Aprenda como planejar e fazer o controle financeiro pessoal

Conheça as melhores formas de como planejar e fazer o controle financeiro pessoal.

Artigo escrito por Carlos Terceiro em 16 de Setembro de 2020

Imagem de uma jovem aprendendo a planejar e fazer o controle financeiro do seu dinheiro

Quando estamos em busca da realização de um sonho ou de qualquer objetivo relacionado à saúde do nosso dinheiro, é fundamental trabalhar com a união de duas estratégias poderosas: planejar e fazer o controle financeiro.

Ao unir essas duas práticas no dia a dia, todo o processo de se organizar financeiramente é feito de forma muito mais simples e alcançável.

Com isso, todos aqueles desejos que por tanto tempo ficaram em segundo plano, poderão finalmente se tornar parte da sua realidade.

Nesse sentido, criamos um conteúdo completo que visa explorar tanto o conceito de planejamento financeiro, quanto o de controle.

Faremos isso por um motivo muito simples, mas que muitas pessoas não sabem: por mais que se pareçam, se planejar e se controlar financeiramente são ações diferentes!

Vamos lá, então?

A importância de planejar suas finanças

Quando pensamos nos processos de organização, sejam eles quais forem, é preciso começar de algum lugar. E, um bom ponto de início, com certeza é o planejamento.

Isso acontece por um simples fator: como traçar metas e prever resultados se você não faz ideia do cenário em que está inserido?

E, mais do que saber em que pé estão as suas finanças pessoais, é ainda mais importante acumular informações suficientes para prever os próximos gastos e não se sentir “no escuro”. 

Dessa forma, planejar as finanças é fundamental não só para juntar dinheiro e realizar sonhos, mas também para dar um passo atrás e “organizar a casa”. 

Veja a seguir benefícios importantes de possuir um planejamento das finanças.

Alinhamento de expectativas

Ao trabalhar com o planejamento financeiro, você terá plena noção da sua saúde financeira e poderá economizar  devidamente.

Assim, será capaz de entender sua situação atual e, com isso, compreender se seus planos poderão ser mais ambiciosos ou se devem permanecer em um campo mais “conservador”.

Também é muito mais difícil tomar aquele susto tão temido do fim do mês, que vem junto com todas as contas e possíveis dívidas acumuladas. 

Facilidade ao tomar decisões

Ainda com um bom planejamento, a tarefa de tomar decisões fica extremamente mais fácil.

Sabemos que, na vida, imprevistos e situações fora do controle são muito comuns. Quando temos uma visão estratégica das nossas finanças, no entanto, fica muito mais fácil estruturar as prioridades e aqueles gastos que podem ser deixados em segundo plano.

Dessa forma, seja ao conquistar sonhos ou se livrar de problemas financeiros, você terá a certeza de que estará tomando a decisão mais sensata e dentro da sua realidade atual.

Elencar prioridades e saber como segui-las é muito importante em todos os âmbitos da vida, então, quanto mais ferramentas você tiver, melhor.

Como o controle é essencial para um bom planejamento financeiro

Depois de fazer um bom planejamento, você deve realizar uma boa análise dos resultados encontrados e dos principais objetivos que envolvem a saúde do seu dinheiro.

A partir daí, é importante avançar para um ponto essencial: o controle financeiro.

Somente com um bom controle é possível traçar padrões necessários para que você mantenha a saúde do seu dinheiro conforme o previsto, evitando assim o temido balanço financeiro negativo que, infelizmente, faz parte da vida de milhares de brasileiros.

Não adianta nada saber o quanto você gasta e para onde vai o seu dinheiro se não forem traçadas formas de garantir que o seu orçamento será seguido.

Ele, afinal, é aquele mecanismo fundamental para que seja possível conquistar seus objetivos iniciais. E vamos explicar isso com um exemplo muito simples.

Você deseja viajar para a Europa. Depois de analisar os seus gastos e fazer um planejamento a respeito daqueles gastos importantes e dos que podem ser reorganizados, poderia parar por aqui e apenas esperar a data da viagem.

Mas pense comigo: com um controle financeiro, será possível aplicar “tetos” para cada tipo de gasto. Assim, você terá uma previsão muito mais certeira a respeito de quanto tempo precisará juntar o valor para poder viajar.

Poderá também extrair outras informações muito importantes sobre o andamento do objetivo. Ou seja, terá uma visão mais palpável de tudo o que precisa ser feito.

Quando pensamos em um bom controle financeiro, sua principal vantagem se encontra justamente no exemplo que foi dado acima.

É possível traçar decisões muito mais estratégicas e prever resultados quando existe um bom sistema de controle.

Além disso, o controle também é muito importante para mostrar aqueles padrões “preocupantes” na rotina de uma pessoa ou família.

Se, todo mês, o orçamento para “compras no supermercado” fica estourado, com certeza existe algo preocupante naquele cenário.

Com a possibilidade de fazer uma análise prática, entendendo exatamente qual é o valor gasto a mais e quais são as implicações dessa má prática, fica muito mais fácil contornar o problema. 

Diferença entre planejamento e controle financeiro

Mesmo depois de explicar cada conceito de forma separada, é importante destacar as principais diferenças entre planejar e fazer o controle financeiro. Assim, você será capaz de entender o nosso ponto de forma muito melhor.

Enquanto o planejamento consiste em um conjunto de ações traçadas para manter a saúde financeira de uma pessoa ou negócio, o controle é a definição de formas práticas para garantir que o plano será seguido.

Vamos, então, para um outro exemplo.

Você tem uma dívida de R$ 10.000 que deve ser paga em 12 meses. O planejamento, então, será a organização de todas as suas contas, para que você entenda o destino do seu dinheiro e calcule quanto vai sobrar para pagar a dívida.

Também poderá fazer planos e objetivos de forma geral.

O controle, por sua vez, é o estabelecimento de limites práticos e específicos para que cada categoria de gastos se mantenha em um nível saudável e capaz de permitir que o planejamento seja cumprido.

Como planejar e fazer o controle financeiro pessoal?

Se você entendeu o nosso ponto com este conteúdo, foi capaz de retirar a lição mais importante que queremos passar: um bom planejamento tem como consequência o controle financeiro ideal.

Ou seja: ambas as práticas andam juntas e devem ser vistas como um todo, pensando no cenário maior e alinhando sempre com os objetivos iniciais.

Para te ajudar a criar bons planejamentos e controles, listamos algumas dicas gerais muito valiosas.

Registre todos os gastos

Como entender a situação do seu dinheiro se você não registra o que faz com ele? Somente ao entender para onde ele vai, você será capaz de se planejar e mudar direções indesejadas.

Para te ajudar, podemos oferecer os melhores recursos do Mobills, nosso aplicativo de controle financeiro pessoal e planejamento online.

Com ele, além de fazer o registro básico dos seus gastos, você será capaz de traçar planos de ação e executar um excelente planejamento financeiro.

Tenha os objetivos definidos

Um planejamento — e como consequência o controle — só existem por meio de um objetivo.

Afinal, você pode até querer poupar dinheiro, mas o “X da questão” se encontra no “por que”.

Tendo uma justificativa para guardar, um plano maior, um objetivo central, você será capaz de tornar realidade qualquer meta financeira que seja traçada.

Além disso, é possível ter mais de um objetivo! O importante é ser específico e traçar metas alcançáveis. Nada de apenas “ficar rico”, beleza?

Monitore os resultados e se reinvente sempre que possível

Mais do que planejar e fazer o controle financeiro de forma impecável, você deve ser capaz de analisar todos os dados que estarão na palma da mão diariamente.

Ao criar o hábito de registrar e se planejar financeiramente, tenha certeza que estará ganhando todo um universo de registros, dados e informações preciosíssimas para aprimorar seus planos e, consequentemente, a saúde das suas finanças.

Por isso, trabalhe com a capacidade de se reinventar, analisar os dados e estar pronto para mudar a direção dos planos sempre que for possível.

Conclusão

Pessoas que não sabem lidar com o imprevisível ou que não conseguem ajustar as prioridades a tempo, com certeza, demorarão muito mais tempo para atingir os objetivos e sonhos traçados inicialmente.

Dessa forma, com todas as características que apontamos neste conteúdo, temos certeza que você será capaz de desenvolver essas habilidades.

Esperamos poder te ajudar no processo e torcemos para que a sua saúde financeira seja conquistada a partir do hábito de planejar e fazer o controle financeiro, dentro dos objetivos traçados.

E, como a prática é mais importante do que a teoria, aproveite a oportunidade para conhecer o Mobills e tenha o controle das suas finanças na palma das mãos com o gerenciador financeiro mais bem avaliado do Brasil!


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

Notifique-me de novos comentários via e-mail.

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


Você também vai gostar...


Escrito por Carlos Terceiro CEO da Mobills

Apaixonado por finanças e investimentos, em 2014 Carlos Terceiro decidiu unir sua paixão com seu conhecimento em tecnologia para fundar o Mobills.

  • Pós graduação em finanças na PUCRS;
  • Graduado em desenvolvimento de sistemas na Estácio;
  • Investidor a mais de 10 anos.
.