Melhores Melhores Guias Guias Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
seguros
isca
Não
semestral

Como funciona o seguro para acidentes pessoais

Se você quer contratar um seguro de acidentes pessoais, mas não sabe como funciona, confira o conteúdo e tire suas dúvidas!

Artigo escrito por Ranielle Oliveira em 20 de Dezembro de 2021

Uma das principais preocupações de um provedor de família é deixar seus entes desamparados no futuro, seja ele próximo ou não. Mas, para esses casos, existe um tipo de seguro específico, que é o seguro de acidentes pessoais.

É do conhecimento de todos, atualmente, que ninguém está ileso de passar por imprevistos, sejam eles financeiros ou, até mesmo, que possam colocar em risco a própria vida.

Por esse motivo, é importante avaliar a importância e os benefícios de contratar esse tipo de seguro, uma vez que esse contrato pode garantir uma indenização em casos de acidentes fatais.

Assim, confira a seguir como funciona o seguro para acidentes pessoais e suas coberturas.

Boa leitura!

O que é o seguro de acidentes pessoais?

Um seguro de acidentes pessoais é uma modalidade mais específica do grupo dos seguros, uma vez que o conceito de acidente pessoal é relacionado com acidentes súbitos, que podem ocorrer por meio de agentes involuntários ou imprevistos.

Ou seja, ele atua como uma proteção financeira para fins fatais com o maior provedor da família, que podem ser atropelamentos, quedas ou outros acidentes que levem a vítima a um estado de óbito ou invalidez permanente ou total.

Diferença entre seguro de vida e de acidentes pessoais

Atualmente, muitas pessoas confundem, ainda, seguro para acidentes pessoais com o seguro de vida.

No entanto, apesar de poucas, existem algumas diferenças entre os dois, que pode ajudar a diferenciá-los e entender qual o seguro ideal para você:

Seguro de vidaSeguro para acidentes pessoais
Cobertura ampla (a indenização pode ser tanto por mortes acidentais quanto naturais)Só indeniza se o acidente pessoal ocorrido estiver coberto pelo seguro
Preço mais altoPreço mais baixo
Varia de acordo com a idade do contratanteNão difere jovens e idosos, mas pode variar com as atividades de risco
Principais diferenças entre seguro de vida e seguro para acidentes pessoais

Então, ao pensar em escolher um seguro, certifique-se das diferenças e das coberturas que cada um oferece, para que você possa optar pelo melhor serviço.

Coberturas de um seguro de acidentes pessoais

Inicialmente, um seguro de acidentes pessoais tem como principal cobertura os casos de morte ou invalidez total e permanente. Entretanto, é possível que o segurado adicione outros amparos, a depender do que a seguradora tem disponível.

Sendo assim, confira as principais coberturas:

  • Invalidez parcial, total ou permanente;
  • Despesas médicas hospitalares e odontológicas consecutivas do acidente;
  • Diárias por internação hospitalar ou por incapacidade temporária;
  • Auxílio funerário.

Além disso, é importante saber que as indenizações são pagas em situações que surgem de acidentes, e não de morte natural ou de outros tipos.

Ou seja, só serão cobertos os casos que resultem em prejuízos físicos e permanentes ao segurado.

Quais os tipos de seguros pessoais?

Os seguros pessoais vêm tendo um crescimento contínuo desde o ano de 2019. Dito isso, os tipos mais comuns dessa modalidade são:

  • Seguro de acidentes pessoais: A seguradora paga uma quantia em casos de mortes por acidentes ou acidentes que causem invalidez total, permanente ou temporária;
  • Seguro desemprego: Que dá garantia financeira temporária ao trabalhador desempregado, uma vez que ele tenha sido dispensado sem justa causa;
  • Seguro de vida: A seguradora deve pagar ao segurado uma quantia em casos de mortes naturais ou por acidentes; e o
  • Seguro funerário: Neste, todas as despesas do momento da morte até o enterro são cobertas por um auxílio funerário, que pode, inclusive, ser uma das coberturas do seguro de vida.

Além dos seguros pessoais, existem diversos outros tipos, como o seguro viagem ou o seguro para automóvel. Você irá, no entanto, decidir o que é sua necessidade no momento após ver o que cada um oferece.

Quem pode fazer um seguro de acidentes pessoais?

A idade mínima para o contrato desse seguro é, geralmente, de 14 anos. Porém, algumas seguradoras estabelecem alguns fins para a venda.

As coberturas, em casos de idades inferiores a 65 anos, são mais restritas, e cobrem:

  • Despesas funerárias;
  • Despesas médicas e hospitalares decorrentes de acidentes;
  • Despesas odontológicas decorrentes de acidentes.

O mais comum para contrato desse seguro são pessoas de até 65 ou 70 anos, de acordo com a empresa. Afinal, pessoas mais novas não exercem atividades profissionais, o que pode resultar em coberturas mais básicas.

Porém, algumas instituições do mercado já possuem o seguro sênior, que vai até 80 anos.

Dúvidas frequentes sobre o assunto

Esse tipo de seguro, por ser mais específico, possui um preço de contratação menor. Existem planos que oferecem essa modalidade por R$15,00 ao ano, o que vai depender da cobertura escolhida por você.

Esse seguro serve para cobrir eventos que causem uma lesão física permanente ao usuário. Ou seja, garante uma indenização no caso de acidentes que causem morte ou invalidez permanente, total ou parcial.

O percentual do seguro de acidente de trabalho é determinado de acordo com os riscos do local de trabalho, que podem ser leves, médios ou graves. Então, a contribuição é sobre o total da folha de pagamentos, que pode ser da seguinte maneira: 1% para atividades de risco leve; 2% para atividades de risco médio e 3% para atividades de risco grave.

Acidentes pessoais podem ser eventos externos que possam causar lesão física no segurado, mas que, no entanto, tenha como consequência um quadro de morte ou invalidez temporária, total ou permanente.

Ter um seguro para acidentes pessoais pode custar para o contratante um valor baixo, como o de R$15,00 ao ano, uma vez que, por ser mais específico, o preço de contratação é menor, a depender da cobertura escolhida.

Vale a pena ter um seguro de acidentes pessoais?

Como dito anteriormente, é certo que estamos expostos a diversas situações imprevistas diariamente.

Por isso, faz sentido que tenhamos uma garantia para casos mais extremos, para que, assim, possamos ficar em uma situação de tranquilidade.

Por isso, cheque as possibilidades do seu orçamento e, caso você tenha condições de ter um seguro para acidentes pessoais, leve em consideração todas as dicas desse conteúdo e contrate o seu.


Compartilhe este conteúdo


Escrito por Ranielle Oliveira Analista de conteúdo

Experiente na área de revisão de textos, criadora de conteúdo de finanças pessoais para web e redes sociais e apaixonada por escrever textos com uma linguagem clara e de fácil entendimento para os leitores.

  • Graduanda em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.

Assine a Newsletter Mobills
Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Você também vai gostar


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

.