Melhores Melhores Melhores Ferramentas Ferramentas Ferramentas Mobills Mobills
emprestimos-e-dividas
isca
Não
anual

Saiba como funciona o financiamento estudantil e solicite já o seu

Tem interesse em ingressar na faculdade e quer saber como funciona o financiamento estudantil? Leia o artigo e entenda.

Artigo escrito por Equipe Mobills em 26 de Março de 2023

Está pensando em iniciar a sua jornada acadêmica e não tem como arcar com os custos da graduação? Então, saiba como funciona o financiamento estudantil.

Essa pode ser a chance de você não adiar o seu sonho e começar o quanto antes e estudar em uma faculdade privada com a ajuda de uma instituição financeira.

Embora seja algo já presente no mercado há anos, ainda existem muitos que não conhecem e não sabem como funciona o financiamento.

Afinal, investir na educação e em conhecimento é uma das melhores coisas a se fazer por você mesmo.

Quer saber mais e ficar por dentro de tudo? Veja a seguir como funciona o financiamento estudantil!

VEJA TAMBÉM: Bancos que oferecem financiamento estudantil

O que é o financiamento estudantil?

É algo importante e de suma relevância, mas investir na educação continua sendo uma grande despesa. São altos os custos, desde cursos até as graduações e complementos.

Como a conquista pela vaga de uma universidade pública ́ é concorrida, geralmente alguns universitários já escolhem o ensino privado para começar a trajetória do curso de graduação.

O financiamento estudantil é uma forma de possibilitar com que os estudantes consigam cursos os seus estudos em uma instituição de ensino superior. 

E tem mais, ele possibilita uma flexibilidade no pagamento, com prazos e condições diferenciadas do que quem paga diretamente à faculdade o valor cheio.

Como contratar o financiamento estudantil?

O serviço de financiamento estudantil costuma funcionar com o envolvimento de três partes:

  • O próprio estudante;
  • A instituição financeira; e
  • A instituição de ensino.

O primeiro passo a se fazer é o estudante pesquisar, acessar o site ou entrar em contato para conseguir escolher o curso de interesse, de evento o estudante:

  • Escolher o curso desejado em uma instituição de ensino de interesse; e o
  • O estudante busca uma instituição financeira responsável.

Esta última é quem será a responsável por pagar os estudos do aluno à instituição financeira – que deve prestar todos os serviços e acúmulo ao contratada.

Como funciona o financiamento estudantil?

O financiamento estudantil é basicamente como todos os outros produtos que concedem crédito. 

A diferença é que este é destinado e exclusivo para fins educacionais, ou seja, não dá para desviar o valor com outros objetivos.

Inicialmente, o estudante busca por uma instituição financeira para dar início ao financiamento.

Uma dúvida muito importante e pertinente é que o valor do financiamento não isenta o estudante de quitar o valor e pagar pelos estudos. O objetivo é facilitar o pagamento e dar melhores condições aos estudantes.

O valor contratado é dado à vista ao usuário e ele acorda com a faculdade a melhor forma de pagamento. 

Em alguns casos, é possível que a contratação ocorra semestralmente, sendo cobrado por semestre, ou anualmente, sendo cobrado só em dezembro.

Quais são os tipos de financiamento?

Se você deseja contratar o financiamento estudantil é importante saber que existem duas opções:

  • Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), do Ministério da Educação;
  • Financiamento privado.

Este segundo nada mais é do que linhas de crédito que são concedidas por instituições financeiras privadas, visando custear a formação dos universitários.  

Vários bancos e instituições financeiras oferecem financiamento estudantil. É importante avaliar as taxas, juros e proposta para escolher o que vai te oferecer a melhor condição de financiamento.

VEJA TAMBÉM: Pravaler: Vale a pena esse financiamento estudantil?

CONTINUE LENDO


Escrito por Equipe Mobills Redator Web

Por trás da Mobills temos um time de sonhos, de coragem, criatividade e inovação, unido por um propósito em comum: gerar liberdade financeira.

Você também vai gostar


.
.