Com o ano de 2021 se aproximando, é importante pensar nas melhores dicas de finanças pessoais. Assim, você poderá ter muito mais sucesso!

5 dicas para organizar suas finanças pessoais em 2021 e mudar sua vida financeira

Conheça o Mobills: O melhor gerenciador financeiro do Brasil!

Fim de ano chegando, começamos a pensar em metas financeiras e logo as dicas de finanças pessoais começam a surgir.

Afinal, como juntar aquela quantia tão desejada para realizar os sonhos? Pois é. Esta dúvida é pertinente e, pelos próximos meses, será cada vez mais comum na internet.

Isso acontece por um motivo simples. No movimento de repensar práticas negativas e propor melhores hábitos para o novo ciclo que está para começar, não tem como se esquecer do nosso dinheiro.

Nesse sentido, preparamos uma série de dicas de finanças pessoais para 2021 que você poderá aplicar na sua vida e na da sua família.

Tenha uma ótima leitura! Vamos lá?

Controle o seu orçamento

A primeira das dicas é a mais importante. Seja para 2021 ou para qualquer época da sua vida, lembre-se dela.

Um bom controle do orçamento pessoal é fundamental para ter um ano tranquilo. Isso acontece porque ao analisar os gastos e direcioná-los para o que realmente é necessário, você será capaz de se organizar e sair do vermelho.

Além disso, poderá também conquistar a possibilidade de guardar dinheiro para aplicar em investimentos, viajar ou fazer qualquer outra coisa que deseje.

Vamos lá, então. Agora você deve se perguntar: o que preciso fazer para controlar o meu orçamento?

Utilize um aplicativo de controle financeiro

Por mais que seja trabalhoso na prática, a teoria é simples de ser compreendida.

Inicialmente, você precisará entender tudo o que gasta. Para isso, capriche no registro de todas as suas despesas.

Um aplicativo de controle financeiro, como o Mobills, pode ser seu grande aliado nessa missão. Por meio dele é possível registrar, acompanhar e analisar todas as suas despesas.

Tela de despesas do Mobills representando dicas de finanças pessoais
Registre, acompanhe e analise suas despesas no Mobills!

De um pãozinho pela manhã até uma grande compra no final do mês, tudo deve ser registrado.

Analise seus gastos

Após registrar suas despesas, deverá analisar as categorias de gastos e separar aquilo que é necessário daquilo que pode ser remanejado.

Por exemplo, algumas pessoas gastam muito com Uber. Será que é realmente preciso usar esse meio de transporte todos os dias?

Ao mesmo tempo, no caso da conta de luz, por exemplo, você até pode traçar estratégias para economizar dinheiro, mas o gasto sempre estará lá.

Monte um orçamento

Com a análise de tudo o que você anotou, separando entre necessário e opcional, é a hora de fazer os arranjos.

Corte aqueles gastos nocivos, entenda como reduzir os necessários e reorganize as finanças. Depois de entender a sua realidade, é hora de traçar um orçamento.

Dessa forma, você será “guiado” por despesas fixas e variáveis em cada mês. Com esse controle, a previsibilidade dos gastos é muito maior, fazendo com que as chances de poupar também sejam.

Crie objetivos

Quando somos guiados por metas e objetivos, temos chances muito maiores de conquistar o que desejamos.

Afinal, você saberá exatamente para onde está caminhando, e o que é preciso para alcançar.

Todavia, criar metas e objetivos não é uma tarefa fácil. Para te ajudar nesse processo, existe uma metodologia muito conhecida no meio corporativo, e ela é chamada de SMART.

Nesse sentido, veja as principais características da “meta perfeita”.

S (Específica)

A primeira letra da sigla SMART, que em inglês também pode significar “Inteligente”, é muito importante. Conforme o nome já adianta, ela deve ir direto ao ponto e ser menos vaga possível.

É o caso de duas pessoas com metas similares, mas desenvolvidas de forma diferente. A primeira pessoa tem como meta: Ir para os Estados Unidos.

Logo, ela não foi muito além e permaneceu no sonho abrangente, nada específico. Ela só sabe que quer viajar para os EUA em 2021.

Todavia, a segunda pessoa foi além e traçou uma meta chamada “Viajar para a Disney em outubro de 2021”.

Agora perguntamos: qual das duas têm mais chances de ser alcançada?

De forma muito simples, a meta mais específica, obviamente! Afinal, ir para os Estados Unidos pode envolver muita coisa. Uma viagem para Nova Iorque e uma para a Flórida envolvem custos diferentes.

Além disso, viajar em fevereiro é diferente de viajar em outubro. Ou seja: existem uma série de variáveis que podem mudar por completo a sua estratégia financeira.

Por isso, sempre que puder, seja bem específico.

M (Mensurável)

Vamos, agora, para uma meta mensurável. Se você sabe que quer “ficar rico” em 2021, o que é o patamar de riqueza para você? O mesmo serve para metas como:

  • Ganhar dinheiro;
  • Emagrecer;
  • Ter mais autoestima;
  • Ser saudável;
  • Parar de beber.

Quando as metas não são mensuráveis, é muito mais fácil abrir mão delas e se desmotivar no meio do caminho. Você precisa aplicar meios de conquistá-las, sejam eles quais forem.

Por exemplo, sobre a meta de “emagrecer”. Quanto você quer perder? Como vai saber que está chegando perto de alcançá-la?

Nesse sentido, além de ser específica, ela deve conter formas de entender e analisar a evolução.

A (Atingível)

Ambas as características que apontamos acima refletem em uma outra necessidade: ser atingível. Nesse caso, nem precisamos falar muito a respeito. Não é?

Afinal, se você traçar aquelas metas que na verdade estão mais para sonhos, dificilmente se manterá motivado para continuar tentando.

Sendo assim, a melhor forma é investir em metas menores, porém atingíveis. Quando falamos sobre finanças, sabemos que de pouco em pouco, alcançamos o que desejamos.

Por isso, foque na consistência.

R (Relevante)

Quando trabalhamos com metas, podemos nos empolgar e pensar em uma série de coisas diferentes.

Contudo, pense na sua realidade e prioridades atuais. É a hora de entender suas prioridades, conciliar com os desejos da família, além de analisar quais delas podem ser deixadas para depois.

T (Temporal)

Vamos para o último meio de traçar boas metas. Se você não estabelecer um período de tempo, como saber quando chegou lá?

Por isso, sempre que pensar em algo, entenda também quando você deseja colher os resultados alcançados.

É o mesmo exemplo dos investimentos. De acordo com a data de recolhimento do valor investido, você pode ter ganhos completamente diferentes. Tudo depende de uma análise temporal.

Saia das dívidas

Antes de pensar em realizar sonhos e um grande planejamento financeiro, é importante verificar como estão as dívidas.

É claro que você pode — e deve — sonhar alto sempre, mas pensando de forma real, priorize a saúde financeira o quanto antes.

Obviamente, sabemos que uma pessoa com dívidas não tem uma boa saúde financeira. Que tal, então, colocar este objetivo como sua primeira meta do ano?

Depois de traçar os valores devidos, faça um plano de ação e entenda o quanto você deve poupar por mês para sair das dívidas no menor período de tempo possível.

Assim, depois de quitá-las, terá todo o tempo do mundo para se planejar a respeito dos seus maiores e melhores desejos.

Negocie com o banco, entenda boas opções de pagamento e se movimente.

Além disso, tente sair daquelas instituições financeiras que trabalham com altas taxas, como é o cheque especial e juros abusivos.

Com a popularização cada vez maior das fintechs e bancos digitais, tenha certeza que você vai encontrar boas opções com valores acessíveis no mercado.

Monte sua reserva de emergência

Esse é um outro pré-requisito para que você possa começar a poupar rumo aos seus planejamentos do futuro.

Sabemos que a vida é repleta de imprevistos, sejam eles bons ou ruins. E como lidar com cada um deles caso você não tenha como se preparar?

Infelizmente a resposta é, na maioria das vezes, dívidas. Já sabemos, então, que você está fugindo delas. Não é?

Nesse sentido, invista em uma boa reserva de emergência. Especialistas acreditam que um valor importante é a multiplicação de 6 vezes o quanto você gasta por mês.

Assim, até que você atinja esse número, deverá trabalhar com aquele orçamento que falamos no início do post. Dentro da sua possibilidade atual, separe um valor factível e siga firme até atingir a reserva.

Estude (e muito)

Quando pensamos em dicas de finanças pessoais, muitas pessoas acabam focando apenas em formas específicas e “técnicas”.

Todavia, você já deve estar cansado de saber que para ganhar dinheiro, é preciso juntar, gastar menos do que ganha, entre outras.

Desse modo, acreditamos que o estudo sobre todo o universo das finanças é a melhor forma de prosseguir.

Saiba, então, que a leitura de materiais completos sobre vários assuntos vai te ajudar, com toda a certeza, a atingir a tão desejada saúde financeira.

Seja sobre investimentos, governo, cartão de crédito, melhores modalidades de empréstimo e cuidados ao solicitá-los, existe uma infinidade de conteúdos na internet.

Por aqui, na Mobills, contamos com um diferencial que acreditamos ser muito importante para você.

Além do nosso aplicativo de controle financeiro e planejamento online, o Mobills, que vai te ajudar a conquistar a independência no que diz respeito ao seu dinheiro, focamos na educação.

Dessa forma, você terá acesso a uma série de conteúdos ricos em nosso site e redes sociais. Diariamente, alimentamos nossos canais digitais com as melhores informações sobre finanças.

O melhor de tudo é que os conteúdos são altamente didáticos e serão facilmente compreendidos por qualquer pessoa. Do básico ao avançado!

Por isso, se você se interessou pelo assunto e está com vontade de aprender ainda mais, acesse:

Conclusão: as melhores dicas de finanças pessoais para 2021

Agora que você teve acesso ao nosso conteúdo, esperamos que seja capaz de traçar os melhores planos para o próximo ano. No que pudermos ajudar, conte conosco!

Nesse sentido, reforçamos a importância de se manter atualizado e investir em conhecimento. Afinal, o conhecimento é um bem que ninguém pode tirar de você.

Depois de acessar nossa seleção de 5 dicas de finanças pessoais, te convidamos a acessar mais um conteúdo interessante.

Aprenda a eliminar os gastos por impulso e tenha uma vida financeira muito mais controlada!

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

O que achou do artigo “5 dicas para organizar suas finanças pessoais em 2021 e mudar sua vida financeira”?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Siga @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Finanças Pessoais


Escrito por Carlos Terceiro

Carlos Terceiro, Fundador e CEO do Mobills, o aplicativo de finanças pessoais com o maior número de clientes no Brasil. Empreendedor movido pelo propósito de transformar a vida financeira dos brasileiros para melhor. Formado em análise de sistemas e Pós-graduando em Finanças e Investimentos pela PUCRS.

    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    Logo Mobills
    Mobills Google Play
    Mobills Apple Store
    Mobills Web