Fundo de garantia

Fundo de garantia, conhecido popularmente como FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), é uma contribuição paga pela empresa aos funcionários, recolhida através da Caixa Econômica Federal, onde é depositada mensalmente uma parcela referente a 8% do salário bruto do empregado.

O montante acumulado sofre rendimento e correção monetária de forma similar à poupança, o que faz com que o benefício quando retirado da Caixa surpreenda a pessoa.

O fundo de garantia é obrigatório até nos casos de prestação de serviço militar, atestado médico de até quinze dias, licença por acidente de trabalho, licença maternidade e paternidade.

Se o funcionário for demitido por justa causa, então ele é obrigado a recolher - a título de indenização - 40% sobre o valor de todos os depósitos realizados até a rescisão do contrato.