plataforma Profit grátis.

Construa uma reserva de emergência 

A reserva de emergência é outra etapa fundamental antes de você fazer seu primeiro investimento, pois ela vai te garantir uma segurança financeira. 

O que aconteceria se você tivesse um grande imprevisto financeiro, como uma demissão ou um acidente? Ou você pega um empréstimo ou você vende uma parte do seu patrimônio. 

Para evitar qualquer uma dessas soluções, você pode criar uma reserva para emergências. Assim, você não terá que recorrer a métodos contraproducentes para resolver o problema. 

Nesse sentido, acumule de 6 a 12 meses dos seus gastos mensais em um investimento com alta liquidez e baixo risco. 

Respeite seu perfil de risco 

No processo de fazer seu primeiro investimento, bem como todos os outros, você terá que levar em consideração seu perfil de investidor

O perfil de investidor diz respeito à sua tolerância ao risco, que é uma mistura de capacidade com preferência ao risco. 

Nesse sentido, desconsiderar esse fator você fazer com que você invista em algo mais arriscado do que você tolera, por exemplo. 

Dessa forma, sua racionalidade pode ser afeta, fazendo com que você tome decisões erradas, e você pode perder a tranquilidade. 

Invista para atingir objetivos 

Por fim, você deve investir com objetivos, pois ninguém aplica seu dinheiro só por aplicar, todos fazemos isso com uma meta. 

Portanto, nesse processo do primeiro investimento, você deve definir seus objetivos de curto, médio e longo prazo. 

Por exemplo, fazer uma viagem, comprar um carro, dar entrada numa casa, se aposentar, construir patrimônio etc. 

Após definir seus objetivos, você vai poder escolher os ativos adequados para que você pode realizar cada uma das suas metas. 

Se o seu objetivo é de curto prazo, você deve escolher investimentos com um risco menor e uma liquidez maior e assim sucessivamente. 

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Qual deve ser o primeiro investimento?
Como fazer seu primeiro investimento?
O que é o investimento inicial?
Como investir 100 reais e ter retorno rápido?

Qual deve ser o primeiro investimento? 

Qual é a aplicação ideal para ser seu primeiro investimento? Na verdade, não existe uma resposta absoluta, pois vai depender da realidade de cada pessoa. 

Contudo, existem alguns passos que você deve fazer que foram citados nesse artigo: 

  • Tenha controle do orçamento 
  • Abra conta em corretora 
  • Construa uma reserva de emergência 
  • Respeite seu perfil de risco 
  • Defina objetivos financeiros 

Feito isso, você estará muito mais apto a fazer um primeiro investimento de forma consciente e eficiente. 

Contudo, não se esqueça: você não precisa saber de tudo para dar o primeiro passo, pois a maioria das coisas você vai aprender ao longo da caminhada. O importante é começar.

CONTINUE LENDO



Escrito por Marcos Vitor Especialista em Investimentos

Marcos Vitor é consultor financeiro, economista (UFC), analista CNPI (APIMEC), especialista em investimentos (ANBIMA) e acredita no poder da educação financeira para transformar vidas.

  • Consultor financeiro
  • Economista (UFC)
  • Analista CNPI (n° 3772)
  • Especialista em Investimentos Anbima (CEA)
  • Criptomoedas (NovaDAX)

Você também vai gostar


.
.