Possuir um controle financeiro pessoal eficiente é a principal e mais básica forma de cuidar do seu dinheiro. Por isso, criamos um conteúdo completo para te ensinar como fazer o seu!

Assim, você consegue saber exatamente qual o destino da sua renda mensal e o que pode ser melhorado para manter o saldo positivo no fim do mês. Vamos lá?

Meu desempenho no Mobills, plataforma de controle financeiro

Todos nós possuímos objetivos financeiros, seja sair das dívidas, economizar, começar a investir, ou ainda, otimizar os investimentos, entre outros.

Sendo assim, entender que o primeiro passo para a conquista desses objetivos envolve um bom controle financeiro, é fundamental.

Afinal, se você não sabe para onde está indo o seu dinheiro, poucas são as chances de conseguir alocar seus recursos para o que realmente importa. Concorda?

Sabendo disso, preparamos um conteúdo especial. Neste artigo você aprender e conhecer:

  • O que é controle financeiro pessoal;
  • Importância de controlar os gastos no dia a dia;
  • 10 dicas úteis para fazer um bom controle financeiro;
  • Os 5 melhores aplicativos de controle financeiro pessoal.

Boa leitura!

O que é Controle Financeiro Pessoal?

De maneira simples, controle financeiro é o hábito de gerenciar a entrada e saída de dinheiro das suas contas.

No âmbito das finanças pessoais, uma conta nada mais é do que o local onde você guarda seu dinheiro.

Desse modo, sua carteira, o cofrinho em que guarda suas economias, além de suas contas bancárias, de poupança, etc., são exemplos de contas.

Logo, ao se comprometer com o seu controle financeiro pessoal, você está se comprometendo a realizar o acompanhamento de tudo que entra e sai das suas contas.

Periodicidade do controle de gastos

Quando falamos do registro de ganhos, geralmente, trata-se de uma periodicidade mensal. No entanto, nem todos possuem renda fixa mensal, não é mesmo?

Por isso, essa periodicidade é diferente para cada pessoa, sem falar que envolve outros benefícios pontuais, como prêmios e presentes em dinheiro.

O mesmo ocorre quando falamos de despesas, visto que a frequência e número de compras é bastante individual.

Em todo caso, o ideal é que realize o registro imediato da entrada e saída do seu dinheiro, seja ao receber uma quantia ou efetivar uma compra, evitando assim esquecimentos.

Além disso, vale ressaltar que, no caso das despesas, você deve considerar tanto suas despesas fixas quanto as variáveis.

Atualmente, existem diversas ferramentas com a missão de facilitar esse registro, como o Mobills, plataforma de controle financeiro pessoal.

Assuma o controle de suas finanças de forma definitiva

4 Melhores aplicativos de finanças pessoais para 2021
Baixe gratuitamente o melhor aplicativo de controle de controle financeiro pessoal do Brasil. ⭐⭐⭐⭐⭐

Importância do Controle Financeiro pessoal

Dentre outras razões, uma das principais para investir em um controle financeiro é garantir que você não vai ficar com dívidas a pagar.

Nesse sentido, a partir do momento que você consegue visualizar seus gastos, reduzir despesas e aumentar ganhos se torna algo bem mais prático.

Além disso, essa medida se torna ainda mais importante quando paramos para analisar o endividamento brasileiro.

Trazendo para números, o percentual de famílias com dívidas no país subiu para 67,5% em agosto de 2020, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Logo, para que você não entre para essa estatística, é essencial manter um bom controle financeiro no seu dia a dia.

Vale lembrar também que a educação financeira é uma importante aliada no seu controle de gastos.

Afinal, estudar sobre o assunto e conhecer dicas de controle financeiro te ajuda a identificar suas maiores dificuldades e facilita seu processo de busca por um relacionamento saudável com o dinheiro.

Abaixo, listamos 10 dicas de controle financeiro que vão te ajudar a mudar a forma como lida com suas finanças.

10 dicas para controle de gastos pessoais

A prática é tão importante quanto a teoria. Sabendo disso, selecionamos as melhores dicas de controle financeiro para você. Confira!

1. Identifique suas dívidas

A primeira (e talvez mais importante) dica para quem pretende desenvolver um bom controle financeiro é identificar suas dívidas.

Pois, uma vez que você tem débitos a quitar, é fundamental que priorize este objetivo.

Portanto, verifique se existem dívidas a serem pagas em seu nome e monte um planejamento financeiro para pagá-las o quanto antes.

Para identificar possíveis dívidas, basta consultar seu CPF em sites que possuem essa funcionalidade.

Consulte seu CPF grátis!

2. Livre-se de dívidas

Caso você não tenha identificado nenhuma dívida no passo anterior, parabéns! Você já está no caminho certo para controlar suas finanças.

Mas, caso você tenha identificado alguma pendência, não se desespere! Essa é a primeira coisa que você precisa resolver, para então ter um bom controle financeiro.

Isso porque contas atrasadas geram cada vez mais custos, devido aos juros cobrados periodicamente, tirando assim a possibilidade de poupar e se programar melhor financeiramente.

Portanto, tentar parcelar ou renegociar sua dívida podem ser algumas medidas que com certeza te ajudarão a solucionar essa etapa.

3. Saiba quanto você ganha

Outro passo bastante importante para realizar um bom controle financeiro, é entender qual a sua renda mensal.

Um erro que muitos cometem é pensar em sua renda apenas como o valor do seu salário, desconsiderando todos os impostos que caem sobre ele, além de planos de saúde, etc.

Por conta disso, você precisa identificar qual o seu salário líquido, ou seja, o valor real, já descontado qualquer imposto ou tributo.

Vale lembrar também que, caso você possua outros recebíveis mensais, como aluguel ou dividendos, eles também entram na sua renda.

Pense nesses valores como algo “extra”, com o foco em poupar e investir essa quantia. Assim, você poupa recursos para o que realmente importa.

4. Entenda quais seus custos mensais

Ao analisar as contas a serem pagas, um exercício interessante que pode ser feito é listar todos os custos fixos que você possui.

Vale lembrar que isso é válido para aqueles que possuem o mesmo valor todos os meses, ou até mesmo aqueles que possuem uma pequena variação.

Alguns exemplos:

  • Água;
  • Telefone;
  • Aluguel;
  • Luz;
  • IPTU;
  • IPVA;
  • Internet;
  • Academia.

Feito isso, você deve identificar qual o valor médio de todas essas contas em um mês. Ao final, você terá um custo médio total que você possui.

Desse modo, fica muito mais fácil se planejar com base nos gastos que você já conhece e estimou.

5. Identifique suas despesas extras

Agora que você já conhece sua renda e os custos fixos que possui, é hora de identificar as despesas extras, e onde estão os maiores gastos.

Para que isso seja possível, você precisa registrar tudo! Desde os menores gastos do dia até os gastos maiores com compras esporádicas.

Dessa forma, vai ser mais simples lembrar para onde foi o seu dinheiro ao longo do mês, sem ficar se questionando qual foi o destino dele.

6. Classifique seus gastos em categoria

Após identificar seus gastos, é importante separá-los por categoria, pois isso vai te ajudar a entender ainda melhor com o que está gastando.

Sendo assim, você pode utilizar categorias de acordo com sua rotina. Geralmente, as mais utilizadas são:

  • Supermercado;
  • Transporte;
  • Saúde;
  • Moradia;
  • Lazer;
  • TV / Telefone / Internet.

Após isso, é importante identificar qual o percentual da sua renda que é gasto com cada uma dessas categorias.

Nesse sentido, você poderá ter um parâmetro de quanto gasta em média, e onde o gasto está sendo maior do que o esperado.

Essa dica é a mais comum para aqueles que desejam realizar um controle de gastos, e alguns aplicativos podem ajudar nesse processo.

Um exemplo é o Mobills, que possui a função de categorizar gastos e gerar gráficos personalizados, para tornar a análise mais visual.

Mobills Controle Financeiro

O Mobills é um aplicativo de controle de gastos e finanças pessoais que irá lhe ajudar a alcançar o sucesso financeiro que você sempre sonhou.
Mobills app de controle financeiro
Design
Usabilidade
Funcionalidades

Em suma, criar suas próprias categorias de gastos é fundamental, principalmente para aqueles que podem ser evitados.

Isso porque, diversas vezes, são esses pequenos gastos que atrapalham o seu orçamento.

7. Saiba onde é possível economizar

Quando seus gastos são separados em categorias, fica ainda mais fácil identificar onde você está gastando mais, e onde você deve gastar menos.

Como exemplo, você pode começar a reavaliar os gastos em táxi e aplicativos de transporte, ou até mesmo trocar alternativas de lazer mais caras por outras mais baratas.

Nessa etapa, não existem regras quando o assunto é economizar dinheiro.

As medidas que devem ser tomadas vão depender das suas possibilidades e o que se torna viável no seu caso.

Assim, você precisa ter a sensibilidade para pensar em cada um de seus gastos, partindo das seguintes reflexões:

  • Realmente é necessário gastar tanto com transporte?
  • Quais outros gastos eu consigo evitar?
  • Posso economizar ao trazer lanche de casa?

Essas e outras perguntas podem ser feitas com o objetivo de gerar uma reflexão e identificar se os gastos fazem ou não sentido.

Vale lembrar que essa economia é a chance que você tem de juntar dinheiro.

Ou seja, conseguir aproveitar os melhores investimentos e até mesmo multiplicar seu capital.

8. Compare preços!

O maior dos vilões quando o assunto é gastos excessivos, é a falta do hábito de comparar os preços antes de comprar algo.

Isso acontece pois, muitas vezes, as variações de preço entre um estabelecimento e outro são bem elevadas.

Dessa forma, principalmente quando o assunto for bens de consumo duráveis, como automóveis, computadores, celulares, dentre outros, um bom estudo de preço pode ser o seu maior aliado na economia.

Portanto, realizar um acompanhamento de preços dos produtos que você pretende comprar, e aguardar até que os mesmos baixem, torna-se fundamental.

Outro fator que possui bastante influência, é repensar a lista de desejos, algo que acontecerá naturalmente durante o período que você aguarda a redução de preço dos produtos que têm interesse.

Uma boa estratégia é aguardar pelo menos 30 dias antes de efetuar uma grande compra.

Após esse período, se você ainda tiver necessidade de realizar a compra, significa que o produto vale a pena o investimento.

9. Defina metas de economias

Esse ponto é crucial quando o assunto é controle financeiro pessoal.

Economizar não se trata somente de ter um dinheiro a mais no fim do mês, mas sim, de possuir metas e objetivos e buscá-lo por meio de uma poupança mensal.

Dessa forma, você deixa de apenas acompanhar suas finanças, e passa a finalmente tomar o controle dela.

Para isso, você pode definir uma quantia mensal a ser guardada, e estipular gastos baseados nessa quantia.

Uma boa forma de fazer isso é, separar uma parte do dinheiro assim que receber o salário, de preferência em uma conta diferente da que você utiliza para os gastos diários.

10. Defina limites de gastos

Assim como é importante definir metas de economias, também é fundamental estipular um limite para seus gastos mensais.

Nesse ponto, as categorias criadas anteriormente serão bastante úteis para preencher essa etapa.

Assim, você pode definir, por exemplo, que sua meta será utilizar:

  • 50% com gastos essenciais, como moradia e alimentação;
  • 30% com desejos pessoais, como roupas e lazer;
  • 20% com poupança e investimentos.

Mas é importante lembrar que isso não quer dizer que você precise gastar exatamente isso todos os meses!

Portanto, caso surja a oportunidade de poupar, é importante abraçá-la, evitando sempre ultrapassar o limite de gastos estabelecido.

Isso porque, toda economia com seus gastos diários é um avanço em suas metas.

5 Aplicativos de Controle Financeiro Pessoal

Além de entender toda a teoria por trás do controle financeiro, é importante que você possua as ferramentas corretas para realizá-lo.

Nesse sentido, diversas pessoas optam por utilizar aplicativos de controle financeiro pessoal.

A grande vantagem dessa ferramenta, é a possibilidade de possuir o controle de suas finanças na palma de suas mãos.

Assim, o seu smartphone se torna uma ferramenta fundamental para controlar seu orçamento. Confira abaixo os 5 melhores aplicativos para controle de gastos:

1. Mobills – Controle Financeiro

O Mobills é, atualmente, um dos melhores apps de controle financeiro, com mais de 8 milhões de downloads e mais de 300 mil avaliações nas lojas da Google Play e App Store.

Com diversas funções que, sem dúvidas, irão lhe ajudar a acompanhar de perto suas finanças, o aplicativo tem como missão transformar sua vida financeira para melhor.

Por meio dele, você pode criar categorias para seus gastos, definir metas para cada uma delas e até mesmo definir objetivos.

Com o Mobills, você pode ter o saldo de suas finanças pessoais sempre à mão e ainda controlar seu orçamento independente da situação.

O app é pago, mas possui uma versão de testes gratuita, custando R$ 19,90 o plano mensal e R$ 99,90 o plano mensal.

Sempre utilizei planilhas eletrônicas para realizar o controle das minhas finanças, porém, acabava deixando de lado pela dificuldade de manter tudo atualizado. Com o Mobills, em 5 minutos consigo atualizar tudo o que aconteceu no dia e tirar insights das visões e gráficos que são gerados.


Rafael Ribeiro

2. Wallet

De acordo com o site do app, mais de 5 milhões de usuários já utilizam o Wallet.

Por meio dele, você consegue realizar lançamentos de rendimentos e gastos, além de analisar gráficos que sejam gerados pelo próprio app.

Além disso, o aplicativo também permite que suas informações sejam gerenciadas, ao oferecer dicas e categorizações para lhe guiar em sua jornada.

3. Organizze

Conseguir organizar suas contas, definir categorias para gastos e gerar relatórios com gráficos sobre transações ao longo do mês são algumas das funções encontradas no Organizze.

Além disso, o app emite alertas relacionados a contas que você precisa pagar e ainda possibilita o controle de seus cartões de crédito.

O aplicativo possui sua versão paga, que sai por R$ 9,90 mensais (ou R$ 4,90 por mês na opção anual).

4. Fortuno

Outro aplicativo de controle financeiro bastante customizável é o Fortuno.

Com este aplicativo, você pode registrar o balanço mensal de suas despesas e receitas, além de incluir o cadastro de compras parceladas, o que permite o controle total de futuros gastos.

O aplicativo possui gráficos e relatórios que tornam o controle e gerenciamento de cartões de crédito ainda mais prático.

Além disso, caso você precise exportar as informações do app em planilhas, também é possível.

5. Guiabolso

O Guiabolso também é um aplicativo que permite o controle financeiro pessoal na palma da mão.

Com funcionalidades diversas, o app permite que você crie categorias variadas, além de lançar despesas e receitas.

Por meio do Guiabolso, também é possível encontrar comparações com índices financeiros com outras pessoas do mesmo perfil.

Planilha de controle financeiro

Além dos aplicativos, diversas pessoas optam por realizar o controle de gastos por meio de outras ferramentas.

Nesse sentido, uma boa opção é realizar seu controle financeiro por meio de uma planilha de gastos, caso prefira.

Afinal, possuir uma planilha com funcionalidades que possibilitam o acompanhamento de suas finanças pode ser uma ótima opção também.

Isso porque, com uma planilha de controle financeiro alinhada com seus objetivos e estilo de vida, é possível visualizar tudo o que é gasto de forma simples.

Desse modo, é possível também cortar gastos e seguir todas as dicas que foram dadas no início do texto.

É importante lembrar que, para realizar o seu controle de gastos por meio de uma planilha, você precisa ainda mais de disciplina em registrar tudo o que entra e sai de cada conta.

Logo, acompanhe de perto sua planilha para que ela cumpra a função de lhe garantir um bom controle financeiro.

Qual a melhor ferramenta de controle financeiro?

Agora que você já sabe exatamente o que deve ser feito para possuir um bom controle financeiro, está na hora de definir qual ferramenta melhor lhe atende, e começar de vez!

Até porque, a melhor ferramenta depende das suas necessidades e também habilidades, muitas vezes.

Com todas as informações citadas neste artigo, fica muito mais fácil poupar e atingir seus objetivos, buscando diariamente uma vida financeira mais saudável.

E, se pudermos fazer uma recomendação, sem dúvidas o Mobills será um grande aliado para aqueles que desejam cuidar de suas finanças de forma ainda mais fácil.

Por meio dele, você consegue, inclusive, importar notificações de SMS, para não esquecer de registrar seus gastos.

Se gostou deste conteúdo, compartilhe! E lembre-se de deixar possíveis dúvidas ou sugestões de melhoria nos comentários.

Postado em: Controle Financeiro


4 comentários publicados nesse artigo

    Avatar
    24/02/2021 às 19:46

    Parabéns pelo artigo.

      Marcos Vitor
      26/02/2021 às 19:46

      Que bom que gostou do nosso artigo sobre controle financeiro, Rafael. Aproveite e confira nossos outros conteúdos sobre finanças.

    Avatar
    26/02/2021 às 19:46

    Parabéns pelas dicas e orientações sobre controle financeiro.
    Parabenizo também pela coragem e sinceridade em mostrar outras opções de app concorrentes. Isso demonstra a confiança na qualidade do seu produto.

      Marcos Vitor
      26/02/2021 às 19:46

      Ficamos felizes em receber o seu feedback, Marcus. Sempre é importante abordar o assunto de controle financeiro de modo imparcial. Você também pode conferir nossos outros artigos sobre finanças. Temos certeza que eles te serão muito úteis.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário




Escrito por Hícaro Sindeaux

Hícaro Sindeaux, graduando em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará. Apaixonado por finanças pessoais, investimentos e empreendedorismo.


    Junte-se a mais de 239.950 pessoas

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

    Logo Mobills
    Mobills Google Play
    Mobills Apple Store
    Mobills Web