Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
investimentos
epico
Não
semestral

Onde investir 10 mil reais? Conheça os melhores ativos!

Tão importante quanto juntar dinheiro é saber o que fazer com ele. Por isso, leia este artigo e aprenda como investir R$ 10 mil.

Artigo escrito por Marcos Vitor em 08 de Fevereiro de 2022

Se você não sabe onde investir 10 mil reais, não se preocupe! Nós separamos várias dicas e ideias para que você possa fazer a melhor aplicação do seu dinheiro.

Durante muitas décadas, o Brasil conviveu com índices altíssimos de inflação. Logo, se você demorasse alguns dias para fazer as compras de casa, poderia se deparar com preços muito mais altos.

Sendo assim, não fazia muito sentido juntar dinheiro, pois as poupanças eram dilapidadas pela perda do poder de compra. Por esse e outros motivos, o brasileiro não adquiriu o hábito de poupar e investir dinheiro.

Contudo, recentemente nossa moeda se tornou muito mais estável, fazendo, assim, com que o ato de poupar seja indispensável para quem deseja construir um futuro financeiro sólido.

Apesar de sabermos disso, não podemos esquecer que tão importante quanto guardar dinheiro é saber o que fazer com ele.

Por isso, nós criamos um conteúdo especial para te ajudar a encontrar a melhor forma de investir seus recursos.

Para fins didáticos, vamos mostrar como investir 10 mil reais.

Melhores investimentos com 10 mil reais

Uma das melhores formas de rentabilizar nosso dinheiro é investindo no mercado financeiro em aplicações que multiplicarão nosso capital.

Portanto, precisamos conhecer os principais produtos financeiros do mercado.

1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa criado pelo Tesouro Nacional com o objetivo de facilitar a captação de recursos e o acesso pelas Pessoas Físicas aos títulos públicos.

Como foi dito, os títulos públicos são considerados o investimento mais seguro do Brasil.

Através do Tesouro Direto, podemos investir em títulos atrelados à inflação, à taxa de juros ou que rendem uma taxa fixa.

2. Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Um CDB é um empréstimo que o investidor faz a uma instituição financeira. Esta, por sua vez, promete devolver o valor acrescido de juros no vencimento.

É um dos ativos mais famosos do Brasil, pois existem CDBs com baixo risco e com uma excelente rentabilidade.

3. Debêntures

As debêntures são uma ótima forma de captação de recursos pelas empresas não financeiras. 

Da mesma forma que os CDBs e os títulos públicos, uma debênture consiste em uma operação de empréstimo em que uma empresa que não faz parte do setor financeiro é a emissora.

Normalmente, as empresas emitem debêntures com o objetivo de conseguir dinheiro que pode ser usado para construir uma nova fábrica, expandir suas operações no exterior, adquirir uma concorrente ou fazer qualquer outro grande investimento.

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento são uma espécie de “condomínio” de investidores que reúnem seus recursos para que sejam aplicados em conjunto no mercado financeiro.

A principal vantagem desse tipo de aplicação é a gestão profissional, pois existe um gestor capacitado que faz o gerenciamento dos ativos do fundo, e a diversificação, pois existem vários ativos diferentes dentro de um mesmo fundo.

4. Fundos de Investimento de Renda Fixa

Os fundos de renda fixa investem a maior parte do seu patrimônio líquido em ativos relacionados à variação da taxa de juros e/ou ao índice de preços.

É uma ótima opção para quem deseja diminuir o risco das aplicações de renda fixa através da diversificação e de uma gestão competente.

5. Fundos de Investimento em Ações

Um fundo de investimento em ações aplica a maior parte dos recursos do fundo em ações.

Além disso, existem fundos com as mais diferentes estratégias e que adotam as mais diversas políticas de investimento.

Dessa forma, o investidor tem muitas opções para escolher o fundo mais adequado.

6. Fundos Imobiliários (FIIs)

É uma classe de fundo de investimento em que os investidores aplicam seus recursos em conjunto no mercado imobiliário. Tradicionalmente o dinheiro é usado na construção ou na aquisição de imóveis que depois serão locados.

Os rendimentos auferidos nessas operações são distribuídos aos cotistas na proporção em que cada um aplicou.

O mais interessante é que os fundos imobiliários são uma ótima forma de construir renda passiva, pois os rendimentos são distribuídos mensalmente.

7. Fundos de Índice (ETFs)

São fundos de investimento que não buscam superar, mas sim acompanhar o desempenho de um índice de referência.

Por exemplo, o XFIX11 é um ETF que replica o desempenho do IFIX, que é um índice que reflete o retorno dos principais FIIs negociados na B3.

A maior vantagem desse tipo de ativo são os baixos custos e a garantia de que o investidor não terá um retorno abaixo do mercado.

8. Fundos Multimercado

Os fundos Multimercado são aqueles em que não há um limite máximo ou mínimo que o gestor deve aplicar em determinada classe de ativos.

Nesse sentido, essa categoria de fundo se tornou bastante popular por causa da grande variedade de estratégias que o gestor pode adotar.

Desse modo, você pode se expor às oscilações da economia ou a uma alocação mais estratégica, por exemplo.

9. Ações

Uma ação é a menor parte do patrimônio de uma empresa. Portanto, ao adquirir uma, você passa a ser sócio da companhia.

O maior atrativo desse ativo é a expectativa de valorização do preço da ação e o recebimento de dividendos, que é a parte do lucro que a empresa distribui aos acionistas.

Certa vez, Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos, disse que o risco vem de não saber o que está fazendo.

Portanto, é indispensável que você tenha todo o conhecimento necessário para fazer as melhores aplicações.

Dessa forma, esse é o primeiro passo para investir seu dinheiro com segurança.

Contudo, não podemos esquecer que existem sim investimentos com baixo risco.

As aplicações de renda fixa tendem a ser menos arriscadas que as de renda variável, pois naquelas é possível mensurar o retorno de antemão.

Nesse sentido, creio que seja necessário abordar cada um desses pontos para uma melhor compreensão.

Construa uma reserva de emergência

A melhor forma de ter segurança em sua vida financeira é tendo uma reserva de emergência.

A reserva de emergência constitui um “colchão financeiro” que deve ser usado para cobrir gastos imprevistos ou para suprir as necessidades pessoais em caso de uma perda da fonte de renda.

Por isso, esse colchão vai te dar tranquilidade em momentos de crise e vai possibilitar que você não tenha que resgatar seus investimentos para suprir suas necessidades.

Assim, se você quer investir 10 mil reais com segurança, não pode negligenciar a construção da sua reserva financeira.

Conheça o seu perfil e defina objetivos

É fundamental que você conheça o seu perfil para que você não corra um risco inadequado.

Se, por exemplo, você é um investidor agressivo, não deve investir grande parte da sua carteira em ativos de baixo risco, pois, assim, poderá estar deixando passar boas oportunidades.

Além disso, defina seus objetivos financeiros para que você tenha um norte em seus investimentos.

Aplicar em ativos totalmente inadequados às nossas metas é a forma mais rápida de frustrar nossos sonhos.

Por isso, investir com segurança inclui levar em consideração seu perfil e objetivos.

Das aplicações citadas acima, em qual você deve investir 10 mil reais?

O ideal é que você crie uma carteira de investimentos que seja diversificada e que tenha ativos de qualidade.

Com 10 mil reais, é possível criar um portfólio que contenha todos esses ativos que foram citados acima.

Entretanto, você deve escolher uma alocação que se adeque aos seus objetivos e ao seu perfil e estudar cada uma das aplicações antes de investir.

Qual é o melhor investimento?

O melhor investimento não é aquele que tem o maior retorno nem o que tem o menor risco.

Além disso, apesar de ser contra intuitivo, não é aquele que tem a melhor relação risco-retorno.

Isso porque não existe um melhor investimento absolutamente, o que existe é o melhor para você.

Por exemplo, vamos supor que a ação da empresa X tenha uma excelente perspectiva de retorno e um baixo risco (comparada a outras ações).

Se, por acaso, você tem um perfil ultraconservador, essa ação pode não ser o ideal para você, pois qualquer oscilação no preço da ação pode te deixar desconfortável e te levar a tomar decisões não ótimas.

Portanto, como foi dito, leve em consideração seu perfil e seus objetivos e, assim, você encontrará o melhor investimento para você.

Abra uma conta em uma boa corretora de valores

Escolher uma corretora de investimentos não será o fator decisivo para seu sucesso ou seu fracasso com suas aplicações.

Contudo, a escolha de uma boa instituição pode facilitar o processo. Nesse sentido, leve em consideração alguns fatores:

  • Produtos;
  • Serviços;
  • Plataforma;
  • Taxas; e
  • Atendimento.

Uma corretora que é considerada excelente levando em consideração esses fatores é a Toro Investimentos.

Isso porque ela oferece uma grande variedade de produtos e serviços e não cobra taxa de corretagem.

Estude bastante

Como foi dito, precisamos ter conhecimento sobre o que estamos fazendo para que o risco seja menor.

Isso significa que é importante saber quais são as variáveis que afetam o retorno de um ativo, quais são as principais aplicações financeiras, como analisar um investimento, como os mercados se comportam, etc.

Portanto, leia livros e conteúdo de blogs especializados, assista vídeos de profissionais da área e busque adquirir conhecimento prático também.

“Investir em conhecimento sempre rende os melhores juros.” – Benjamin Franklin

Ideias para abrir um negócio com até 10 mil reais

Abrir um negócio é uma das melhores formas de aplicar nosso dinheiro.

Claro, com 10 mil reais, as suas opções serão limitadas àqueles empreendimentos com baixo custo inicial.

Entretanto, mesmo dentro desses limites, existe uma infinidade de oportunidades que você pode aproveitar.

Conteúdo digital

Produzir conteúdo é uma das melhores formas de empreender com pouco dinheiro.

Você pode fazer isso por meio das redes sociais, blogs, YouTube, entre outros.

Existem muitos profissionais que têm como sua renda principal o valor que recebem de anúncios em sua página ou canal.

Infoprodutos

Os infoprodutos são produtos que só existem no ambiente virtual, como e-books, cursos, planilhas, etc.

Você pode produzir conteúdo nesses formatos e vender em sites especializados na internet e, assim, faturar um bom dinheiro.

Loja Virtual

Apesar da concorrência, abrir uma loja virtual ainda é uma ótima opção de negócio.

Isso porque o e-commerce ainda tem muito para crescer em nosso país.

O importante é que você estude o mercado e busque vender um produto específico e fazer um marketing diferenciado.

Marketing Digital

Sem dúvida, essa é uma das áreas que mais cresce em nosso mercado.

Uma empresa de marketing digital pode prestar serviços de consultoria para outras empresas que desejam otimizar a presença online da marca.

Cada vez mais, as companhias estão buscando esse tipo de serviço.

Revenda de produtos

Dentre os empreendimentos que estão fora da internet, a revenda de produtos é uma das melhores alternativas.

Isso porque também é possível trabalhar de forma paralela à sua atividade principal.

Nesse sentido, existem vários produtos com alta demanda que você pode revender e ganhar mais dinheiro.

Bens personalizados

Você pode investir 10 mil reais na construção de um negócio que fabrica, por exemplo, cestas de chocolates, acessórios, caixas, livros, etc.

Esses bens podem se destacar pela sua originalidade e produção manual, ou seja, podem servir como um presente especial em datas comemorativas.

Freelancer

O freelancer é um profissional autônomo que presta serviços a outras empresas ou pessoas. Nesse sentido, o contratante pode pagar um valor fixo ou por hora trabalhada.

Dentre as áreas mais procuradas, estão a de programação, YouTube, desenvolvimento de jogos e sites, implementação de blogs, marketing de Instagram e muito mais.

Franquias

Uma franquia é uma estratégia de comercializar o direito de uso de uma marca a um investidor para que ele possa replicar o modelo de negócio em outros locais.

Por exemplo, o McDonalds funciona como uma franquia em que qualquer pessoa que tenha o capital mínimo necessário poderá abrir uma loja da marca.

Nesse sentido, existem franquias que podem ser adquiridas a partir de 4 mil reais, como lojas de jóias, padarias, financeiras, entre outras.

Além desses, você pode abrir um negócio de:

  • Redação para empresas;
  • Mercado de afiliados;
  • Fotografia;
  • Testador para empresas;
  • Resenhista;
  • Trabalhos com pets;
  • Animação de festas infantis;
  • Limpeza de piscinas;
  • Loja de doces; e
  • Personalização de carros.

É fundamental que você tenha constância e paciência.

Sem constância, você nunca vai atingir seus objetivos e desperdiçará seu dinheiro. Por outro lado, sem paciência, você pode desistir antes de colher os frutos.

Entenda que leva tempo até os resultados aparecerem.

Entretanto, com profissionalismo e disciplina, os resultados virão.

Vale a pena investir 10 mil reais na poupança?

Antes de respondermos essa pergunta, precisamos saber quanto rende a poupança.

Quando a taxa Selic está abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da Selic + Taxa Referencial.

Por outro lado, quando a Selic fica acima de 8,5%, a poupança renderá 0,5% ao mês + Taxa Referencial.

Atualmente, a Selic está acima de 8,5%, e a TR está em 0% desde 2017. Logo, a poupança rende exatamente 0,5% ao mês ou 6,17% ao ano.

Portanto, você pode encontrar aplicações, como os títulos do Tesouro Direto, que rendem mais que a poupança e têm um risco muito menor. 

Então, não vale a pena investir na poupança? Não, pois é fácil encontrar ativos que são mais líquidos, mais rentáveis e mais seguros que a poupança.

Conheça os ativos que são melhores que a poupança

É possível investir 10 mil reais e aumentar seu patrimônio?

Sim, com toda certeza é possível.

Todo patrimônio milionário teve que passar pela cifra de 10 mil, 20 mil, 50 mil para ser o que é hoje.

Diante de tudo que foi dito, podemos perceber que existem várias formas de multiplicar nosso dinheiro.

O importante é perceber que você já começou sua caminhada, já conseguiu juntar seus primeiros 10 mil reais.

Agora, é importante que busque aplicar seus recursos com inteligência e disciplina para que seu patrimônio atinja níveis maiores.

Por fim, lembre-se que as maiores fortunas não são construídas do dia para a noite.

É preciso que trabalhemos com afinco durante muito tempo para alcançarmos uma riqueza que seja sólida e que nos permita viver de acordo com nossos objetivos.

CONTINUE LENDO


Escrito por Marcos Vitor Especialista em Investimentos

Especialista em investimentos da Mobills, Marcos Vitor é formado em Economia pela UFC, apaixonado pelo mercado financeiro e acredita no poder da educação financeira para transformar vidas.

  • Especialista em Investimentos Anbima (CEA);
  • Economista (UFC);
  • Gestão de Riscos - ANBIMA;
  • Criptomoedas (NovaDAX).

Assine a Newsletter Mobills
Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...