Com as melhores dicas de planejamento financeiro para iniciantes, é possível transformar sua relação com as finanças pessoais. Confira!

10 dicas de planejamento financeiro para iniciantes

Se você é novo no universo das finanças pessoais e precisa entender sobre as ferramentas que te permitem alcançar objetivos, deve aproveitar as melhores dicas de planejamento financeiro para iniciantes.

Seja para sair das dívidas, realizar algum sonho ou alcançar qualquer objetivo que esteja no seu radar, tenha certeza que este é o melhor caminho para começar. E, obviamente, para atingir!

Por isso, antes de começar, é importante estudar ao máximo sobre o assunto. Afinal, conhecimento nunca é demais, não é mesmo?

Pensando em te ajudar, desenvolvemos um conteúdo completo sobre “a fórmula do planejamento financeiro perfeita”.

Sabemos que não existe um mundo ideal, mas podemos apontar meios de deixá-lo na melhor forma possível!

Vamos lá?

O que é um planejamento financeiro?

Antes de começar a dar as dicas de planejamento financeiro para iniciantes, vamos repassar o conceito inicial.

Um planejamento financeiro é a capacidade de se organizar financeiramente e poder traçar planos de ação capazes de conquistar os objetivos traçados.

Com por exemplo, um planejamento mensal de gastos envolve metas de despesas, como na imagem abaixo.

Tela de planejamento financeiro no Mobills simbolizando dicas de planejamento financeiro para iniciantes
Monte seu planejamento financeiro no Mobills!

Nesse sentido, existem três etapas básicas. Elas são a definição de metas, estratégias e, depois, planos de ação para manter os objetivos em andamento da melhor forma possível.

Falando, agora, sobre um bom planejamento financeiro. Existem pontos que devem ser aplicados para “incrementá-lo” e deixá-lo com ainda mais capacidade de ser concluído de forma efetiva e em tempo mais rápido.

E é justamente sobre esses pontos que vamos falar por aqui. Passando pelos básicos e mais avançados, você poderá aplicar o conceito de um jeito ideal.

Qual é a importância dessa estratégia?

Pensar em planejamento financeiro é pensar em toda a sua trajetória rumo a uma vida mais saudável, sem dívidas e próxima dos sonhos.

Podemos dizer, inclusive, que um bom planejamento é importante para qualquer área da sua vida.

E isso acontece, justamente, porque somos muito mais eficientes e motivados quando sabemos para onde estamos indo. Pense, por exemplo, no cenário profissional.

De um lado, existe um jovem recém-formado que está trabalhando, mas não tem muitos planos para o futuro. Ele pretende “seguir conforme a corrente” por quanto tempo for possível.

Ao mesmo tempo, o segundo jovem, na mesma situação profissional, tem um “mindset” – mentalidade – diferente. Ele já traçou seus objetivos e sabe definir o que quer para o futuro.

Quando pensamos na carreira de ambos, a segunda pessoa tem muito mais chances de se realizar profissionalmente do que a primeira.

Afinal, ela sabe o que quer e tem a capacidade de identificar suas fraquezas e pontos fortes rumo aos objetivos traçados.

O mesmo pode ser aplicado, reforçamos, em qualquer área da vida. E nas finanças não seria diferente.

Sem um bom planejamento financeiro, existem muitas chances de você estar vivendo a sua vida sem aproveitar o seu dinheiro ao máximo.

Ou seja: poderia estar gastando de forma mais inteligente, ou até mesmo economizando muito mais, mas não consegue ainda, justamente porque não tem muita noção de onde está.

Para não comprometer o futuro e conquistar todos os seus objetivos, então, devemos ter um planejamento!

10 dicas de planejamento financeiro para iniciantes

Agora que já passamos por aqueles conceitos iniciais, mas muito importantes, é hora de apontar as melhores dicas de planejamento financeiro para iniciantes.

Esperamos que com elas você seja capaz de traçar aquelas estratégias de sucesso!

1. Entenda a sua realidade financeira

Antes de qualquer coisa — qualquer coisa mesmo — você precisa entender como andam suas finanças.

Sabendo disso, vá além. Veja também seu comportamento de compra, como você se porta frente ao hábito de poupar e quais padrões podem ser percebidos ao realizar gastos.

Responda, então, perguntas como:

  • Quanto você ganha por mês?
  • E os gastos mensais, qual o valor?
  • Você tem dívidas? Qual o valor delas?
  • Tem investimentos?
  • Quais são aqueles gastos que você considera como “nocivos”?

Depois de fazer esse levantamento geral, tenha certeza de que os próximos passos serão muito mais simples.

2. Acompanhe diariamente as despesas

Este ponto é considerado como a chave para o sucesso — ou fracasso — do seu planejamento financeiro.

Sabendo disso, crie o hábito de acompanhar suas despesas diariamente. Você pode anotá-las sempre que fizer um gasto ou separar um momento específico do dia para computar todas.

Lembre-se sempre de fazer o que for melhor e mais prazeroso dentro da sua realidade. Caso contrário, as chances de “enjoar” e abandonar o processo são altas.

Atualmente, a melhor (e mais moderna) forma de acompanhar as despesas é a partir de um aplicativo de gerenciamento financeiro.

Veja na imagem abaixo como é possível fazer e acompanhar esse registo. Por meio das categorias de gastos, análise e corte de despesas não essenciais, é possível economizar um bom dinheiro todos os meses.

Tela de registro de despesas do Mobills simbolizando dicas de planejamento financeiro para iniciantes.
Tenha o controle das suas finanças com o Mobills!

Por aqui, oferecemos o Mobills, uma solução descomplicada que pode te ajudar a desenvolver esse hábito de maneira muito simples e intuitiva.

Um outro ponto importante é o seguinte: não subestime seus gastos. Aquele cafezinho na rua, quando acumulado, pode estar fazendo muito mais diferenças na sua rotina do que você imagina.

3. Faça uma divisão por categorias

À medida em que você anota os seus gastos, deverá ser capaz também de categorizá-los.

Dessa forma, irá além do montante gasto, sabendo também como ele vem sendo depositado nas mais diversas áreas da sua vida.

Faça, então, análises quantitativas e qualitativas dos seus gastos.

Quando trabalhadas de forma integral, tenha certeza que os resultados são alcançados de forma muito mais ágil e satisfatória.

Um outro ponto positivo de dividi-los por categorias é ter o poder de entender, exatamente, quais comportamentos “viciosos” e negativos podem ser cortados.

Tela de despesas por categoria do Mobills simbolizando a organização financeira
Categorize suas despesas no Mobills!

Veja o exemplo dessa divisão de finanças de uma pessoa:

A proporção entre gastos essenciais e não essenciais não está nada interessante. E podemos prever dois cenários:

  • A pessoa está deixando de usar seu dinheiro para suas prioridades, ou seja, está precarizando os gastos essenciais;
  • A pessoa está usando uma quantidade satisfatória para os gastos essenciais, mas está exagerando nos não essenciais e poderia guardar este valor para uma reserva de emergência, por exemplo.

Lembrando que, acima, dividimos por categorias muito amplas! Em aplicativos, como é o caso do Mobills, você pode destrinchá-las como quiser.

4. Evite aquelas compras “emocionais”

Podendo categorizar os gastos, te adiantamos que esse tipo de compra, provavelmente, será muito menor.

De toda forma, sabemos que pode ser difícil manter um bom autocontrole, e às vezes a emoção fala mais alto do que a razão.

Por isso, é importante ter uma boa noção do que é nocivo para você e, dessa forma, evitar aquisições por impulso.

Se você sabe que gasta muito com delivery desnecessário, por exemplo, pense muito bem antes de abrir o aplicativo no fim de semana.

É claro que você não deverá viver em privação, e que desejos são importantes para manter a mente saudável. O problema está, exatamente, no descontrole.

Uma boa forma de seguir é elaborando listas. Logo, seja antes de ir ao supermercado ou ao shopping, tenha em mente os motivos claros pelos quais você saiu de casa.

E quando for o caso do famoso “delivery da tentação”, se dê alguns minutos para entender se você realmente quer aquilo, ou se está reproduzindo um vício.

Faça um passeio pela casa, abra a dispensa, entenda se está com fome de verdade ou se não passa de um impulso.

5. Compare preços

Tenha certeza que, ao fazer alguma compra sem comparação, você poderia ter economizado um valor muito expressivo no final do mês.

Isso acontece, principalmente, com compras feitas pela internet. Imagine a quantidade de lojas que vendem o mesmo produto, mas se tratam de estabelecimentos distintos, então terão seus próprios critérios para fazer a precificação.

Tela de balanço mensal do Mobills representando dicas de planejamento financeiro para iniciantes
Acompanhe o seu balanço mensal no Mobills!

Por meio de um bom planejamento financeiro e controle do seu dinheiro, além de economizar, você consegue ainda manter o seu balanço mensal – diferença entre receitas e despesas – positivo, como na imagem acima.

Sites como o Zoom são ótimas opções para comparar o preço de compras online. Mas você pode aplicar o hábito também na rotina.

É o exemplo de uma ida ao supermercado. Ao invés de ir naquela marca de sempre, por que não buscar por outras opções promissoras? Você vai se surpreender, e a tentativa é super válida!

O máximo que pode acontecer é você não gostar tanto assim de algum produto e, na próxima vez, recorrer aos antigos.

6. Mantenha uma relação saudável com o cartão de crédito

Lembre-se sempre que “limite não é dinheiro disponível”. Você pode até ter acesso ao produto naquele momento, mas terá que fazer o pagamento no fim do mês.

Dessa forma, fique atento na fatura e acompanhe a evolução dos gastos. Alguns aplicativos, como o do Nubank, permitem que o cliente diminua o limite temporariamente.

Além de ser uma dica válida para um bom planejamento financeiro para iniciantes, por meio desse acompanhamento da fatura você consegue também identificar algum golpe, como compras indevidas, no seu cartão.

Essa pode ser uma forma de te educar caso o seu limite seja muito maior do que o seu salário e buscar alternativas para usar melhor o seu dinheiro.

Tela de cartões de crédito do Mobills simbolizando dicas de planejamento financeiro para iniciantes
Conheça o Mobills e tenha o controle dos seus cartões de crédito!

No Mobills, você consegue acompanhar todos os seus gastos no cartão de crédito de maneira simples e descomplicada. Gostou da ideia? Saiba mais!

7. Defina metas e objetivos

Conforme já apontamos algumas vezes por aqui entre as nossas dicas de planejamento financeiro, é muito importante traçar metas e objetivos.

Afinal, somente com elas poderá entender o seu caminho e para onde todo aquele esforço será depositado.

Sabendo disso, não tenha medo de listar todas as prioridades e desejos atuais ou futuros. Depois, é hora de definir as formas de conquistá-los.

Por exemplo: Uma pessoa quer ir para a Europa no ano que vem.

É importante lembrar que, para conquistar essa meta, existem várias “metas menores” que terão total interferência no resultado. Podem ser:

  • Visto e passaporte;
  • Dinheiro necessário para os gastos locais;
  • Fazer a reserva do hotel;
  • Comprar as passagens;
  • Outras questões eventuais.

O mesmo deve acontecer com qualquer outro objetivo que você tenha. Portanto, encontre formas de torná-lo possível, assim, é muito mais fácil entender o que é preciso fazer para alcançar.

8. Seja realista

Este ponto está totalmente relacionado ao que acabamos de falar. Ou seja, você deve ser realista em todos os momentos que envolvem a criação do seu planejamento financeiro.

Sabe porquê? Porque isso acontece por um motivo muito simples: quanto mais distante da sua realidade, maior é a dificuldade para atingir.

Sendo assim, isso diminui exponencialmente seu ânimo e motivação para seguir poupando e se organizando.

Além disso, uma certa “ilusão” pode fazer com que você desenhe metas erradas. Desse modo, é de suma importância ser realista consigo mesmo.

Em outras palavras, se o objetivo é algo impossível de ser atingido, você obviamente não conseguirá realizar. E a desmotivação que envolve uma “meta falhada” pode atingir todas as áreas da sua vida.

Não tenha medo, então, de manter os pés no chão! Na medida em que for conquistando suas metas realistas, novos objetivos serão definidos.

Sendo assim, com um passo de cada vez, você poderá realizar o que deseja.

9. Considere possíveis imprevistos

Nossa vida é repleta de imprevistos. Afinal, quem é que tem certeza do dia de amanhã?

Nesse sentido, considere possíveis imprevistos no seu planejamento. Por isso, se você não possui dívidas, priorize a formação de uma reserva de emergência.

Por mais que você pense o contrário, com ela você será capaz de guardar um montante exclusivo para eventualidades que podem envolver um desemprego ou a saúde, por exemplo.

Assim, passará por esses momentos com um suporte muito importante para a manutenção da sua saúde financeira.

Depois de traçar uma reserva, a ideia é buscar sobre investimentos e encontrar as melhores formas de fazer com que o seu patrimônio possa crescer ainda mais.

10. Revisite todo o planejamento periodicamente

Esse ponto está relacionado com aquilo que falamos anteriormente. Ou seja, como imprevistos acontecem, é provável que você precise repensar as suas metas.

Ademais, saiba que isso não acontece apenas negativamente!

Pense, por exemplo, em uma promoção. Assim, você começará a receber o dobro a partir do mês que vem.

Com isso, toda a proporção dos gastos sofrerá mudanças. Inegavelmente, naqueles gastos em que a renda é comprometida, também será importante revisitar os objetivos e torná-los mais factíveis.

Lembra do que falamos sobre metas possíveis, não é?

Por isso, pense em uma periodicidade interessante para revisitar os pilares do seu planejamento. Sempre que necessário, esteja aberto para mudar o que for preciso!

Conclusão

Com o que falamos neste conteúdo, acreditamos que você está um passo à frente de realizar todos aqueles sonhos que, por muito tempo, ficaram no papel.

Esperamos, então, que este material seja o seu guia e que você possa se organizar cada vez mais!

E aí, gostou do nosso conteúdo com as melhores dicas de planejamento financeiro para iniciantes? Então siga aprendendo sobre suas finanças e aprenda como planejar e fazer o controle financeiro pessoal!

Por fim, aproveite também para o conhecer o Mobills, o melhor gerenciador financeiro do Brasil!

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

O que achou do artigo “10 dicas de planejamento financeiro para iniciantes”?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Finanças Pessoais


Escrito por Carlos Terceiro

Carlos Terceiro, Fundador e CEO do Mobills, o aplicativo de finanças pessoais com o maior número de clientes no Brasil. Empreendedor movido pelo propósito de transformar a vida financeira dos brasileiros para melhor. Formado em análise de sistemas e Pós-graduando em Finanças e Investimentos pela PUCRS.

    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    Logo Mobills
    Mobills Google Play
    Mobills Apple Store
    Mobills Web