Pesquisar Fechar Menu
Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills

Calculadora de Juros Simples

Juros simples são acrescidos somente em cima do valor inicial ao final de cada período, mantendo assim um crescimento constante. Calcule de forma simples!

Simulador de Juros Simples
R$
%
Resultado
Valor total final
Valor total investido
Total em juros
Conheça as melhores corretoras para atingir esta rentabilidade
MesesJurosTotal
Investido
Total
Juros
Total
Acumulado
Compartilhar resultado
Clique no botão para copiar o link abaixo:
Ou compartilhe direto nas redes sociais:
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.
*Os resultados dessa calculadora são simulações. Podendo assim, sofrer divergências causadas por mudanças nas regulamentações e taxas. Esta página tem caráter informativo, sem valor legal. Portanto, não dispensa a consulta de um profissional da área.

Como utilizar a calculadora de juros simples

  1. Preencha o campo valor inicial;
  2. Preencha a taxa de juros anual ou mensal;
  3. Preencha o campo periodo por meses ou anos;
  4. Clique em calcular e veja o resultado.

Viu como é simples? Agora é só fazer suas simulações utilizando nossa calculadora de juros simples.

Fórmula de juros simples?

Como o nome já diz, a fórmula para calcular os juros simples é… simples.

A fórmula do juros simples é:

Total=P×I×N

Onde

  • P = Valor principal;
  • I = Taxa de juros;
  • N = Número de períodos entre datas.

Como podemos ver, vamos multiplicar a taxa de juros, que incide sempre sobre o valor inicial, pelo número de períodos. Dessa forma, poderemos ver que o saldo dessa operação cresce de forma constante.

No gráfico a seguir, consideramos uma aplicação de R$ 1.000,00, a uma taxa de 10% ao ano durante 10 anos.

juros simples gráfico
Exemplo de juros simples 1

Como os 10% sempre vão incidir sobre os R$ 1.000,00, o rendimento anual sempre vai ser R$ 100,00. Isso pode ser mais facilmente visto na tabela a seguir:

juros simples tabela
Exemplo de juros simples 2

Como calcular a taxa de juros simples

Vamos supor que você fez um investimento de R$ 10.000,00 segundo o regime de juros simples com um rendimento de 5% ao ano.

Nesse caso, sua aplicação vai render exatamente R$ 500,00 por ano até o dia do vencimento, pois a taxa sempre vai incidir sobre o valor inicial.

Portanto, se você deixar seu valor aplicado por 10 anos, você terá ao final de 10 anos R$ 15.000, pois:

Total: 10.000 (reais) x 500 (reais por ano) x 10 (anos)

Juros Simples e juros Compostos?

No regime de juros simples, o percentual de juros é calculado apenas sobre o capital inicial. Isso significa que os juros sobre o dinheiro só incidirá sobre a quantia investida ou emprestada do aporte inicial.

Por outro lado, nos juros compostos, a taxa incidirá sobre o período imediatamente anterior que já está acrescido de juros.

As diferenças entre juros simples e compostos são as seguintes:

Juros simples

  • São pagos periodicamente (mensal ou anualmente) ao credor.
  • São iguais ao longo do tempo, mas reduzem em termos reais (efeito da inflação).
  • Nominalmente somados ao capital formariam uma reta (ex.: 1000, 1100, 1200, etc).
  • São como os frutos de uma árvore: são colhidos e consumidos.
  • Tecnicamente, ocorre a fruição imediata dos juros pelo credor.
  • Se não pagos e não incorporados ao montante, gera perda inflacionária e da porcentagem de rendimento.

Juros compostos

  • São pagos ao credor somente no vencimento.
  • São crescentes no tempo em termos reais e nominais, se a taxa for maior que a inflação.
  • Incorporados ao capital formam uma curva ascendente. (ex.: 1000, 1100, 1210, etc).
  • São como bezerros que, ao crescerem, gerarão novas bezerros.
  • Tecnicamente, ocorre a fruição diferida dos juros pelo credor.
  • Se pagos, não incorporam ao montante, que não cresce durante o período em que forem pagos.

Juros compostos são a aplicação de juros sobre juros, isto é, os juros compostos são aplicados ao montante de cada período.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Naturalmente, pode ter restado alguma dúvida sobre o tema. Então, vamos tentar abordar os assuntos complementares agora.

Juros simples são um método para calcular juros sobre investimentos ou empréstimos. Juros simples são juros determinados ao final de cada período sempre em cima do valor inicial tanto de empréstimos como investimento.

A principal diferença entre esses dois regime é a base em que há incidência da taxa de juros.

Por um lado, os juros simples sempre incidem sobre o valor inicialmente investido. Por outro lado, nos juros compostos, há incidência é sobre o valor acumulado até o período imediatamente anterior.

Hoje em dia, não existem mais operações que rendem de acordo com os juros simples, pois o regime de juros compostos é muito mais rentável e tem um efeito multiplicativo muito maior.

A fórmula para calcular a taxa de juros simples é:

Total = P x I x N

Ou seja, você informará o valor inicial aplicado, a taxa de juros e o número de períodos.

Lembrando que a taxa deve estar expressa no mesmo intervalo de tempo do período.

Para que você descubra a taxa ao ano, é preciso se certificar de que a quantidade de períodos está expressa em termos anuais.

Após isso, é só usar a fórmula de juros simples:

Total = P x I x N

Contudo, você vai informar as outras variáveis e deixar a taxa como a incógnita I mesmo. Desse modo, o resultado do seu cálculo será a taxa de juros ao ano.

Uma alternativa é utilizar o Conversor de Taxa Mensal em Anual da Mobills.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.


.