Melhores Melhores Melhores Ferramentas Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
conta-digital
isca
Não
semestral

Dígito verificador: o que é e como ele funciona no cartão, conta, RG e CPF

O dígito verificador é um componente muito importante de diversos documentos. Descubra quais são as suas principais funções!

Artigo escrito por Guilherme Gadelha em 05 de Fevereiro de 2024

Apesar de ser pouco popular com esse nome, o dígito verificador, também conhecido como DV, é um componente importante para manter a sua conta segura. 

Além de ser usado em contas bancárias, ele também aparece em outros documentos importantes, como CPF, RG. Por isso, é interessante saber mais detalhes sobre o que ele é e como ele funciona. 

O que é o dígito verificador?

De forma resumida, o dígito verificador é o número que sempre fica após o hífen. Você pode vê-lo no final da sua conta bancária, RG, CPF e outros documentos.

Para que serve o dígito verificador?

O DV serve para evitar fraudes e erros de identificação, sendo alguns deles:

  • Quando há inversão de números;
  • Quando há erros de dígito único;
  • Erros de números gêmeos;
  • Quando há números parecidos (6 e 3).

Como encontrar o dígito verificador?

Da mesma forma que você pode consultá-lo em seu RG, também é possível encontrar o DV dos seus documentos e agência bancária após o hífen. Por exemplo:

  • Conta bancária: 12345678-9
  • CPF: 123.321.123-11
  • RG:- 56.843.539-4

Como encontrar o DV da minha conta bancária?

Ainda que exista um padrão para encontrar o dígito verificador em contas bancárias, você poderá consultar os detalhes em seguida sobre como consultar o DV da sua conta. Para fazer isso, basta encontrar nos tópicos abaixo o nome do seu banco.

Dígito verificador do cartão Santander

O dígito verificador do cartão Santander geralmente pode ser encontrado no verso do cartão de débito.

Dígito verificador da conta Banco do Brasil

Ao contrário do cartão Santander, o dígito verificador da conta Banco do Brasil pode ser consultado na parte frontal do cartão de débito. 

Vale lembrar que em contas do Banco do Brasil, é possível haver casos onde o DV seja a letra “X”. Se você precisa fazer uma transação bancária, pode substituir a letra “X” pelo número “0”.

Dígito verificador do cartão Nubank

A principio, diferente das situações acima, o DV do cartão Nubank só pode ser consultado no app do banco. Para fazer isso, basta abri-lo e clicar no ícone que fica ao lado do seu nome.

Dígito verificador Bradesco

De forma parecida com o Banco do Brasil, o dígito verificador do Bradesco pode ser consultado na parte frontal do cartão de débito. 

Dígito verificador do Itaú

Da mesma forma que o cartão Santander, o dígito verificador do Banco Itaú pode ser checado na parte frontal do cartão de débito.

Dígito verificador da Caixa

Já o dígito verificador da Caixa pode ser consultado por meio das indicações no cartão. Lembre-se de que o DV da sua conta sempre será o último número após o hífen.

Como é calculado o DV de cartões de crédito?

Também podemos consultar o DV dos cartões de crédito por meio de um cálculo simples. Entretanto, antes de colocarmos a mão na massa, devemos levar em conta alguns pontos:

  • Os cartões de crédito possuem um número que vai de 14 a 19 dígitos;
  • A bandeira é representada pelos primeiros 4 dígitos;
  • O último dígito da esquerda para a direita é o DV dos números anteriores.

Para ter acesso ao número que falta, devemos seguir os passos a seguir. Como exemplo, iremos usar o número hipotético de 2126 2434 1123 215X

Como calcular o DV de cartões de crédito

1. Primeiro precisamos de uma tabela de 3 linhas com 16 colunas. Na primeira linha, iremos colocar o número do nosso cartão de crédito:

212624341123215X
Como calcular o DV de cartões de crédito (Passo 1)

2. Já na segunda linha, iremos inserir os números que servem de base para o nosso cálculo. No caso de cartões de crédito, iremos usar a sequência entre 2 e 1:

212624341123215X
212121212121212
Como calcular o DV de cartões de crédito (Passo 2)

3. Em seguida, nós iremos multiplicar os números da linha acima com a linha de baixo. Lembrando que para os valores que ficarem acima de 9, nós faremos a “regra dos 9”:

212624341123215X
212121212121212
414644642143411
Como calcular o DV de cartões de crédito (Passo 3)

4. No penúltimo passo, iremos somar todos os números resultantes da terceira linha:

  • 4 + 1 + 4 + 6 + 4 + 4 + 6 + 4 + 2 + 1 + 4 + 3 + 4 + 1 + 1 = 49

5. Por fim, precisamos encontrar o múltiplo de 10 mais próximo do nosso resultado, que no caso, seria 50. 

De 49 para 50, falta apenas 1. Ou seja, o dígito verificador do cartão 2126 2434 1123 215X é o número 1!

Como é calculado o dígito verificador do RG?

Por mais que a maioria das pessoas não saibam, o dígito verificador do RG é o resultado de um cálculo de 4 passos. Para exemplificar melhor, nós iremos usar o número hipotético 56 843 539.

Como calcular o DV de cartões de crédito do RG

1. Faça uma tabela de 3 linhas com 8 colunas. Na primeira linha, iremos colocar o número do nosso RG. Na linha de baixo, vamos inserir a sequência 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9:

56843539
23456789
Como calcular o DV de cartões de crédito do RG (Passo 1)

2. Para conseguirmos os números da 3ª linha, precisamos multiplicar os algarismos da 1ª linha com o da 2ª:

56843539
23456789
1018322018352481
Como calcular o DV de cartões de crédito do RG (Passo 2)

3. Agora devemos fazer a soma de todos os números da 3ª linha:

  • 10 + 18 + 32 + 20 + 18 + 35 + 24 + 81 = 238

4. Depois de ter o resultado da soma, nós iremos este número por 11. 

  • 238 dividido por 11 = 21 com resto 7

5. No quarto e último passo nós devemos fazer 11 menos o número resto da divisão:

  • 11 – 7 = 4 

Ou seja, o DV do RG que nós calculamos é 4:

  • 56 843 539 – 4

VEJA TAMBÉM: Novo RG Digital: O que é e como fazer a nova Carteira de Identidade?

Como é calculado o dígito verificador do CPF?

Diferente do RG, que possui 9 dígitos, o CPF conta com 11 números, lembrando que o dígito verificador pode ser consultado após o hífen. Entretanto, existem algumas particularidades que devemos levar em conta no caso do CPF. Veja:

  • Os números base são os primeiros 8 números;
  • A região fiscal é o nono dígito;
  • O DV começa no penúltimo dígito, que é resultado do módulo 11 dos 9 anteriores, enquanto o último número é DV do módulo 11 dos 10 números anteriores.

O cálculo para se obter o DV do CPF é o mesmo usado no RG. Contudo, a grande diferença está na quantidade de números que devemos multiplicar, uma vez que o CPF possui mais dígitos do que o RG.

VEJA TAMBÉM: Como consultar o CPF pelo nome: Passo a passo nos principais birôs de crédito

Como é calculado o DV do CNPJ?

O fato do CNPJ ser configurado como XX.XXX.XXX/XXXX-XX faz com que o cálculo seja da seguinte forma:

  • O número-base são os oito primeiros dígitos;
  • Já o número de ordem das filiais são os quatro seguintes números;
  • O penúltimo número é o dígito verificador módulo 11 dos 12 números precedentes, enquanto o último dígito é o DV do módulo 11 dos 13 números anteriores.

Em resumo, o cálculo para ter acesso ao DV do CPF é feito pelo resto da divisão por 11 do resultado da soma da multiplicação de cada algarismo da base.

Perguntas frequentes sobre o assunto

Por que o dígito verificador do meu RG é X?
Por que o dígito verificador do meu RG é 0?
Por que o meu dígito verificador do banco tem letras?
Minha conta bancária pode ter dois dígitos verificador?


Escrito por Guilherme Gadelha Analista de Conteúdo

Redator formado em Publicidade e Propaganda, apaixonado pelo universo de finanças, especialmente em cartões de crédito.

  • Redator Web;
  • Formado em Publicidade e Propaganda.

Você também vai gostar


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

.
.