Valor Líquido x Valor Bruto: Conheça a diferença entre os termos e como afetam sua renda

Entender a diferença entre valor líquido e valor bruto pode mudar a forma como organiza as finanças. Saiba mais!

Artigo escrito por Claudia Borges em 12 de Junho de 2021

Mulher buscando entender a diferença entre valor líquido e valor bruto

Você já passou pela situação de pegar seu comprovante de pagamento e o valor recebido ser diferente do que deveria ser seu salário? Isso acontece pois existe uma diferença entre valor líquido e valor bruto.

Muitas pessoas não conhecem essa diferença e acabam achando que houve algum erro no seu contracheque. Por isso, é importante saber quanto você ganha por mês e o que é descontado.

Isso porque, essa informação não pode faltar na hora de manter sua vida financeira em dia e descobrir como economizar dinheiro todo mês.

Existem, ainda, outras situações onde pode haver diferença entre valor recebido e valor acordado.

Quer saber quais são elas? Então, leia o artigo até o final!

O que é o valor líquido?

De forma prática, o valor líquido é referente à quantia que cai efetivamente na sua conta. Ou seja, é o valor final da sua remuneração, depois de todos os descontos devidos.

Existem alguns descontos, chamados de descontos na fonte, que são obrigatórios. Dessa forma, como o próprio termo sugere, esses valores são descontados direto em folha de pagamento.

A contribuição previdenciária e o Imposto de Renda são alguns dos principais descontos que podem haver no seu salário, por exemplo.

Diferença entre valor líquido e valor bruto

Como dissemos, no valor líquido existem descontos feitos diretamente no contracheque, essa é a diferença entre valor líquido e valor bruto, quando falamos de remuneração.

O valor bruto é aquele que está na sua carteira de trabalho. É o valor que você usa como referência quando te perguntam quanto você ganha.

Porém, essa diferença não existe somente quando falamos de salário. Outras operações, como investimentos e pagamento de pensão alimentícia, possuem também essa diferenciação.

Então, de forma geral, os termos são os seguintes:

  • Valor bruto: valor total e sem descontos;
  • Valor líquido: valor final, após receber descontos.

Conhecendo o valor líquido e bruto na prática

Agora que sabemos a diferença entre os termos, é importante entender como você é afetado, na prática, por essa nomenclaturas, certo?

Para te ajudar a compreender melhor o assunto, separamos a aplicação prática em três modalidades, veja!

Conjunto de moedas representando o tema valor líquido vs valor bruto
Conjunto de moedas

No salário

Se você é trabalhador assalariado, então sabe (ou deveria saber) que o valor que recebe todos os meses é diferente do que foi acordado com a empresa na hora da contratação.

Mas não se preocupe, esses descontos são legais e você até concordou com eles em algum momento, mesmo que de forma indireta.

Isso porque, o artigo 462 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz que é proibido qualquer desconto que não seja adiantamento, de dispositivos de lei ou contrato coletivo.

Entretanto, não dá para escapar dos descontos. Então, veja alguns dos valores que podem ser descontos no seu holerite:

Nos investimentos

Se você está pensando em investir, deve saber que esse tipo de transação financeira também possui alguns descontos. E não falamos aqui sobre lucro ou perda, mas sim de taxas e impostos.

Independente do tipo de investimento que você faça, existem algumas taxas e impostos que serão descontados do retorno bruto.

O valor final obtido por meio de investimento é chamado rendimento líquido. Sobre esse valor ainda vai incidir os impostos devidos, como Imposto de Renda e IOF.

Todavia, antes de receber esse valor, o retorno bruto pode ter os seguintes descontos:

  • Taxa administrativa;
  • Taxa de corretagem;
  • Taxa de custódia;
  • Taxa de performance;
  • Emolumentos;
  • Taxa de carregamento; etc.

Pensão Alimentícia

Um erro muito comum na hora de calcular o valor da pensão alimentícia, é usar o valor da remuneração bruta para determinar o pagamento.

Entretanto, não existe uma regra ou lei que determine como será esse cálculo. Tudo depende da sentença do juiz, caso a caso.

Por exemplo, se for determinado que a pensão será 10% do salário mínimo vigente, ela, obviamente, terá como referência o valor total do salário mínimo.

Mas existem casos em que o juiz determina que a pensão deverá ser sobre o valor líquido da remuneração, por exemplo.

A regra é que ‘não existe regra nessa situação'. Em suma, esse cálculo deve ser feito com base na decisão judicial ou no acordo feito entre as partes.

Importância de conhecer o valor líquido

Conhecer a diferença entre valor líquido e valor bruto é importante para organizar as finanças e fazer o planejamento financeiro. Acima de tudo, para manter o orçamento em dia.

Apesar de não parecer, você pode precisar conhecer essa diferença em alguns momentos da sua vida.

Como por exemplo, em um financiamento. Nesse caso, o valor das prestações não podem exceder 30% do seu salário. Mas essa conta é feita sobre o valor bruto da sua remuneração.

Então, na hora de pagar, se tiver outros descontos em seu salário, sua situação financeira pode ficar bem desagradável.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Nesse momento pode haver mais dúvidas que respostas em sua mente, mas fique tranquilo. Organizamos respostas para as maiores dúvidas sobre o assunto para te ajudar. Confira abaixo!

Valor líquido é o valor real que você recebe, depois de todas os descontos de taxas e impostos. É o que, efetivamente, você tem no fim do mês para pagar as contas.

Entretanto, um dos principais pontos a ser observado quando falamos de salário líquido é que, só pode ser feito desconto em seu holerite que seja adiantamento, dispositivos de lei ou contrato coletivo.

Para descobrir qual será seu salário líquido você deve somar todos os descontos e subtrair do valor bruto. Confuso? Para resumir, veja como funciona na prática:

  • Salário bruto: R$ 1.500;
  • Total de descontos: R$ 350;
  • Salário líquido: R$ 1500 – R$ 350 = R$ 1.150.

Rendimento líquido é o resultado de uma aplicação financeira, após ser descontado todas as taxas. Sobre esse valor ainda vão ser descontados IOF e Imposto de Renda.

Entretanto, o valor final que o investidor recebe leva o nome de Lucro Líquido Individual.

Valor líquido das operações é um termo usando por investidores para determinar a diferença entre o total de operações de compra e de venda do dia.

Um termo usado por contadores, o valor líquido de venda determina o total gerado na venda de algum bem ou ativo depois da dedução de custos.

De forma pratica, é o valor final de uma venda, depois de subtrair impostos, taxas e despesas.

Preciso conhecer o valor líquido para organizar minhas finanças?

Como explicamos em todo este artigo, saber a diferença entre valor líquido e valor bruto pode fazer a diferença na hora de se organizar financeiramente.

Isso porque, não conhecer essa informação pode te trazer problemas e aumentar suas dívidas, ao fazer um plano financeiro com base em uma renda que não recebe, por exemplo.

Portanto, não deixe de aprender sobre o assunto! Em primeiro lugar por ser bom para suas finanças pessoais e, além disso, para aprender mais sobre educação financeira na prática.


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


Escrito por Claudia Borges Jornalista

Jornalista em formação, apaixonada por boas histórias e por transformar a vida das pessoas através da educação financeira.

  • Jornalista;
  • Redatora Mobills.
.