Bolsa de valores

As bolsas de valores são os locais onde são negociados títulos (ações) emitidos (as) por empresas sejam elas de capital privado, misto ou público. Embora, devido à globalização, não existam mais empresas com capital exclusivamente público, isto é, empresas que são 100% do governo seja ele municipal, estadual ou federal. A bolsas de valores centralizam as operações do chamado mercado de capital. Pode-se fazer uma analogia a uma feira, porém, em vez de vendedores oferecendo frutas, verduras e legumes são negociadas compra ou venda de ações, as quais são títulos que representam pequenas parcelas de uma corporação (empresa). Sendo assim, ao comprar uma parte das ações, o comprador torna-se um pouco dono da empresa e passa a ter direito aos lucros obtidos pela companhia. Entretanto, vale lembrar que cada ação corresponde apenas a uma pequena fração da empresa. O comprador não poderá opinar diretamente nas decisões da organização empresária, a não ser que ele compre uma porcentagem significativa. A função essencial de uma bolsa de valores é proporcionar um ambiente transparente e adequado à realização de negócios com valores mobiliários. Mas também são responsáveis por fortalecer a economia e podem favorecer todos os indivíduos de uma sociedade e não só aqueles que possuem ações de companhias abertas. As principais bolsas de valores do mundo são: Nasdaq, Bolsa de Nova Iorque, Bolsa de Frankfurt. E a principal bolsa de valores do Brasil é a BM&FBovespa.