Melhores Melhores Melhores Ferramentas Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills

Calculadora PJ x CLT

Saiba qual o melhor modelo de trabalho para você utilizando a Calculadora PJ x CLT da Mobills e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Cálculo de CLT x PJ
R$
R$
R$
R$
% ao mês

Como utilizar a calculadora PJ x CLT

  1. Adicione o valor do seu salário bruto (sem descontos);
  2. Insira o valor mensal do vale-transporte;
  3. Insira também o valor mensal do vale-refeição;
  4. Adicione o total de outros benefícios, como plano de saúde, ajuda de custo, etc;
  5. Adicione a alíquota do simples nacional (taxa de imposto via PJ) e clique em “Calcular”.

O que é o modelo de trabalho PJ?

Para entender melhor o cálculo feito na calculadora PJ x CLT, é preciso saber mais detalhes sobre cada um dos modelos de trabalho em questão.

A modalidade de trabalho PJ (Pessoa Jurídica) é uma contratação em que uma pessoa é contratada como pessoa jurídica, o que configura um funcionário prestador de serviços, que não trabalha de carteira assinada como no regime CLT.

Dessa maneira, é necessário que a pessoa contratada tenha, assim como a empresa contratante, um CNPJ ativo.

Por meio disso, é possível que haja uma diminuição de custos na empresa que contratou o funcionário PJ, uma vez que o modelo não garante os direitos trabalhistas regidos pela CLT.

O que é o modelo de trabalho CLT?

O modelo de trabalho CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) assegura, por lei, alguns direitos para os trabalhadores de uma empresa, como salário mínimo, não podendo haver pagamento menor que esse, décimo terceiro, FGTS, e vários outros.

Dessa maneira, ao contrário da contratação PJ, esses direitos são obrigatórios para colaboradores com Carteira de Trabalho assinada.

PJ x CLT: quais as diferenças?

Sendo dois modelos bastante utilizados no Brasil, causando muitas dúvidas nos trabalhadores, é importante esclarecer as diferenças entre um contrato e outro.

No modelo PJ, o trabalhador deve pagar seus próprios impostos, como Imposto de Renda e INSS, além de buscar seus próprios benefícios. Já no modelo CLT, a empresa deve fazer a dedução desses impostos diretamente do salário do trabalhador, além de fornecer seus benefícios.

Além disso, um colaborador CLT deve ter seus direitos trabalhistas assegurados por lei, como o 13º salário, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), férias remuneradas, etc.

Ao ser Pessoa Jurídica, esses direitos não são obrigatórios e passam a depender de um contrato ou acordo, que deve ser firmado entre quem vai prestar os serviços e a empresa.

Dessa maneira, para utilizar a calculadora PJ x CLT e saber qual o melhor modelo de serviço, é importante estar a par de todas as informações possíveis.

Como é feita uma contratação PJ?

Cortar gastos na empresa é, certamente, um dos principais motivos que levam à contratação de Pessoas Jurídicas.

O acordo entre o prestador de serviços e a empresa é feito quando a pessoa tem, assim como a instituição, um CNPJ. Para isso, ela pode ter os seguintes títulos:

  • MEI (Microempreendedor Individual);
  • Empresário Individual;
  • Sociedades Anônimas (SA);
  • Sociedades Limitadas (Ltda.);
  • Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELI).

Dito isso, não é necessário haver registro na Carteira de Trabalho, mas sim um contrato detalhado da prestação de serviços, além de notas fiscais emitidas pelo trabalhador Pessoa Jurídica em questão.

Santander Empresas – Empréstimo PJ

Avaliação Mobills
4.6 500
Avaliação Mobills
URL Verificada
Valor De R$ 200 a R$ 40.000
Taxa de juros A partir de 2% a.m
Prazo De 6 a 24 meses
Tipo de empréstimo Empréstimo para MEI e empresas em geral
URL Verificada
  • Mais informações
    Exclusivo para Empresas MEI, EI, EIRELI ou LTDA. Empresas LTDA com um ou mais sócios, sendo um único sócio representante. Demais empresas podem procurar a agência mais próxima.

Como é feita uma contratação CLT?

O contrato CLT, por outro lado, requer um vínculo do empregado e da empresa registrado na Carteira de Trabalho, além de assegurar ao colaborador uma série de direitos, como:

  • FGTS;
  • Décimo Terceiro salário;
  • Férias remuneradas;
  • Seguro-desemprego;
  • Abono salarial;
  • Licença maternidade e paternidade; entre outros.

Além disso, como dito anteriormente, é de responsabilidade da empresa pagar os impostos do trabalhador, fazendo a dedução de cada um deles do salário recebido.

Isso fará, então, com que o salário recebido por ele, no fim das contas, seja o salário líquido, que é o salário depois de todos os descontos.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Qual ganha mais: CLT ou PJ?
Quais os descontos do regime CLT?
Um profissional PJ tem descontos no salário?

CLT x PJ: qual a melhor opção?

Para saber qual o melhor dos regimes de trabalho existentes no Brasil, é possível utilizar a calculadora PJ x CLT e, por meio dela, saber maiores detalhes sobre as opções.

Além disso, cada um dos modelos apresentados no decorrer do conteúdo farão sentido para alguns tipos de perfis. O ideal para a escolha é que você entenda bem qual tipo de trabalho procura.

Por exemplo, um profissional CLT tem mais estabilidade, pois assegura que todos os trabalhadores recebam seus direitos trabalhistas. Porém, um profissional PJ pode receber um pouco mais, sem se preocupar com os descontos feitos na folha de pagamento.

Dito isso, o mais importante é estudar bem sobre cada uma das opções, PJ x CLT, e entender qual perfil mais faz sentido para você.

Compartilhe este conteúdo


.