9 Dicas para manter a organização financeira e fugir do vermelho

Se você deseja a tão sonhada tranquilidade financeira, precisa organizar as finanças! Então, conheça 9 dicas para manter a organização financeira e não entrar no vermelho.

Artigo escrito por Larissa Brioso em 17 de Novembro de 2020

Cofre na praia representando o tema: Dicas de organização financeira para fugir do vermelho

O início de um novo ciclo nos dá esperança de dias melhores, novas conquistas e, não menos importante, menos dívidas e uma melhor organização financeira.

As pessoas já começam a pensar em tudo que querem fazer de diferente para mudar de vida e as estratégias para tornarem isso possível.

Afinal, ninguém quer entrar em um novo ano, por exemplo, já no vermelho. Mas, vamos combinar que este é um problema constante e o cuidado com as finanças pessoais deve ser tomado o ano inteiro.

Entretanto, como nem tudo cai do céu, claro que para fazer com que o futuro seja melhor, grande parte desse processo depende de você mesmo.

Por isso, neste artigo, vamos apresentar dicas de como manter a sua organização financeira para fugir do vermelho.

Vamos lá? Boa leitura!

Dicas para manter a organização financeira e fugir do vermelho

1. Negocie suas dívidas

Antes de dar início a novas dívidas e ter novas aquisições, é importante negociar os débitos as que já foram feitos.

Portanto, anote todas as despesas que você tem e as dívidas que precisa quitar, para entender quais você deve priorizar.

Além disso, regularize a maior parte que conseguir, deixe aquele presente que você tanto deseja para o próximo mês, que será muito mais gratificante se você estiver com a sua fatura pequena para comprar.

2. Saiba o valor total

É essencial que você tenha visão total do valor que está devendo.

Assim, consegue realizar um planejamento financeiro melhor, do que tentar quitar uma conta por vez.

Realizando a soma de todos os gastos, você não será surpreendido por alguma outra que não foi contabilizada.

3. Reduza despesas desnecessárias

Sabe aquele doce que você sempre compra depois do almoço? Ou aquela vez que você foi ao shopping para comprar uma camiseta e acabou comprando um sapato? Foram gastos desnecessários, por isso, é importante reduzi-los.

De pouco em pouco, isso se torna uma bola de neve e uma fatura muito alta no final do mês.

Claro que você não precisa se limitar sempre, mas com a organização financeira, essas reduções se tornam bem mais naturais.

O que pode te ajudar com isso é a redução do limite do seu cartão de crédito e o não parcelamento de compras, por exemplo.

Caso você tenha mais de um cartão, pode optar por ficar com apenas um, realizar o cancelamento dos outros pode te ajudar, assim, fica com apenas uma fatura para controlar.

Nesse sentido, lembre-se de tudo que já gastou, se a primeira compra desnecessária foi feita esse mês, não faça a segunda. Aprenda como economizar dinheiro!

4. Desapegue

Já pensou em fazer aquela limpeza no seu guarda-roupa e desapegar de roupas que não usa mais?

Caso já tenha pensado, considere a opção de vender esses desapegos, isso pode te trazer uma renda extra que no final do mês fará muito diferença.

Lembre-se: muitas coisas que não são mais úteis para você, podem ser para outras pessoas.

 5. Faça trabalhos temporários

Continuando a questão de ganhar uma renda extra, é possível também, optar pelo trabalho temporário, muito conhecido como freelancer.

Há muitas plataformas que disponibilizam diversos trabalhos desse tipo, onde você consegue buscar o que faz mais sentido com o seu perfil e realizar nas horas vagas, como produção de conteúdo, fotografia, design gráfico, redes sociais, entre muitos outros.

No final do mês, essa renda pode até cobrir a sua fatura do seu cartão de crédito.

6. Não se comprometa com novas dívidas

Antes de regularizar tudo, não faça novas dívidas. Ou, se você realmente precisa realizar essa compra mas tem total certeza que este gasto não vai te prejudicar, pague à vista e se livre dele no mesmo momento.

Isso não implica nas despesas fixas e variáveis que serão contabilizados no final do mês.

Siga o modelo de vida que o seu bolso permite e, neste ponto, o pagamento à vista pode te ajudar muito com isso.

7. Crie reservas

É essencial que você nunca conte com 100% do seu salário. Em outras palavras, se possível, guarde a maior parte que conseguir da sua renda.

Emergências podem acontecer e, quando acontece, é o momento que você sente a falta de ter uma reserva.

Como um remédio não previsto que precise comprar, algum vazamento em casa ou, até mesmo, alguma peça do carro que quebrou.

Conheça a Regra 50-30-20: a forma mais simples de organizar seu orçamento!

8.  Faça listas

Olha ela aparecendo aqui outra vez, a famosa listinha.

Escrever suas prioridades de compra e venda faz com que você visualize melhor, diferente de quando fica com elas apenas na sua cabeça, por isso, anote tudo que precisa pagar, isso vai ajudar muito sua organização financeira.

As planilhas de gastos também podem ser muito úteis nesse processo, basta encontrar o que faz mais sentido para você.

9. Trabalhe seu emocional

Para que tudo isso aconteça da melhor forma, trabalhe suas emoções.

Atualmente, a organização financeira é um dos pontos que mais influencia a saúde mental das pessoas, o medo de não conseguir assumir todas as dívidas pode acabar prejudicando você mesmo.

Conclusão

Aproveite o clima de renovação que um novo ciclo proporciona para entender o que é realmente necessário, para traçar suas metas, principalmente as financeiras, e o que deseja alcançar.

A verdade é que trabalhar com dinheiro não é fácil e parece muita informação, mas, com a gestão do seu tempo e organização financeira, você consegue!

Com isso, a distribuição do seu dinheiro será feita da melhor forma. E não esqueça da poupança.

O mais importante de tudo é não desistir, se não conseguiu começar neste mês, comece no próximo e assim por diante.

Vale lembrar que essa organização deve ser feita independente da sua renda, é comum escutar que, quanto mais ganhamos, mais gastamos.

O Blog Mobills está recheado de dicas para manter essa organização de forma rápida e eficiente.

Por isso, continue acompanhando os conteúdos que são disponibilizados e as redes sociais.

Por fim, lembre-se que controlar seus gastos é fundamental. Então, conheça o Mobills, o melhor gerenciador financeiro do Brasil e organize suas finanças de forma simples e descomplicada.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

O que achou do artigo “9 dicas para manter a organização financeira e fugir do vermelho”?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


    🤔 Tem dúvidas ou dicas? Comenta aqui, que nossos especialistas respondem!

    Notifique-me de novos comentários via e-mail.

    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.


      Você também vai gostar...


      Escrito por Larissa Brioso Educadora Financeira

      Larissa Brioso é estudante de Economia e Educadora Financeira na Mobills. Possui experiência na área de marketing, SEO e criação de conteúdo com ênfase em Educação Financeira.

      • Editora-chefe do blog Mobills;
      • Estudante de economia;
      • Criadora de lições para o app MobillsEdu.
      .